/

Primeiro SMS da história foi transformado em NFT e vendido por 107 mil euros

Christophe Petit Tesson / EPA

O primeiro SMS da história, enviado a 3 de dezembro de 1992, foi transformado num criptoativo e vendido pelo equivalente a 107 mil euros num leilão da Aguttes, em França.

O primeiro SMS da história foi enviado por um jovem engenheiro informático inglês, Neil Papworth, a Richard Jarvis, diretor da Vodadone, através do serviço desta operadora. A mensagem tinha 15 caracteres, com as palavras “Merry Christmas” (Feliz Natal, em português).

O SMS foi leiloado esta terça-feira, por 107 mil euros, durante um evento organizado pela casa Aguttes em França.

Segundo a agência Lusa, a identidade do comprador não foi revelada, mas sabe-se que é canadiano e trabalha na área das novas tecnologias, sendo agora o proprietário exclusivo de uma réplica digital única do protocolo de comunicação original que transmitiu a mensagem de texto por telemóvel.

O SMS foi leiloado como NFT (Non-Fungible Token, um tipo de criptoativo) por 107 mil euros, atingindo os 132.680 euros após terem sido somadas as custas do leilão.

Os NFT são ativos digitais instalados e certificados em tecnologia blockchain — a mesma que serve de suporte às moedas digitais como a bitcoin — que ficam registados como únicos, irreplicáveis e cujo historial de transações pode ser seguido desde a origem da “obra”.

Segundo a agência AFP,  a Vodafone vai doar o valor do leilão ao ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados), do qual  o atual secretário geral da ONU, António Guterres, foi Alto Comissário entre 2006 e 2016.

Christophe Petit Tesson / EPA

Ainda pouco conhecidos mas cada vez mais uma nova tendência, os NFT representam, para alguns investidores, grandes oportunidades no mercado de arte contemporânea. Alguns destes tornaram-se, em poucos meses, fontes de receita essenciais para as casas de leilão, tendo em alguns casos atingido valores da ordem de milhões de dólares.

De acordo com o Público, Neil Papworth tinha apenas 22 anos quando enviou a mensagem. Trabalhava na empresa Sema Group Telecoms, integrando uma equipa encarregada de desenvolver para a Vodafone britânica um serviço de mensagens de texto.

Como os telemóveis ainda não tinham teclado, o engenheiro enviou a mensagem a partir de um computador, mas o destinatário, Richard Jarvis, recebeu-a e pôde lê-la no visor do seu Orbitel 901, um pioneiro dos tempos em que os telemóveis eram ainda objetos de dimensões consideráveis.

O valor atingido é um sinal de que a história da Internet é definitivamente um novo e prometedor terreno para os colecionadores, salienta o Público — algo que se tornou claro a semana passada, quando o NFT da primeira publicação da Wikipédia, leiloado pelo seu fundador, Jimmy Wales, foi vendido por 750 mil euros.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.