Presidente da Starbucks deixa a empresa e pondera candidatura presidencial

Howard Schultz, o responsável pelo crescimento da Starbucks, vai abandonar o cargo, mas a presidência dos Estados Unidos pode ser o próximo desafio.

No anos 80, Howard Schultz foi o responsável pelo gigantesco crescimento das lojas de café Starbucks para uma cadeia com mais de 28 mil lojas, em 77 países. No entanto, e como tudo tem um fim, o gestor executivo vai abandonar definitivamente a direção da empresa.

Schultz esteve 36 anos à frente da empresa. No ano passado, tinha já deixado o cargo de presidente executivo (CEO), tendo permanecido na empresa como chairman executivo, um cargo com uma maior participação no dia a dia da empresa do que o tradicional chairman, explica o Público.

Agora, o afastamento é definitivo. De acordo com o The New York Times, o empresário está a ponderar ambições políticas, considerando uma potencial candidatura à presidência dos Estados Unidos.

“Uma das coisas que quero fazer no meu próximo capítulo é perceber se existe um papel onde possa dar o meu contributo à comunidade. Ainda não sei bem o que isso significa. Quero pensar num conjunto de possibilidades e isso inclui serviço público. Mas estou muito longe de tomar decisões acerca do meu futuro”, afirmou.

Com 64 anos, o “Steve Jobs do Café” diz estar “profundamente preocupado com a crescente divisão interna e na imagem exterior dos Estados Unidos”.

Em 2016, Howard Schultz apoiou Hillay Clinton nas eleições presidenciais, tendo sido criticado por Donald Trump, que pediu um boicote à cadeia de lojas, depois de o Starbuck ter retirado símbolos natalícios dos copos de café, em 2015, de modo a não ferir suscetibilidades culturais.

Embora não garanta se irá candidatar-se contra Trump em 2020, Schultz não esconde que é um forte crítico do Presidente norte-americano. No ano passado, ao Businness Insider, afirmou que Donald Trump é “um presidente que cria caos todos os dias”.

Schultz não fundou a Starbucks. Contudo, foi ele quem deu a grande viragem à empresa, revolucionando o conceito da marca. A Starbucks foi inaugurada por dois professores e um escritor, no ano 1971, em Seattle. Com a chegada do empresário, a Starbucks apostou na introdução de café e lattes italianos, que Schultz havia trazido de uma viagem a Itália

A marca começou então a expandir-se no mercado, até que Howard Schultz decidiu comprar ações aos donos da empresa.

Recentemente, a Starbucks viu-se inserida num escândalo provocado por um incidente, quando a gerente de um estabelecimento na Filadélfia chamou a polícia quando viu dois indivíduos negros sentados no café sem fazer despesa. A empresa, que sempre assumiu uma posição na defesa de questões relacionadas com a imigração, realizou uma ação de formação contra o racismo, na qual Schultz esteve presente.

O sucessor de Howard Schultz será Myron E. Ullman, antigo chairman da J. C. Penney. Assumirá funções já no final deste mês.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Se isto pega moda qualquer dia vamos ter o Nabeiro a candidatar-se a Presidente da República. E se calhar… até nem era mau.

RESPONDER

Pirlo tem plano para gerir cansaço de Cristiano Ronaldo

O novo treinador da Juventus, Andrea Pirlo, tem um plano para gerir a forma física de Cristiano Ronaldo ao longo da temporada. O internacional português tem 35 anos e cumpre a sua 19.ª temporada como …

Entre lágrimas e após três tentativas, lista dirigente de Ventura foi aprovada

O presidente do Chega conseguiu, este domingo, à terceira tentativa, a maioria de dois terços dos votos exigida para eleger a sua direção na II Convenção Nacional, em Évora. Apenas às 20h02 foram proclamados os resultados …

Marcelo é o único que resiste ao desgaste da pandemia. Governo e oposição em queda

O único que está a conseguir resistir ao desgaste político provocado pela pandemia de covid-19 é o Presidente da República, numa altura em que o PS e o PSD surgem em queda nas intenções de …

Três camisolas e uma vitória histórica. Tadej Pogacar é o vencedor do Tour

O ciclista esloveno Tadej Pogacar (UAE Emirates) venceu a 107.ª Volta a França, ao cortar a meta, nos Campos Elísios, integrado no pelotão, no final da 21.ª e última etapa conquistada pelo irlandês Sam Bennett …

Afinal, os vikings não eram loiros nem tinham olhos azuis (e também não eram da Escandinávia)

Um estudo revelou que os Vikings afinal não eram loiros nem provenientes da Escandinávia. O estudo, realizado através da análise de ADN, conclui ainda que indivíduos que não eram vikings foram enterrados como tal. Normalmente, a …

Emmys 2020: "Succession" é a série do ano, "Schitt’s Creek" e "Watchmen" em destaque

A segunda temporada de “Succession”, da HBO, venceu esta madrugada o prémio de Melhor Série Dramática na 72.ª cerimónia dos prémios Emmy, que decorreu em Los Angeles, EUA, sem público por causa da pandemia. Centrada em …

Aulas do 1.º ciclo em escola de Lisboa suspensas. Escola em Viseu fecha portas

As aulas do 1.º ciclo na escola pública das Laranjeiras, em Lisboa, foram suspensas, devido à falta de funcionários em número suficiente, já que um destes testou positivo para a covid-19. De acordo com o Agrupamento …

PCP de "espírito aberto" para conversações sobre OE, mas recusa "chantagens"

O PCP encara as conversações sobre o Orçamento do Estado de 2021 com “espírito aberto”, sem “linhas vermelhas ou azuis”, mas recusa “chantagens” e “pressões” do primeiro-ministro, disse este domingo o secretário-geral dos comunistas. Numa conferência …

Os dinossauros conquistaram o mundo após uma extinção em massa na Terra

Uma equipa internacional de cientistas identificou um evento anteriormente desconhecido de extinção massiva da vida na Terra que ocorreu há 223 milhões de anos e desencadeou a conquista do mundo pelos dinossauros. O estudo liderado por …

FinCEN Files. Isabel dos Santos e marido envolvidos em investigação aos maiores bancos mundiais

Isabel dos Santos e Sindika Dokolo estão entre os clientes confidenciais de bancos que foram reportados às autoridades norte-americanas, segundo uma investigação do Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ). A empresária angolana Isabel dos Santos …