Príncipe William é capa de uma revista LGBT

(dr) Leigh Keily / Attitude

-

O duque de Cambridge tornou-se o primeiro membro da família real britânica a surgir na capa de uma revista gay.

“Ninguém deve ser maltratado pela sua sexualidade ou por qualquer outra razão”. É esta a frase que acompanha a imagem do príncipe William na capa de uma revista gay britânica.

O duque de Cambridge decidiu dar uma entrevista para a revista Attitude, na qual se debruça sobre assuntos como o bullying contra homossexuais, escreve a BBC.

A capa pode ser considerada um feito histórico, pelo menos dentro da família real britânica, já que o herdeiro da coroa é o primeiro membro a aparecer numa publicação deste género.

A oportunidade de aparecer na capa surgiu depois de William ter convidado a revista a levar membros da comunidade LGBT até à sua residência oficial, o Palácio de Kensington, para discutir a violência contra homossexuais.

Segundo a emissora britânica, os assessores do príncipe britânico disseram que este ficou muito sensibilizado com as histórias que ouviu.

Os nove participantes do encontro, que ocorreu no mês passado, falaram sobre consequências emocionais como baixa auto-estima, tentativa de suicídio, vício em drogas e depressão.

“Os jovens gays, lésbicas e indivíduos transgéneros que encontrei através da Attitude são realmente corajosos por falarem e darem esperança àqueles que ainda estão a passar por terríveis maus-tratos”, afirmou à revista.

“O que eu diria a um jovem que está a ser maltratado pela sua orientação sexual? Não aguentes em silêncio, fala com um adulto confiável, um amigo, um professor, o Childline [serviço britânico de aconselhamento para jovens], o Prémio Diana [organização solidária] ou outro serviço que possa providenciar a ajuda que precisas”, respondeu.

Deves ter orgulho da pessoa que és e não o contrário, ter vergonha”, acrescentou.

O editor da revista britânica, Matthew Todd, elogiou a posição assumida pelo membro da família real.

“Durante todo este tempo em que sou editor da Attitude, encontrei pais cujos filhos mataram ou tiraram a própria vida depois de serem maltratados por serem LGBT ou por parecerem LGBT”, afirmou.

“Estou muito feliz pelo facto do futuro rei da Grã-Bretanha concordar que isto deve parar e peço aos pais que levantem a voz nas suas comunidades para assegurar que cada escola protege realmente todas as crianças”.

A fotografia da capa, tirada pelo fotógrafo australiano Leigh Keily, foi impressa antes do tiroteio que, na semana passada, numa discoteca gay em Orlando, nos Estados Unidos, pôs termo à vida de 49 pessoas.

William e Kate visitaram a embaixada norte-americana na última terça-feira e assinaram um livro de condolências para as vítimas. Também se reuniram com representantes de uma rede LGBT no mesmo local.

Em novembro do ano passado, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, também surpreendeu tudo e todos ao aparecer na capa da revista Out.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Barry Jenkins vai realizar sequela de "O Rei Leão"

O realizador e argumentista de Moonlight foi escolhido pela Walt Disney Studios para realizar a sequência do blockbuster de 2019, O Rei Leão. Ainda não há uma data de lançamento prevista para o segundo filme, mas …

"Não me sinto seguro sem uma". Venda de armas aumentou drasticamente nos EUA

Os EUA continuam a ser um dos países onde os cidadãos comuns têm mais facilidade em comprar armas de fogo. Esta é uma prática recorrente, e mais de um terço das famílias norte-americanas têm uma …

Pássaros de São Francisco aprenderam uma nova (e mais complexa) melodia durante a pandemia

Uma nova investigação científica relata que os pardais-de-coroa-branca de São Francisco, ave que vive nas zonas urbanas e rurais da cidade norte-americana, aprenderam uma nova e mais complexa melodia durante a pandemia. De acordo com …

Enorme espinha dorsal de tubarão-branco dá à costa em Massachusetts depois de uma tempestade

A espinha dorsal que se acredita pertencer a um espécime de tubarão-branco (Carcharodon carcharias) deu à costa numa praia em Massachusetts, nos Estados Unidos, depois de uma tempestade ter atingido a região. A espinha foi encontrada …

A China está a tornar-se o país com maior influência na ONU

Há dez anos, a China começou uma operação que lhe tem vindo a garantir mais influência nas Nações Unidas. Agora, o poder que possui na organização mundial protege o país asiático do escrutínio internacional. De acordo …

Uma droga pode tratar o nanismo (mas há quem defenda o "orgulho anão")

Um estudo vem agora revelar que uma droga pode tratar o nanismo. Porém, a possibilidade de haver um tratamento para esta condição clínica não é consensual. Um novo estudo, financiado pela BioMarin Pharmaceutical e publicado no …

Meghan Markle perde batalha judicial. Em causa está carta que enviou ao pai (divulgada por jornal britânico)

Depois de no passado mês de agosto, Meghan Marke vencer uma batalha judicial contra o Mail on Sunday, desta vez a Duquesa de Sussex não pode festejar mais uma vitória. A norte-americana perdeu a última …

Após acidente, robô-piloto voltou a levantar voo (e pilotou avião durante 2 horas)

O ROBOpilot, um piloto robótico não tripulado, levantou voo pela primeira vez no ano passado, mas sofreu danos durante um dos seus voos. Agora, está apto para voar novamente. No ano passado, um acidente forçou o Laboratório …

David Attenborough bateu um recorde mundial no Instagram (e destronou Jennifer Aniston)

O naturalista britânico David Attenborough destronou a atriz norte-americana Jennifer Aniston e tornou-se a pessoa a alcançar mais rapidamente um milhão de seguidores no Instagram, segundo os números do Guinness. David Attenborough, de 94 anos, …

Indonésia planeia atração turística com dragões de Komodo ao estilo de Jurassic Park

A Indonésia planeia construir uma atração ao estilo da saga Jurassic Park para que os turistas possam ver os famosos dragões de Komodo. De acordo com a revista Vice, em causa está uma proposta de …