O primeiro local funerário de compostagem humana do mundo abre em 2021

Recompose

Prevê-se que a primeira instalação funerária de compostagem humana do mundo abra na primavera de 2021, depois de os legisladores do Estado de Washington terem legalizado o processo póstumo no início do ano.

A empresa Recompose, de Seattle, será a primeira a oferecer “redução orgânica natural”, um processo que a proprietária Katrina Spade disse que converte suavemente restos humanos em solo orgânico.

“A transformação do ser humano em solo acontece dentro dos nossos vasos de recomposição hexagonais reutilizáveis. Quando o processo terminar, as famílias poderão levar para casa parte do solo criado, enquanto os jardins no local nos lembrarão que toda a vida está interconectada”, escreve Recompose no seu site.

A funerária da nova era celebrou a abertura da sua primeira locação num edifício de 1.720 metros quadrados o mês passado, depois de os legisladores mudaram a lei estadual sobre os serviços pós-morte, tornando o Estado de Washington o primeiro a permitir a compostagem humana, de acordo com o jornal norte-americano The Seattle Times.

O SB 5001 “Relativo a restos humanos” foi assinado em maio, reconhecendo a “redução orgânica natural” como um meio aceitável de disposição dos corpos. A lei entrará em vigor a 1 de maio do próximo ano.

Recompose

O processo de recomposição custará mais do que uma cremação básica, mas menos do que a maioria dos funerais – cerca de 5.500 dólares (equivalente a 4900 euros). O preço inclui transporte para os habitantes de Washington, mas a recomposição também estará disponível para indivíduos de outros estados ou países que puderem providenciar transporte.

Spade uniu-se à cientista do solo Lynne Carpenter-Boggs, da Washington State University, que liderou a primeira experiência de recomposição bem-sucedida, usando os restos de seis corpos voluntários no que chamaram de “Avaliação do Ciclo de Vida”, que comparou métodos convencionais contra enterro natural e redução orgânica.

Os resultados preliminares sugerem que a recomposição teve menos impacto ambiental do que a cremação ou enterros tradicionais, em grande parte devido à sua capacidade de sequestrar o carbono atmosférico no solo.

As estimativas sugerem que uma tonelada métrica de dióxido de carbono será salva sempre que uma pessoa for organicamente decomposta em vez de cremada ou enterrada. Além disso, a Recompose diz que “minimizam o desperdício, evitam poluir as águas subterrâneas com o fluido de embalsamamento e evitam que as emissões de dióxido de carbono da cremação e da fabricação de caixões, lápides e túmulos”.

“Ao permitir que processos orgânicos transformem os nossos corpos e os dos nossos entes queridos numa alteração útil no solo, ajudamos a fortalecer o nosso relacionamento com os ciclos naturais, enriquecendo a terra”, observa a Recompose.

Recompose

Assim, um corpo é colocado dentro de um vaso reutilizável, coberto com lascas de madeira, alfafa e feno e arejado para permitir que bactérias benéficas que ocorrem naturalmente façam o que naturalmente fazem.

A empresa não sabe que espécies de bactérias participam no processo, apenas que ocorrem naturalmente no corpo. Além disso, não há evidências suficientes que sugiram que o processo interrompa a doença do Prião ou algumas doenças altamente infeciosas como o Ébola. “No caso raro dessas doenças, o paciente não seria candidato à recomposição. A elegibilidade para esse processo seria verificada pelos profissionais de saúde no local da morte da pessoa”, explicou um porta-voz do Recompose, em declarações ao IFLScience.

Em apenas 30 dias, o corpo é transformado em “solo que pode ser usado para criar nova vida”. Uma pessoa pode criar um solo com cerca de 0.76 metros cúbicos, que a sua família pode levar para casa. O solo restante irá para áreas de conservação na área de Seattle.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Inscrição hebraica com 2.800 anos revela antigo nome bíblico

Uma equipa de arqueólogos encontrou um jarro com 2.8000 anos com a inscrição em hebraico "Benayo" no sítio arqueológico de Abel Beth Maacah, no norte de Israel, local várias vezes mencionado na Bíblia Hebraica.  De …

Braga vence FC Porto e conquista Taça da Liga. Sérgio coloca lugar à disposição

O Sporting de Braga venceu hoje o FC Porto por 1-0 e conquistou a Taça da Liga, com Ricardo Horta a marcar o golo decisivo aos 90+5, garantindo um troféu que os bracarenses já tinham …

Rara moeda de ouro com a cara de Eduardo VIII vendida por preço recorde

Uma rara moeda de ouro com o perfil do rei britânico Edward VIII foi vendida a um comprador particular pelo valor recorde de 1,3 milhões de dólares. A informação é avançada pela Royal British Mint, a …

Depois dos incêndios, Austrália está prestes a experimentar uma "bonança" de aranhas mortais

Depois dos incêndios florestais que assolaram o país, os australianos começaram a implorar por chuva. O bónus de aranhas mortais não estava incluído no pedido, mas os especialistas do Australian Reptile Park acreditam que é …

Governo admite retirar cidadãos nacionais de Wuhan

As autoridades portuguesas estão a cooperar com outros países europeus para reforçar o apoio aos cidadãos nacionais que se encontram em Wuhan, onde ocorreram os primeiros casos do novo coronavírus, admitindo a possibilidade de retirá-los …

Os cogumelos podem ser muito mais antigos do que pensávamos

Os cogumelos podem ser mais antigos do que pensávamos, concluíram cientistas que dataram vestígios de micélio (constituinte dos cogumelos) com 800 milhões de anos, divulgou esta quarta-feira a Universidade Livre de Bruxelas, na Bélgica. Estudos anteriores …

Comer iogurte natural pode ajudar a reduzir o risco de cancro da mama

Uma das causas mais apontadas para o cancro da mama é a inflamação causada por bactérias nocivas. Esta tese ainda não foi provada, mas é apoiada pelas evidências até agora disponíveis de que a inflamação …

Primeiro caso suspeito de infeção por coronavírus detetado em Portugal

Foi detetado o primeiro caso suspeito de infeção infeção pelo novo coronavírus , em Portugal, anunciou este sábado a Direção-Geral de Saúde. “Este doente, regressado hoje [este sábado] da China, onde esteve na cidade de Wuhan …

Slava Semeniuta transforma chuva em atmosfera néon

O artista e fotógrafo russo Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, mistura elementos naturais e faz mágica com eles. Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, retoca fotografias de poças de água para criar composições …

Empresa quer vender dispositivos que extraiem água potável do ar

A empresa israelita Watergen está a planear começar a vender uma versão para o consumidor do seu aparelho que extrai água potável do ar ainda este ano. A tecnologia do gerador atmosférico da empresa está em …