Preso motorista do Uber suspeito de matar aleatoriamente 6 pessoas no Michigan

four12

Um homem foi preso este domingo em Kalamazoo, no Michigan, EUA, acusado da morte de seis pessoas e de ter deixado uma sétima gravemente ferida em 3 ataques aparentemente sem ligação.

O atirador suspeito de causar a morte de seis pessoas num massacre ocorrido na noite deste sábado, em Kalamazoo, no estado americano do Michigan, que foi detido este domingo, era motorista do serviço de transportes individuais Uber.

O suspeito estava armado com uma pistola semi-automática quando foi preso.

A polícia está a investigar se Jason Brian Dalton, de 45 anos, transportou passageiros durante os crimes, que ocorreram em três locais diferentes, num intervalo de quatro horas, revelou à CNN o chefe do Departamento de Segurança Pública de Kalamazoo, Jeff Hadley.

A Uber confirmou já que Dalton era motorista da empresa e disse estar “horrorizada e de coração partido com a violência sem sentido” do homem.

Kalamazoo County Sheriff

Jason Brian Dalton

Jason Brian Dalton

A empresa afirma que verificou os antecedentes do condutor, que não tinha cadastro criminal – informação confirmada entretanto pela polícia.

Segundo revelou já esta noite a CNN, Dalton terá mesmo recolhido e transportado passageiros entre os 3 ataques.

Uma fonte, não autorizada a falar à imprensa, adiantou ainda à cadeia de televisão que o motorista esteve ainda à procura de passageiros após o último dos ataques.

O primeiro ataque ocorreu às 18h, altura em que Dalton abriu fogo contra uma mulher, que se encontrava com os três filhos no exterior de um complexo de apartamentos. A vítima do ataque ficou gravemente ferida, mas deve sobreviver, segundo a polícia.

O segundo tiroteio ocorreu às 22h locais. O atirador disparou mortalmente contra um jovem de 18 anos e um adulto numa concessionária de automóveis Kia.

Cerca de 15 minutos mais tarde, Dalton disparou sobre mais quatro pessoas num restaurante, que não sobreviveram ao ataque.

Vídeos captados por câmaras de segurança na concessionária e no restaurante ajudaram à identificação e detenção de Dalton.

Segundo o procurador de Kalamazoo, Jeff Getting, “não há razões para acreditar” que haja mais pessoas envolvidas nos ataques.

Ainda não há informações sobre as motivações do agressor. De acordo com a polícia, as vítimas não parecem ter qualquer ligação entre si.

“Este é o nosso pior pesadelo, alguém armado a disparar e matar pessoas ao acaso“, disse à CNN o sub-chefe da polícia de Kalamazoo, Paul Matyas.

Os ataques com armas de fogo fazem 30.000 mortes por ano nos Estados Unidos. Segundo o gunviolencearchive.org, em 2015 foram registados 330 tiroteios no país.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mais seis inocentes. Este americanos são autênticos anormais, Nas ruas matam-se a sangue frio, no parlamento e aprovam-se as leis para que estes assassinatos sejam possíveis. Ate ja fazem publicidade as armas dirigidas as crianças. Povo mais estúpido que este não há.

RESPONDER

"Vacina deve ser um bem global de saúde pública". OMS critica "nacionalismo de vacinas"

A Organização Mundial de Saúde (OMS) criticou na quinta-feira o "nacionalismo de vacinas" para a covid-19, afirmando que qualquer país terá benefícios económicos e de saúde se o resto do mundo recuperar da pandemia. "O nacionalismo …

Depois da explosão, os protestos em Beirute. Manifestantes anti-Governo pedem mudança política urgente

Esta quinta-feira, dezenas de manifestantes foram dispersos com gás lacrimogéneo quando protestavam na sequência da explosão em Beirute, capital do Líbano, que provocou pelo menos 149 mortos, cinco mil feridos e a destruição de casas …

Em vez de flores, família de Fernanda Lapa pede donativos por Bruno Candé

A família da atriz, que faleceu esta quinta-feira, apela a que quem queira oferecer flores para o funeral faça antes um donativo para os herdeiros do ator Bruno Candé, que foi assassinado, em Lisboa. "A Família …

Orbán diz que todos os migrantes ilegais são potenciais "bombas biológicas"

O primeiro-ministro da Hungria, o ultranacionalista Viktor Orbán, defendeu esta sexta-feira que se deve impedir a chegada de imigrantes ilegais ao país porque estes são potenciais "bombas biológicas" devido à covid-19. Conhecido pelos seus discursos contra …

Donald Trump proíbe transações com empresa chinesa detentora do TikTok

Donald Trump assinou uma ordem executiva que proíbe as transações com a ByteDance no prazo de 45 dias e o Senado já aprovou o projeto de lei que proíbe o descarregamento e utilização da aplicação. …

Preocupado com os incêndios, Marcelo admite interromper férias. Ontem foi o pior dia

O Presidente da Repúblic disse esta quinta-feira que está a acompanhar a vaga de incêndios que assola o território continental e admitiu a possibilidade de interromper as férias no Porto Santo se a situação piorar. "É …

Portugal foi o "patinho feio", mas volta a estar em contraciclo com a Europa (por bons motivos)

Portugal destaca-se agora por apresentar uma tendência de redução de novos casos de infeção pelo novo coronavírus, ao contrário de outros países europeus. Quando o novo coronavírus começou a ganhar terreno no continente europeu, Portugal foi …

Kim Jong-un insiste que a Coreia do Norte travou o vírus, mas intensifica combate à covid-19

Kim Jong-un tem repetido várias vezes que a Coreia do norte "travou o vírus maligno", mas o reforço das medidas de combate à covid-19 e a canalização urgente de material médico e alimentos para Kaesong …

Novo Banco tinha autorização de Bruxelas para financiar venda de imóveis

A DG Comp da Comissão Europeia autorizou o Novo Banco a conceder crédito aos compradores do imobiliário vendido pela instituição. Quando o Novo Banco foi constituído, o acordo assinado entre a Direção Geral da Concorrência europeia …

Quase cinco meses depois, a Champions está de volta

A Liga dos Campeões é retomada esta sexta-feira, quase cinco meses depois da suspensão devido à pandemia de covid-19. Suspensa logo depois do jogo Leipzig-Tottenham, disputado a 11 de março, a prova milionária está de regresso …