Príncipe William é capa de uma revista LGBT

(dr) Leigh Keily / Attitude

-

O duque de Cambridge tornou-se o primeiro membro da família real britânica a surgir na capa de uma revista gay.

“Ninguém deve ser maltratado pela sua sexualidade ou por qualquer outra razão”. É esta a frase que acompanha a imagem do príncipe William na capa de uma revista gay britânica.

O duque de Cambridge decidiu dar uma entrevista para a revista Attitude, na qual se debruça sobre assuntos como o bullying contra homossexuais, escreve a BBC.

A capa pode ser considerada um feito histórico, pelo menos dentro da família real britânica, já que o herdeiro da coroa é o primeiro membro a aparecer numa publicação deste género.

A oportunidade de aparecer na capa surgiu depois de William ter convidado a revista a levar membros da comunidade LGBT até à sua residência oficial, o Palácio de Kensington, para discutir a violência contra homossexuais.

Segundo a emissora britânica, os assessores do príncipe britânico disseram que este ficou muito sensibilizado com as histórias que ouviu.

Os nove participantes do encontro, que ocorreu no mês passado, falaram sobre consequências emocionais como baixa auto-estima, tentativa de suicídio, vício em drogas e depressão.

“Os jovens gays, lésbicas e indivíduos transgéneros que encontrei através da Attitude são realmente corajosos por falarem e darem esperança àqueles que ainda estão a passar por terríveis maus-tratos”, afirmou à revista.

“O que eu diria a um jovem que está a ser maltratado pela sua orientação sexual? Não aguentes em silêncio, fala com um adulto confiável, um amigo, um professor, o Childline [serviço britânico de aconselhamento para jovens], o Prémio Diana [organização solidária] ou outro serviço que possa providenciar a ajuda que precisas”, respondeu.

Deves ter orgulho da pessoa que és e não o contrário, ter vergonha”, acrescentou.

O editor da revista britânica, Matthew Todd, elogiou a posição assumida pelo membro da família real.

“Durante todo este tempo em que sou editor da Attitude, encontrei pais cujos filhos mataram ou tiraram a própria vida depois de serem maltratados por serem LGBT ou por parecerem LGBT”, afirmou.

“Estou muito feliz pelo facto do futuro rei da Grã-Bretanha concordar que isto deve parar e peço aos pais que levantem a voz nas suas comunidades para assegurar que cada escola protege realmente todas as crianças”.

A fotografia da capa, tirada pelo fotógrafo australiano Leigh Keily, foi impressa antes do tiroteio que, na semana passada, numa discoteca gay em Orlando, nos Estados Unidos, pôs termo à vida de 49 pessoas.

William e Kate visitaram a embaixada norte-americana na última terça-feira e assinaram um livro de condolências para as vítimas. Também se reuniram com representantes de uma rede LGBT no mesmo local.

Em novembro do ano passado, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, também surpreendeu tudo e todos ao aparecer na capa da revista Out.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal, Vénus pode não ser tão semelhante à Terra como pensávamos

Uma nova investigação questiona a habitabilidade de Vénus, planeta que os cientistas consideram há pouco tempo numa outra investigação poder ter um clima habitável semelhante ao da Terra. De acordo com a nova investigação, cujos …

Há gelo no polo sul da Lua e pode ter muitas fontes

Um novo estudo sugere que o gelo encontrado na superfície lunar pode ter milhares de milhões de anos, além de ter surgido de diferentes fontes. O estudo, publicado recentemente na Icarus, sugere que a maioria do …

A Evolução mostra que podemos ser a única forma de vida inteligente no Universo

As reduzidas probabilidades que acompanham a nossa evolução ao longo da história podem ser uma pista que talvez sejamos a única forma de vida inteligente no Universo. Será que estamos sozinhos no Universo? Tudo se resume …

A China está a usar a educação como arma para controlar o Tibete

A China quer obrigar crianças tibetanas a abandonarem as escolas da região e mudarem-se para escolas chinesas. O objetivo, segundo uma especialista, é "tirar o tibetano da criança". A batalha geopolítica entre a China e o …

Revelada explosão violenta no coração de um sistema que alberga um buraco negro

Uma equipa de astrónomos, liderada pela Universidade de Southampton, usou câmaras de última geração para criar um filme com alta taxa de quadros de um sistema com um buraco negro em crescimento e a um …

"É altura de dizer basta". Sporting corta com as claques

O Sporting rescindiu “com efeitos imediatos” os protocolos que celebrou em 31 de julho com a Associação Juventude Leonina e com o Diretivo Ultras XXI – Associação, anunciou hoje o clube, devido à “escalada de …

Poluição atmosférica associada a abortos espontâneos

Elevados níveis de poluição atmosférica foram associados a abortos espontâneos num estudo feito com mulheres grávidas a viver e trabalhar em Beijing, na China. A China é um dos países que mais sofre com a poluição …

Empresas espanholas dominam obras públicas na ferrovia

As empresas espanholas dominam as obras públicas na ferrovia em Portugal, ascendendo a sua quota a 70%, avança o Expresso na sua edição deste sábado. Para presidente da Associação de Empresas de Construção e Obras …

Cada vez mais mulheres denunciam abusos médicos durante o parto

Um número crescente de mulheres tem vindo a denunciar casos de abuso durante o trabalho de parto. No entanto, pouco está a ser feito para mudar isto. Durante o parto, as mulheres ficam numa posição vulnerável …

Já podemos explorar "Melckmeyd", naufrágio holandês do século XVII

Nas profundezas do Oceano Atlântico, perto da costa da Islândia, encontram-se os destroços de um navio holandês que afundou há 360 anos, no qual agora podemos "mergulhar" graças a uma experiência de realidade virtual. Quando a …