Príncipe William é capa de uma revista LGBT

(dr) Leigh Keily / Attitude

-

O duque de Cambridge tornou-se o primeiro membro da família real britânica a surgir na capa de uma revista gay.

“Ninguém deve ser maltratado pela sua sexualidade ou por qualquer outra razão”. É esta a frase que acompanha a imagem do príncipe William na capa de uma revista gay britânica.

O duque de Cambridge decidiu dar uma entrevista para a revista Attitude, na qual se debruça sobre assuntos como o bullying contra homossexuais, escreve a BBC.

A capa pode ser considerada um feito histórico, pelo menos dentro da família real britânica, já que o herdeiro da coroa é o primeiro membro a aparecer numa publicação deste género.

A oportunidade de aparecer na capa surgiu depois de William ter convidado a revista a levar membros da comunidade LGBT até à sua residência oficial, o Palácio de Kensington, para discutir a violência contra homossexuais.

Segundo a emissora britânica, os assessores do príncipe britânico disseram que este ficou muito sensibilizado com as histórias que ouviu.

Os nove participantes do encontro, que ocorreu no mês passado, falaram sobre consequências emocionais como baixa auto-estima, tentativa de suicídio, vício em drogas e depressão.

“Os jovens gays, lésbicas e indivíduos transgéneros que encontrei através da Attitude são realmente corajosos por falarem e darem esperança àqueles que ainda estão a passar por terríveis maus-tratos”, afirmou à revista.

“O que eu diria a um jovem que está a ser maltratado pela sua orientação sexual? Não aguentes em silêncio, fala com um adulto confiável, um amigo, um professor, o Childline [serviço britânico de aconselhamento para jovens], o Prémio Diana [organização solidária] ou outro serviço que possa providenciar a ajuda que precisas”, respondeu.

Deves ter orgulho da pessoa que és e não o contrário, ter vergonha”, acrescentou.

O editor da revista britânica, Matthew Todd, elogiou a posição assumida pelo membro da família real.

“Durante todo este tempo em que sou editor da Attitude, encontrei pais cujos filhos mataram ou tiraram a própria vida depois de serem maltratados por serem LGBT ou por parecerem LGBT”, afirmou.

“Estou muito feliz pelo facto do futuro rei da Grã-Bretanha concordar que isto deve parar e peço aos pais que levantem a voz nas suas comunidades para assegurar que cada escola protege realmente todas as crianças”.

A fotografia da capa, tirada pelo fotógrafo australiano Leigh Keily, foi impressa antes do tiroteio que, na semana passada, numa discoteca gay em Orlando, nos Estados Unidos, pôs termo à vida de 49 pessoas.

William e Kate visitaram a embaixada norte-americana na última terça-feira e assinaram um livro de condolências para as vítimas. Também se reuniram com representantes de uma rede LGBT no mesmo local.

Em novembro do ano passado, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, também surpreendeu tudo e todos ao aparecer na capa da revista Out.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Facebook e Google criticados por anúncios de "reversão do aborto"

O Facebook já veiculou anúncios de "reversão do aborto" 18,4 milhões de vezes desde janeiro de 2020, de acordo com um relatório do Center for Countering Digital Hate (CCDH), promovendo um procedimento "não comprovado, antiético" …

Líder militar dos EUA temeu que Trump começasse guerra nuclear com a China - e chegou a ligar aos chineses

As revelações aparecem em Peril, o novo livro de Bob Woodward e Robert Costa sobre os bastidores da Casa Branca. Trump já respondeu. O General Mark Milley, o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas dos EUA, …

França suspende 3.000 profissionais de saúde que recusaram vacina contra covid-19

A França suspendeu 3.000 profissionais de saúde sem remuneração por se recusarem a tomar a vacina contra a covid-19, revelou o ministro responsável pela pasta, Olivier Véran. Segundo Véran, citado esta quinta-feira pelo Guardian, "várias dezenas" …

Austrália, Reino Unido e EUA assinam pacto de defesa para conter China

A Austrália, os Estados Unidos (EUA) e o Reino Unido anunciaram o "Pacto de Aukus", que visa frente às pretensões territoriais da China no Indo-Pacífico e envolverá a construção de uma frota de submarinos com …

Governo tem margem de 1600 milhões de euros nas negociações do Orçamento

Os dados são de um relatório do Conselho das Finanças Públicas, que deixa alertas para que o executivo não se estique muito no aumento da despesa e no corte à receita. Segundo escreve o Público, o …

Mundial de Futsal. Portugal esmaga as Ilhas Salomão por 7-0 e tem um pé nos oitavos

Portugal lidera o grupo C e pode garantir o apuramento caso Marrocos não perca contra a Tailândia. A seleção portuguesa de futsal, campeã europeia em título, somou hoje o segundo triunfo em dois jogos no grupo …

"Dezenas de pessoas" da comitiva de Putin infetadas com covid-19

O Presidente russo, Vladimir Putin, informou que dezenas de pessoas da sua comitiva testaram positivo para o coronavírus, doença que afetou mais de 7 milhões de habitantes no país. Putin entrou em isolamento no início desta …

Uber investe 90 milhões em novo ‘hub’ e sede em Lisboa e espera contratar mais 200 pessoas

A Uber está a investir 90 milhões de euros num novo ‘hub’ e sede de operações em Lisboa, hoje inaugurados, criando mais de 400 empregos diretos e pretendendo contratar mais 200 pessoas até final do …

Máscara nos espaços fechados e eventual terceira dose em massa - as conclusões da reunião no Infarmed

Terminou há momentos a reunião do governo com especialistas no Infarmed sobre o balanço da evolução da pandemia e as recomendações das medidas que devem ser adoptadas nesta nova fase. A reunião começou com as …

"Cruzeiro espacial" da SpaceX com quatro civis já está em órbita

Voo espacial terá a duração de três dias e cada um do seus tripulantes (quatro civis) terá uma tarefa na missão. Ainda assim, viagem tem um objetivo nobre e social. Passo a passo, Elon Musk parece …