“A primeira coisa que fazem é cuspir em Samara.” Diretor da Roscosmos acusa Estados Unidos de sabotagem

NASA HQ PHOTO / Flickr

O diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin

Dmitry Rogozin, diretor-geral da agência espacial russa Roscosmos, acusou os Estados Unidos de sabotagem, depois de o Governo norte-americano ter anunciado sanções económicas contra 103 empresas chinesas e russas.

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos aplicou, na segunda-feira, sanções económicas contra uma longa lista de empresas chinesas e russas que, supostamente, mantêm laços com os órgãos militares dos seus países.

Uma das empresas é o Centro Espacial Progress Rocket, na Rússia, que fabrica os foguetes Soyuz utilizados pelo programa espacial do país. As restrições impedem as empresas de comprar uma ampla gama de produtos e tecnologia dos Estados Unidos, informaram altos funcionários do Departamento de Comércio norte-americano.

As empresas que surgem na lista divulgada não são propriamente uma surpresa. No entanto, o número de empresas russas com negócios relacionados com as áreas da aviação, foguetes e dispositivos nucleares duplicou em relação à previsão feita pela Reuters, em novembro.

No comunicado divulgado, Wilbur Ross, secretário de Comércio dos Estados Unidos, disse que “o Departamento reconhece a importância de alavancar as parcerias dos EUA e empresas globais para combater os esforços da China e da Rússia que tentam desviar a tecnologia americana para os seus programas militares desestabilizadores“.

A decisão norte-americana não agradou Dmitry Rogozin, diretor-geral da agência espacial russa Roscosmos. À agência de notícias estatal RIA Novosti, o responsável acusou as sanções de serem “ilegais como todas as outras sanções impostas anteriormente contra indivíduos e entidades legais russas”.

Já no passado sábado, dia 19 de dezembro, Rogozin publicou no Facebook uma farpa ao Governo norte-americano. De forma irónica, questiona se os profissionais da SpaceX conseguiriam trabalhar em temperaturas dezenas de graus abaixo de zero. “Nós estamos habituados”, escreveu.

Em 2014, Rogozin disse que a NASA poderia usar um trampolim para enviar astronautas ao Espaço se cortasse os laços com a Roscosmos. Ao que parece, o recente anúncio do Departamento de Comércio dos Estados Unidos voltou a não cair bem ao diretor-geral da agência espacial russa.

“Acontece que, agora, os nossos colegas norte-americanos têm o seu ‘trampolim’ a funcionar novamente e a primeira coisa que fazem é cuspir em Samara“, disse Rogozin citado pelo Ars Technica, numa menção à cidade russa onde se localiza o Centro Espacial Progress Rocket.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal tem o segundo melhor ataque do Euro. E a terceira pior defesa

Fechada a segunda jornada da fase de Grupos do Euro 2020, a seleção nacional tem o segundo melhor ataque da prova, com 5 golos marcados, atrás apenas da Itália. Mas tem também a terceira pior …

Espanha 1-1 Itália | Hino ao desperdício trama La Roja

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, empatou hoje a um golo com a Espanha, em Sevilha, em encontro da segunda jornada do Grupo E do Euro2020, mantendo-se ambas sem vitórias. A formação espanhola, que …

Já pode ajudar a NASA a batizar o manequim que vai até à Lua

A agência espacial norte-americana está a pedir ajuda para batizar o "Moonikin", o manequim que vai a bordo da nave Orion, durante a missão lunar Artemis I, ainda este ano. Quando a nave espacial Orion, da …

Portugal em Europeus: as últimas três derrotas foram (todas) contra a Alemanha

Em 90 minutos, Portugal não era derrotado numa fase final de um Europeu desde a estreia no Europeu 2012. Recorde as seleções que bateram Portugal, até agora. "Já não posso ver os franceses à frente". Esta …

Spotify lança Greenroom (e abre concorrência ao Clubhouse)

O Spotify lançou na quarta-feira, dia 16 de junho, uma app de conversas por áudio em direto chamada Greenroom, uma resposta do gigante sueco de streaming de música à popular plataforma Clubhouse. O Greenroom permite que …

"Médicos de árvores" em Singapura ajudam a preservar os seus pacientes gigantes

Arboristas como Eric Ong são responsáveis pelo bem-estar das milhares de árvores em Singapura. O seu trabalho é essencial para a preservação da natureza. A Singapura é uma cidade-estado insular situada ao sul da Malásia, com …

Novo primeiro-ministro de Israel dá 14 dias a Netanyahu para deixar residência oficial

O novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Benet, deu duas semanas ao antecessor Benjamin Netanyahu para abandonar a residência oficial do chefe de Governo, em Jerusalém, segundo adianta hoje a imprensa local. Benet terá enviado na sexta-feira …

Ponte inca com mais de 500 anos é reconstruída após cair durante a pandemia

Peruanos da comunidade Huinchiri, localizada na região de Cusco, estão a reconstruir uma ponte inca com 500 anos. Esta foi feita a partir de técnicas tradicionais de tecelagem para criar uma passagem sob o Rio …

Portugal 2-4 Alemanha | Reality check ao plano do engenheiro

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, caiu hoje para o terceiro lugar do Grupo F do Euro2020, ao perder por 4-2 com a Alemanha, em encontro da segunda jornada, disputado no Allianz Arena, …

Pandemia mostrou “falta de proteção das mulheres”

A pandemia de covid-19 mostrou “a vulnerabilidade e a falta de proteção das mulheres e quão pouco as sociedades se preocupam realmente em proteger elementos-chave em matéria de segurança”, considera Edit Schlaffer, diretora-executiva da Women …