Presépio da Cavalinho é o maior do mundo em movimento

Presépio Cavalinho, São Paio de Oleiros, Santa Maria da Feira (foto: Carlos Luis M C da Cruz / wikimedia)

Presépio Cavalinho, São Paio de Oleiros, Santa Maria da Feira (foto: Carlos Luis M C da Cruz / wikimedia)

O presépio em movimento de S. Paio de Oleiros, na Feira, foi este domingo reconhecido pelo Guiness como o maior do mundo, superando com 162 peças à mesma escala o recorde anteriormente detido pelas 40 de idêntica composição no México.

Tendo recebido cerca de 500.000 visitantes em 2012, o presépio português é constituído por cerca de 7.500 peças, mas, na avaliação daquela que é apontada como a autoridade mundial no registo de recordes, foram apenas considerados os elementos com uma altura média de 20 centímetros e estritamente relacionados com a história do nascimento de Cristo.

De fora ficaram assim componentes ‘kitsch’ como comboios, ciclistas e réplicas de Amália, mas o britânico Pravin Patel, júri do Guinness, confessou-se ainda assim “absolutamente fascinado por todas as peças do presépio”, graças ao “prazer que foi caminhar pelas suas salas ontem e hoje”.

A área sujeita a apreciação foi “a gruta maior”, onde entraram para a contabilidade oficial apenas as peças que cumpriam os seguintes requisitos: “serem relacionadas com o nascimento de Jesus; moverem braços, corpo ou pernas; e não estarem duplicadas”.

Pravin Patel garante que “todas essas linhas orientadores foram cumpridas”, pelo que Manuel Jacinto Azevedo, dinamizador do projeto hoje distinguido em S. Paio de Oleiros, “é o detentor do novo recorde mundial para o maior número de peças mecânicas num presépio”.

Defendendo que o título do Guiness vem “acabar com as dúvidas que muita gente tinha” em relação a essa obra, o novo recordista declarou que o certificado deve ser “partilhado com toda a gente que ajudou” a concretizar o projeto.

“Não é só o dinheiro que faz isto, como algumas pessoas pensam”, afirmou Manuel Jacinto Azevedo. “É preciso apaixonarmo-nos por este trabalho e foi isso que aconteceu com todas as pessoas que têm vindo a colaborar com o presépio, com tanto sacrifício das suas horas livres e das suas famílias”.

A 9.ª edição do chamado “Presépio da Cavalinho” continua a ter entrada gratuita e pode ser visitada diariamente até 7 de março, entre as 09:00 e as 24:00.

A iniciativa deve-se ao “gosto pessoal” de Manuel Jacinto Azevedo, fundador da marca de carteiras, calçado e marroquinaria cujo logótipo dá nome ao projeto.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Washington Redskins mudam de nome por ser considerado racista

A equipa de futebol americano, até aqui denominada de Washington Redskins, vai abandonar essa designação, considerada de teor racista, para designar nativos da América do Norte. Em comunicado, a equipa de Washington explicou que, depois de uma …

Flores precisaram de cerca de 50 milhões de anos para se tornarem o que são hoje

As plantas com flor evoluíram há cerca de 100 milhões de anos, mas precisaram de outros 50 milhões de anos para diversificar e tornarem-se aquilo que são hoje, sugere uma equipa de investigadores. Os cientistas documentaram …

Estudo sugere que imunidade à covid-19 pode desaparecer em poucos meses

A imunidade adquirida por anticorpos após a cura da covid-19 pode desaparecer em alguns meses, o que poderá complicar o desenvolvimento de uma vacina eficaz a longo prazo, sugere um estudo britânico divulgado esta segunda-feira. "Este …

60 anos depois, já se sabe o que aconteceu aos 9 russos que desapareceram na Montanha da Morte

Passados 61 anos, o mistério da morte de nove esquiadores russos que faziam uma caminhada pelos Montes Urais, perto da chamada Montanha da Morte, foi finalmente resolvido. Em 1959, nove viajantes russos que faziam uma caminhada …

Médicos Sem Fronteiras é "institucionalmente racista", acusam atuais e ex-colaboradores

Uma declaração assinada por mil atuais e ex-funcionários revela que a Organização Não Governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) é "institucionalmente racista" e reforça o colonialismo e a supremacia branca no trabalho humanitário que pratica. Na …

Empresa culpada pela crise de opioides fez contribuições políticas após declarar falência

A Purdue Pharma, empresa culpada pela crise de opioides nos Estados Unidos, fez contribuições políticas após ter sido processada e declarado falência. Os opioides são usados para aliviar a dor, mas também provocam uma sensação exagerada …

Norte-americano morre após ir a festa para provar que a covid-19 é uma farsa

Um norte-americano de 30 anos, de San Antonio, no estado do Texas, morreu de covid-19 depois de ir a uma festa para provar que a doença era uma farsa, informou a media local. O homem foi …

Luso-canadiano quer criar 25 murais dedicados a Amália Rodrigues

Um português a residir no Canadá pretende criar uma “aldeia global virtual” das comunidades portuguesas espalhadas nos vários cantos do mundo, um projeto que envolve a colocação de 25 murais dedicados à fadista Amália Rodrigues. “O …

MP e BdP pedem manutenção de coima a Salgado no processo da compra de ações da ESFG

O Ministério Público e o Banco de Portugal pediram, esta segunda-feira, ao Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão, que mantenha a coima de 75 mil euros aplicada ao ex-presidente do BES no processo da compra …

Na luta contra a pandemia, Taiwan tinha alguns trunfos na manga (e o conflito com a China era um deles)

A resposta de Taiwan no combate à pandemia de covid-19 tem sido elogiada por profissionais de saúde pública em todo o mundo. Os conflitos geopolíticos com a China, a experiência em doenças respiratórias e a …