Portugueses contaminados com herbicida potencialmente cancerígeno

chafermachinery / Flickr

Aplicação de glifosfato num terreno agrícola

Uma investigação realizada com um grupo de cidadãos portugueses detectou a presença de um herbicida cancerígeno, o glifosato, em quantidades vinte vezes superiores à que é encontrada em outros europeus.

Os dados são divulgados pela RTP1 no âmbito de uma reportagem que o canal público emite este sábado, e que dá conta dos resultados de um estudo promovido pela Plataforma Transgénicos Fora, com 26 voluntários portugueses das regiões Norte e Centro do País.

Amostras de urina feitas a estes participantes foram analisadas por uma Universidade norte-americana e revelaram a presença de glifosato em todos os casos avaliados.

A concentração média detectada por pessoa foi de 26,2 mg/l, o que é cerca de “vinte vezes superior” ao nível que se encontra em cidadãos suíços e alemães.

O glifosato é o herbicida mais vendido em Portugal, e considerado “potencialmente cancerígeno”.

“É um herbicida total, não selectivo – o que quer dizer que mata qualquer tipo de planta”, explica a RTP, sendo sobretudo usado na agricultura, mas também nos passeios das cidades, por exemplo, para matar as ervas daninhas.

A contaminação com glifosato pode ocorrer por ingestão de água e alimentos ou inalação.

Os alimentos geneticamente modificados são o principal problema. por serem resistentes ao glifosato – “o que quer dizer que uma plantação transgénica pode ser pulverizada com herbicidas sem que a cultura morra, só as ervas”, explica a reportagem da RTP.

A produção de transgénicos é, para já, proibida na Europa, com excepção do milho MON 181 que é também cultivado em Portugal.

Mas os alimentos geneticamente modificados podem encontrar-se em óleos alimentares, farinha de milho, maionese e outros produtos à venda nos supermercados.

As fábricas de rações portuguesas também recebem todos os dias toneladas de milho e soja geneticamente modificados e “mais de 90% da alimentação animal é feita de transgénicos resistentes ao glifosato”, sublinha a RTP.

Rações estas que acabam, de algum modo, no prato dos portugueses – quando consomem a carne de animais alimentados com elas.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Pelo queentendi, não é o transgênico que é cancerígeno, mas sim, o herbicida glifosato, usado na agricultura transgênica. Mas também usada nas calçadas urbanas para matar ervas daninhas.
    Será que também somos ervas daninhas?

  2. Um Error grande:
    ”A produção de transgénicos é, para já, proibida na Europa, com excepção do milho MON 181 que é também cultivado em Portugal.”
    Sim e feito um tipo de OGM na Europa (MON 810!!), mas não e um variedade que e tolerante ao glifosato!!! Os milhos OGM europeus nao podem ter um nivel alto de glifosato, porque morrem quando aplicado……

Rochas antigas de Vénus apontam para origem vulcânica

Uma equipa internacional de investigadores descobriu que alguns dos terrenos mais antigos de Vénus, conhecidos como "tesserae", têm camadas que parecem consistentes com atividade vulcânica. A descoberta pode fornecer informações sobre a enigmática história geológica …

Na África do Sul, há uma associação entre violência sexual e gravidez indesejada

Na África do Sul, as meninas que sofreram violência sexual têm maior probabilidade de relatar uma gravidez indesejada em comparação com aquelas que nunca sofreram violência sexual. Na África do Sul, a taxa de gravidez na …

Hackers russos associados ao ataque em hospital alemão que resultou na morte de uma paciente

O ataque informático num hospital alemão na semana passada, que resultou na morte de uma paciente em estado crítico, pode ter sido causado por um grupo russo com ligações ao crime cibernético. A informação é …

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …