Portugal vai ter doses da AstraZeneca e J&J a mais. Testes da vacina portuguesa previstos para julho

José Coelho /Lusa

Neste trimestre, Portugal vai receber mais de nove milhões de doses de vacinas, das quais cerca de 5,5 milhões da Pfizer, 795,6 mil da Moderna, 1,6 milhões da AstraZeneca e 1,2 milhões da Janssen.

Com a chegada de mais vacinas, Portugal prepara-se para entrar na fase de “velocidade cruzeiro” da vacinação contra a covid-19 e pretende atingir um ritmo de 100 mil vacinas administradas por dia dentro de “duas a três semanas” e ter todas as pessoas com mais de 60 anos vacinadas com pelo menos uma dose até ao final de maio.

De acordo com o ECO, até quarta-feira, “66% das pessoas da faixa etária entre os 70 e os 79″ já foram vacinados com pelo menos uma dose da vacina. Também “30% das pessoas da faixa etária entre os 60 e os 69 já foram vacinados com pelo menos uma dose”. Na faixa etária dos mais de 80 anos, a inoculação ascende aos 92%.

Isto significa, segundo o jornal, que faltam vacinar 1,3 milhões de portugueses com mais de 60 anos, dos quais 54.069 com mais de 80 anos, 333.761 entre 70-79 anos e 909.772 dos 60 aos 69 anos.

Sendo que Portugal vai receber 1,6 milhões de doses de vacinas da AstraZeneca e 1,2 milhões de doses da Janssen, o país terá doses suficientes para vacinar os 1,3 milhões de portugueses – e ainda sobram doses.

O ECO relata que Portugal poderá aproveitar a “abundância” de doses para exportar as vacinas para os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP). Em fevereiro, o primeiro-ministro dise que África será prioritária na disponibilização de doses adicionais de vacinas contra a covid-19 e que Portugal procurará “redirecionar” para Timor-Leste e para os PALOP 5% das vacinas adquiridas.

Testes em humanos de vacina portuguesa em julho

De acordo com o jornal Público, a empresa portuguesa Immunethep quer começar os ensaios de uma potencial vacina contra a covid-19 em humanos em meados deste ano para chegar ao mercado em 2022.

Ao contrário das vacinas usadas até agora, esta não será injetável, mas inalável.

Os testes pré-clínicos realizados no Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (I3S), no Porto, têm registado resultados positivos. A empresa tem como objetivo ter os resultados destes testes recolhidos até ao final de maio ou junho para poder apresentá-los às entidades reguladoras europeias e nacionais.

Segundo Pedro Madureira, co-fundador e director científico da Immunethep, a empresa quer que os ensaios clínicos possam avançar durante o segundo semestre deste ano e a vacina chegue ao mercado em 2022.

Os testes em humanos, que podem arrancar em julho, irão iniciar-se, numa primeira fase, em grupos de 10 pessoas e de forma progressiva até às 30/40, até se atingir 100. Num momento final, o ensaio clínico vai concentrar cerca de cinco mil pessoas.

Além da vacina da Immunethep, há ainda uma outra em desenvolvimento em Portugal: uma nanovacina que está a ser criada por cientistas da Universidade de Lisboa e da Universidade de Telavive, Israel.

  Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas estão a plantar mesas de xadrez de corais para restaurar recifes - e contam com a ajuda de garrafas de Coca-Cola

Nas últimas três décadas, os recifes de coral têm sofrido uma grande tensão e consequente destruição, devido ao impacto das alterações climáticas. Agora, os cientistas querem minimizar os danos e já encontraram uma solução. O objetivo …

Belenenses 0-4 Sporting | Melhor o resultado que a lesão

O Sporting, da I Liga, venceu hoje o Belenenses, do Campeonato de Portugal, por 4-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, garantindo o apuramento para a próxima fase da competição. No …

Sintrense 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto, da I Liga, venceu hoje o Sintrense, do Campeonato de Portugal, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal de futebol, e segue em frente na competição. A jogar em …

Nova tecnologia usa calor dos estacionamentos subterrâneos para aquecer apartamentos

A startup Enerdrape, que funciona dentro da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, desenvolveu uma tecnologia que aproveita o calor emanado pelo solo no aquecimento de apartamentos. Quase 60% do aquecimento utilizado nos edifícios residenciais …

Pela primeira vez, um drone transportou os pulmões de um dador em segurança. Voo demorou seis minutos

Pela primeira vez na história da medicina, um drone aéreo transportou os pulmões de um dador com rapidez e segurança entre dois hospitais. O voo, que durou apenas seis minutos, ocorreu no passado dia 25 de …

Grupo de hackers clonou a voz de empresário para roubar 35 milhões de dólares do banco

Um grupo de hackers clonou a voz do diretor de uma empresa, conseguindo assim roubar mais de 35 milhões de dólares de um banco nos Emirados Árabes Unidos. No início do ano passado, o gerente de …

Portugueses comem duas vezes mais do que o recomendando

Os portugueses consumiram, em média, duas vezes mais calorias do que o recomendando para um adulto entre 2016 e 2020, ano em que a pandemia provocou uma redução do consumo de alimentos diário, mas ainda …

Aos 95 anos, a rainha Isabel II terá de abdicar da sua bebida favorita

A monarca foi aconselhada pelos médicos a abdicar do seu habitual martini de fim de dia, em antecipação a uma fase de agenda especialmente preenchida. Com 95 anos, a rainha Isabel II tem tido uma semana …

Médicos vão avaliar estado mental do atacante da Noruega

A investigação ao ataque com arco e flecha que na quarta-feira fez cinco mortos na Noruega reforçou, até agora, a tese de um ato devido a doença, anunciou hoje a polícia norueguesa. “A hipótese que foi …

Há mais de 100 anos, o Hawai teve uma monarquia - mas a força da princesa Ka'iulani não chegou para a preservar

Antes de morrer, com apenas 23 anos, a princesa Victoria Ka'iulani foi a última herdeira da coroa havaiana. A jovem era uma das últimas esperanças em manter a monarquia viva, mas nem a sua determinação …