Presidente do Conselho Europeu de Investigação demite-se e arrasa a resposta da UE à pandemia

Álvaro Millán / Flickr

O cientista Mauro Ferrari demitiu-se da presidência do Conselho Europeu de Investigação, criticando duramente a forma como a União Europeia (UE) está a responder à pandemia de Covid-19, manifestando-se “extremamente desiludido” e lamentando as burocracias e jogos de interesses políticos nos bastidores.

Mauro Ferrari ocupava o cargo desde o início do ano, depois de ter sido nomeado em Maio de 2019 para a liderança do Conselho Europeu de Investigação (ERC). Sai três meses depois de assumir a função, manifestando-se “extremamente desiludido com a resposta europeia à Covid-19″, conforme expressa num comunicado enviado ao jornal britânico Financial Times que é divulgado pelo site Politico.

“Cheguei ao ERC enquanto fervoroso apoiante da União Europeia, mas a crise de Covid-19 alterou completamente a minha visão, embora continue a apoiar com entusiasmo os ideais de uma colaboração internacional”, aponta o cientista italiano.

Ferrari nota que em Março, “se tornou evidente que a pandemia seria uma tragédia de proporções, possivelmente, sem precedentes”. Mas lamenta que a sua proposta de estabelecer “um programa especial dedicado a combater a Covid-19” foi “rejeitada unanimemente pelo corpo governante da ERC, sem se considerar sequer que forma ou conteúdo iria ter”.

“Pensei que, numa altura como esta, os melhores cientistas do mundo teriam acesso aos melhores recursos e oportunidades para combater a pandemia, com novos medicamentos, vacinas, ferramentas de diagnóstico e abordagens comportamentais baseadas na ciência, ao invés das muitas vezes improvisadas intuições dos líderes políticos“, lamenta, considerando que as suas propostas estagnaram na burocracia do ERC e nas jogadas políticas que imperam no seio da UE.

Ferrari refere que o facto de ter “trabalhado directamente” com Ursula von der Leyen, a convite da própria presidente da Comissão Europeia, para lhe apresentar as suas ideias, gerou uma “tempestado política interna”. “Em tempos de emergência, as pessoas e instituições revertem-se à sua natureza mais profunda e revelam o seu verdadeiro carácter”, critica.

O cientista confessa que perdeu “a fé no sistema” e critica a UE por falhar em “financiar cientistas” para combater a crise, apontando duras críticas à forma como a Comissão Europeia funciona. Ferrari fala numa “completa ausência de coordenação de políticas de saúde entre os estados-membro” e refere “a recorrente oposição a iniciativas coesas de apoio financeiro, os fechos unilaterais de fronteiras e a escala marginal das iniciativas de sinergia científica”.

“Tenho receio de já ter visto o suficiente do corpo de governação da ciência e das operações políticas da UE”, lamenta ainda, sublinhando que “salvar milhões de vidas” devia ter primazia sobre “carreiras, políticas e até a beleza de uma certa ciência”.

“Nas minhas fantasias idealistas, pensei que, em alturas como estas, os melhores deviam pegar nas suas melhores armas e ir para a linha de fronteira, para as linhas da frente, para derrotar este inimigo formidável”, escreve também.

As críticas de Ferrari já foram rebatidas pelo eurodeputado alemão Christian Ehler, o coordenador do Partido Popular Europeu, que definiu a sua proposta como “uma decoração de fachada” e “uma contradição” relativamente às “bases legais do ERC”, como cita o Politico.

Ehler acusa ainda Ferrari de ter passado grande parte do tempo no cargo nos EUA, frisando que é “uma contradição com a descrição” da função, e de “nunca ter estado realmente familiarizado com a natureza independente do ERC”.

O ERC teve, em 2019, um orçamento anual da ordem dos dois mil milhões de euros para distribuir por projectos científicos no seio da UE.

A Comissão Europeia destinou um fundo de emergência de 10 milhões de euros para investigação em resposta à pandemia e 45 milhões para o desenvolvimento de tratamentos e diagnósticos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PSD recusa negociar com Costa e Silva (só "se vier a ser ministro")

Rui Rio disse, esta segunda-feira, que António Costa pode escolher quem entender para conselheiro económico, mas o PSD só aceitará negociar com ministros. O líder do PSD, Rui Rio, disse estar de acordo com a decisão …

"Não haverá acordo" se Londres não respeitar compromissos, avisa Michel Barnier

O negociador europeu para a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), Michel Barnier, sublinhou no domingo que "o tempo urge", avisando que não haverá acordo se Londres permanecer nas posições anteriores. "O Reino Unido …

Ex-Benfica Garay acusa Valência de "campanha difamatória"

Ezequiel Garay acusou o Valência de levar a cabo uma "campanha difamatória" contra si. "Dói ver estas coisas quando estão a prejudicar os que amas", disse o argentino. O ex-jogador do SL Benfica Ezequiel Garay cumpre …

O maior salto em cinco anos. Dívida pública atingiu recorde em abril

A dívida pública aumentou para 262,1 mil milhões de euros em abril, o valor mais alto desde 1995, segundo os dados divulgados pelo Banco de Portugal. A dívida pública aumentou para o valor recorde de 262,1 …

Diabéticos e hipertensos. PSD quer debater alteração que retirou estes doentes de regime excecional

O PSD pediu a apreciação parlamentar do decreto-lei que retirou doentes hipertensos e diabéticos do regime excecional de proteção relativo à covid-19. A apreciação parlamentar permite que a Assembleia da República debata, altere e, no limite, …

Norte sem contágios por covid-19. Grande Lisboa regista 96,5% dos novos casos

Portugal regista hoje 1.424 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no domingo, e 32.700 infectados, mais 200, segundo o boletim da Direcção-Geral de Saúde (DGS). 193 dos novos casos são na área …

Aviões deixam de ter lotação reduzida a partir desta segunda-feira

Os aviões deixam, a partir desta segunda-feira, de ter a lotação de passageiros reduzida a dois terços, mas o uso de máscara comunitária é obrigatório. O Governo alinhou, assim, as regras nacionais pelas regras europeias no …

Marcelo pede que não se passe do "8 para o 80" e alerta para imagem do país

O Presidente da República reiterou hoje o apelo à população para que não se passe “do 8 para o 80” nas medidas de prevenção da covid-19, alertando para os riscos da imagem do país “cá …

Só metade das crianças deverá voltar ao pré-escolar esta segunda-feira

As crianças em idade pré-escolar regressam esta segunda-feira aos jardins de infância, que voltam a funcionar com novas regras, depois de encerradas durante mais de dois meses, devido à pandemia da covid-19. Apesar do regresso, que …

Dois astronautas (e um dinossauro de peluche) chegaram à EEI à boleia da SpaceX

Para além dos astronautas Doug Hurley e Bob Behnken, seguia a bordo da Crew Dragon um dinossauro de peluche com lantejoulas. E há uma explicação para isso. Este sábado, o foguetão Falcon 9, da SpaceX, fez …