/

É preciso actualizar os preços de medicamentos, avisa Apifarma

Associação da Indústria Farmacêutica diz que podem surgir problemas de abastecimento de medicamentos mais antigos.

medicamentos cujos preços devem ser actualizados em breve, avisa a Associação da Indústria Farmacêutica (Apifarma).

O presidente da Apifarma comentou, na rádio Renascença, que é preciso “olhar para os preços dos medicamentos mais antigos e mais baixos com algum cuidado”.

Caso contrário, poderá haver problemas de abastecimento: “Obviamente, a última coisa que queremos é que possam faltar medicamentos no mercado”.

João Almeida Lopes lembrou que “há também muita importação, nomeadamente de princípios activos provenientes da Índia e da China, e os contentores variam de mês para mês”.

Apesar dessa variação mensal, comparando com o preço médio do ano passado, os preços “no mínimo quadruplicaram”.

Como seria expectável, esta subida – que já se verificava antes de Fevereiro deste ano – foi acentuada pela guerra na Ucrânia.

O centro deste problema, a nível geográfico, é a China, “o que tem criado problemas de ruptura e de manutenção das cadeias de abastecimento, que é um assunto que preocupa tanto a indústria farmacêutica como o aumento de preços”, revelou o presidente da Apifarma

“As cadeias de abastecimento estão cada vez com maiores debilidades, o que, para minimizar, obriga a aumentar os stocks, a antecipar encomendas numa conjuntura de preços altos, tendo assim aqui uma série de factores que contribuem muito negativamente para a estrutura de custos de produção da indústria farmacêutica”, continuou João Almeida Lopes.

  Nuno Teixeira da Silva, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.