Portugal vai ter doses da AstraZeneca e J&J a mais. Testes da vacina portuguesa previstos para julho

José Coelho /Lusa

Neste trimestre, Portugal vai receber mais de nove milhões de doses de vacinas, das quais cerca de 5,5 milhões da Pfizer, 795,6 mil da Moderna, 1,6 milhões da AstraZeneca e 1,2 milhões da Janssen.

Com a chegada de mais vacinas, Portugal prepara-se para entrar na fase de “velocidade cruzeiro” da vacinação contra a covid-19 e pretende atingir um ritmo de 100 mil vacinas administradas por dia dentro de “duas a três semanas” e ter todas as pessoas com mais de 60 anos vacinadas com pelo menos uma dose até ao final de maio.

De acordo com o ECO, até quarta-feira, “66% das pessoas da faixa etária entre os 70 e os 79″ já foram vacinados com pelo menos uma dose da vacina. Também “30% das pessoas da faixa etária entre os 60 e os 69 já foram vacinados com pelo menos uma dose”. Na faixa etária dos mais de 80 anos, a inoculação ascende aos 92%.

Isto significa, segundo o jornal, que faltam vacinar 1,3 milhões de portugueses com mais de 60 anos, dos quais 54.069 com mais de 80 anos, 333.761 entre 70-79 anos e 909.772 dos 60 aos 69 anos.

Sendo que Portugal vai receber 1,6 milhões de doses de vacinas da AstraZeneca e 1,2 milhões de doses da Janssen, o país terá doses suficientes para vacinar os 1,3 milhões de portugueses – e ainda sobram doses.

O ECO relata que Portugal poderá aproveitar a “abundância” de doses para exportar as vacinas para os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP). Em fevereiro, o primeiro-ministro dise que África será prioritária na disponibilização de doses adicionais de vacinas contra a covid-19 e que Portugal procurará “redirecionar” para Timor-Leste e para os PALOP 5% das vacinas adquiridas.

Testes em humanos de vacina portuguesa em julho

De acordo com o jornal Público, a empresa portuguesa Immunethep quer começar os ensaios de uma potencial vacina contra a covid-19 em humanos em meados deste ano para chegar ao mercado em 2022.

Ao contrário das vacinas usadas até agora, esta não será injetável, mas inalável.

Os testes pré-clínicos realizados no Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (I3S), no Porto, têm registado resultados positivos. A empresa tem como objetivo ter os resultados destes testes recolhidos até ao final de maio ou junho para poder apresentá-los às entidades reguladoras europeias e nacionais.

Segundo Pedro Madureira, co-fundador e director científico da Immunethep, a empresa quer que os ensaios clínicos possam avançar durante o segundo semestre deste ano e a vacina chegue ao mercado em 2022.

Os testes em humanos, que podem arrancar em julho, irão iniciar-se, numa primeira fase, em grupos de 10 pessoas e de forma progressiva até às 30/40, até se atingir 100. Num momento final, o ensaio clínico vai concentrar cerca de cinco mil pessoas.

Além da vacina da Immunethep, há ainda uma outra em desenvolvimento em Portugal: uma nanovacina que está a ser criada por cientistas da Universidade de Lisboa e da Universidade de Telavive, Israel.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Um tumor e duas fraturas nas vértebras dificultaram a vida deste dinossauro (mas não o mataram)

Quando foi descoberto na década de 1980, na Argentina, este hadrossauro foi diagnosticado com uma fratura no pé. Porém, uma nova análise agora mostra que este tinha um tumor, bem como duas fraturas nas vértebras …

Pela primeira vez, cientistas viram chimpanzés a matar gorilas

Investigadores testemunharam, pela primeira vez, chimpanzés e gorilas a lutar entre si, confrontos esses que provocaram a morte de alguns deles. De acordo com o site Science Alert, as duas disputas foram observadas no Parque Nacional …

Vírus com 15 mil anos descobertos no gelo do Planalto do Tibete

Cientistas que estudam glaciares encontraram vírus com quase 15 mil anos em duas amostras de gelo retiradas do Planalto do Tibete, na China. Muitos deles, que sobreviveram porque se mantiveram congelados, são diferentes de todos …

Leite sem lactose em laboratório (e com a ajuda de membranas de óxido de grafeno)

As membranas de óxido de grafeno (uma forma oxidada do material) têm sido muito estudadas para a dessalinização da água e separação de corantes, mas as suas propriedades podem não ficar por aqui. Uma equipa de …

Cientistas criam material de "auto-reparação" mais resistente do mundo (e é perfeito para ecrãs de telemóveis)

Investigadores do Instituto Indiano de Educação e Investigação Científica (IISER, na sigla em inglês) podem ter encontrado o material perfeito para fazer os ecrãs de smartphones: transparente, resistente e que a capacidade de se "auto-curar" …

"A bitcoin vai criar a paz mundial"

A rainha das moedas digitais, se não construir a paz no planeta, vai ajudar na pacificação entre os seres humanos. É a opinião de Jack Dorsey. É o centro de atenções de muitos investidores, é o …

"Burrolandia". Parque temático de burros no México está a tentar salvar estes animais

Um parque temático de burros no México serve de santuário a estes animais que estão aos poucos a desaparecer no país. "O burro ajudou o homem por muito tempo. É hora de retribuirmos o favor", …

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …