Presidente do Chile decreta estado de emergência e diz que país está “em guerra” contra grupos de “criminosos”

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, afirmou que o país está “em guerra” contra os “criminosos” responsáveis pelos protestos violentos que causaram vítimas mortais e que levaram o Governo a decretar o estado de emergência para 15 dias na capital, com sete milhões de habitantes.

“Estamos em guerra contra um inimigo poderoso e implacável que não respeita nada ou ninguém e que está disposto a usar a violência sem limites, mesmo quando isso significa a perda de vidas humanas, com o único objetivo de causar o máximo de dano possível”, afirmou no domingo, citado pela agência Lusa.

O Presidente chileno disse entender que os cidadãos se manifestem sobre aquilo que os preocupa, mas classificou de “verdadeiros criminosos” os responsáveis pelos incêndios, barricadas e pilhagens.

Cinco pessoas morreram no domingo no incêndio de uma fábrica de confeção de vestuário alvo de pilhagens no norte de Santiago, elevando para sete o número de mortos desde o início dos violentos protestos no Chile, naquele que é visto como um dos piores tumultos no país desde há décadas.

As manifestações decorrem desde sexta-feira em protesto contra um aumento (entre 800 e 830 pesos, cerca de 1,04 euros) do preço dos bilhetes de metro em Santiago, que possui a rede mais longa (140 quilómetros) e mais moderna da América do Sul, e que transporta diariamente cerca de três milhões de passageiros.

No dia seguinte, no sábado, Sebastián Piñera recuou e suspendeu o aumento. Contudo, as manifestações e os confrontos prosseguiram, também devido à degradação das condições sociais e às desigualdades no país, onde as áreas da saúde e educação estão quase totalmente controladas pelo setor privado.

Na noite de sábado para domingo, duas pessoas foram mortas e uma ficou gravemente ferida, num incêndio de um supermercado, em San Bernardo, uma zona sul da capital. Outras duas foram igualmente feridas por disparos e hospitalizadas em estado “grave”, após um incidente com a polícia durante pilhagens, igualmente a sul da capital.

No domingo, os contestatários, de cara coberta com capuzes, envolveram-se em violentos confrontos com polícias na praça Itália, no centro da capital, referiu AFP, citada pela Lusa. As forças da ordem responderam com gás lacrimogéneo e jatos de água.

“El pueblo unido jamás será vencido” (O povo unido jamais será vencido, em tradução livre), gritaram os manifestantes, uma palavra de ordem utilizada no decurso do governo de Unidade Popular de Salvador Allende, e retomada após o golpe militar e a ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

Após três dias de violência, os centros da capital chilena e de outras cidades, como Valparaíso e Concepción, registavam um cenário de desolação, incluindo autocarros incendiados e lojas destruídas. Dezenas de supermercados, veículos e estações de serviço foram saqueados ou incendiados.

O Governo contabilizou estragos em 78 estações de metro, algumas totalmente destruídas. Os prejuízos no metro foram avaliados em mais de 300 milhões de dólares (268 milhões de euros) e o regresso à normalidade em certos percursos deverá prolongar-se “por meses”, considerou Louis de Grange, presidente da Companhia nacional de transportes públicos.

No aeroporto de Santiago foram cancelados ou reprogramados numerosos voos, também devido às dificuldades dos trabalhadores em garantir meios de transporte.

Os estudantes apelaram a novas manifestações na segunda-feira. Através de palavras de ordem como “Fim aos abusos” ou “O Chile levantou-se”, difundidas nas redes sociais, o país enfrenta uma das piores crises sociais.

O cessar-fogo permanece em vigor em cinco regiões, incluindo a capital Santiago, e foram mobilizados mais de 10 mil agentes da polícia e militares, precisou o general Javier Iturriaga del Campo.

Segundo um balanço das autoridades, já foram detidas pelo menos 716 pessoas.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Apenas deixo para reflexão o seguinte: por que razão quer no Chile, como na Grécia e em tantos outros países do mundo onde há manifestações mais violentas há sempre cães? Fica para reflexão…

  2. Pois é… o Chile era apontado como exemplo de estabilidade e crescimento económico na America do Sul e afinal…
    Embora a economia tenha melhorado, as condições de vida da população em geral tem vindo a piorar!
    O modelo neo-liberal onde tudo foi privatizado está a correr muito bem…
    Até a Segurança Social foi privatizada (1° país do mundo a fazer-lo) e o resultado está à vista…
    Na teoria é tudo muito bonito e toda a gente ganha; na realidade, alguém tem que perder!
    .
    É perguntar à Iniciativa Liberal o que acham deste belo exemplo de liberalismo!…

  3. No Chile as coisas começaram a degradar-se logo após a saída de Pinochle e já com os socialistas no poder!
    O Chile é ainda o mais bem equipado da América do Sul apesar da enorme destruição em curso pelas excessivas liberdades e libertinagens dos socialistas.
    Os comunistas ainda querem mais socialismo; ou comunismoa mesmo sabendo à evidencia como isso tem terminado em desastres de grandes dimensões.
    É que acreditam erradamente ter assim mais garantias e melhores empregos. mas os resultados dessas experiências demonstram quão terríveis são para a população em geral, e especialmente para as classes de menor estatuto!

  4. Eh lá… mais um “iluminado”!…
    Realmente, toda a gente sabe que, com o ditador Pinochet, o Chile era um autêntico paraíso na terra!…
    Agora, com tudo privatizado e entregue aos “mercados”, já se sabe como é: quando corre bem, são os benefícios do capitalismo; quando corre mal, é tudo culpa dos socialistas e/ou comunistas….
    Até um país apontado como um exemplo do neo-liberalismo (e até foi o 1° do mundo a privatizar a Segurança Social) é, claramente, comunista!…
    Esses malandros comunistas que privatizaram tudo desde saúde à educação (e até as reformas “milionárias” dos trabalhadores)!…
    Alguém tem que avisar os “socialistas” da Dinamarca (que tem sido considerado o pais mais alegre e com melhor qualidade de vida do mundo), que as “excessivas liberdades e libertinagens” vão dar mau resultado e o melhor é escravizar o povo e entregar o país a um qualquer ditador, que, juntamente com meia-dúzia de ricaços ficam a viver à grande enquanto o resto do povo fica na miséria!…
    Isso sim, é qualidade de vida e um exemplo a seguir pela humanidade!
    .
    O que tu merecias era provar um pouco da ditadura do Pinochet, para ver se deixavas de ser ignorante e palerma e começavas a ter mais respeito pelas pessoas!!

RESPONDER

Sim, as pessoas ficam mais bonitas quando estamos bêbados

Uma investigação acaba de provar a teoria dos "óculos de cerveja": depois de ingerirmos álcool, as outras pessoas tornam-se mais atraentes para nós. Uma equipa de investigadores da Edge Hill University, no Reino Unido, resolveu investigar …

Leverkusen vs FC Porto | Luis Díaz mantém “dragão” à tona

O FC Porto perdeu na Alemanha, na visita ao Bayer Leverkusen, por 2-1, e tem tudo em aberto na perspetiva de chegar aos oitavos-de-final da Liga Europa. Após uma primeira parte difícil, na qual praticamente não …

Ex-presidente do Tribunal da Relação Vaz das Neves arguido na Operação Lex

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa foi constituído arguido no processo Operação Lex, em que também são arguidos o desembargador Rui Rangel e a sua ex-mulher e juíza Fátima Galante. A fonte adiantou à …

Rangers vs Braga | "Braveheart" romeno estraga noite "guerreira"

  O Sporting de Braga perdeu em casa dos escoceses do Rangers por 3-2, esta quinta-feira, em jogo da primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa de futebol em que esteve a vencer …

Morreu Joaquim Pina Moura, antigo ministro da Economia e das Finanças

O ex-ministro da Economia e das Finanças morreu em casa, em Lisboa, aos 67 anos, devido a doença neurodegenerativa, disse à agência Lusa o filho, o fotojornalista João Pina. Natural de Loriga, Seia (distrito da Guarda), …

Duran Duran e A-ha levam anos 80 ao Rock in Rio

Os noruegueses A-ha, responsáveis por Take on me, tema que fez sucesso na década de 80, estrear-se-ão em palcos portugueses no Rock in Rio Lisboa, atuando no mesmo dia em que os ingleses Duran Duran. Segundo …

Maior avião comercial do mundo vai ser reciclado (mas vende lembranças)

O primeiro Airbus A380 vai ser dividido em peças para futuras substituições, mas vai voltar aos céus através de etiquetas de bagagem. O MSN003 começou a ser fabricado em 2004 e tornou-se o primeiro avião super …

Caso Roger Stone. Ex-consultor de Trump condenado a 40 meses de prisão

O ex-consultor do Presidente dos Estados Unidos foi condenado, esta quinta-feira, a mais de três anos de prisão, apesar da interferência do procurador-geral para reduzir a recomendação de sentença. Um tribunal federal condenou o ex-consultor de …

Shakhtar D. vs Benfica | "Águia" perde mas sai viva

Ainda não foi esta quinta-feira que o Benfica regressou à senda dos bons resultados. Na visita a Kharkiv, casa emprestada do Shakhtar Donetsk, os campeões nacionais perderam por 2-1. Os três golos nasceram todos na etapa …

Após 40 anos, a Casa dos Amantes de Pompeia abre ao público

Pela primeira vez após 40 anos, a Casa dos Amantes, rica em frescos e decorações e uma das jóias de Pompeia, vai abrir ao público. Encontrada durante escavações em 1933, a Casa dos Amantes, em Pompeia, …