Portugal tenta anular decisão de Bruxelas sobre ajudas ilegais na Zona Franca da Madeira

Na mesma altura que prepara a recuperação das ajudas às empresas, Portugal recorreu ao Tribunal para anular a decisão da Comissão Europeia que declarou ilegais as ajudas públicas atribuídas através da Zona Franca da Madeira e que obriga o Estado a reaver os benefícios fiscais concedidos a empresas.

De acordo com o jornal Público, a ação de recurso deu entrada a 15 de fevereiro e invoca sete razões para contrariar a decisão de Bruxelas.

Para a Comissão Europeia, o regime que esteve em vigor antes do atual violou as regras europeias de ajudas de Estado ao atribuir benefícios fiscais às empresas sediadas na zona franca, que passaram por uma taxa reduzida de IRC – 5% -, sem verificar se os beneficiários cumpriam os compromissos de criação de emprego.

Na sequência de uma investigação aprofundada, escreve o Observador, a DG Comp considerou que Portugal aceitou como postos de trabalho criados na região empregos que estavam fora da Madeira e até da União Europeia, tendo ainda contado mais do que uma vez as pessoas empregadas pelas empresas que beneficiaram do regime, o que resultou no aumento artificial do número de trabalhadores.

Por sua vez, Lisboa afirma que os pressupostos da decisão da Comissão estão errados ou são fundamentados de forma insuficiente. Entende que Bruxelas, ao invocar a existência de um auxílio estatal, não demonstrou estar “preenchido o critério da distorção da concorrência e o dos efeitos sobre as trocas comerciais”.

Portugal contesta que a Zona Franca da Madeira seja uma regime de auxílios públicos, porque se trata de uma medida de natureza geral e não seletiva a determinadas empresas.

Uma das acusações de Bruxelas é a de que este regime tem como consequência falsear a concorrência no mercado interno.

São ainda postos em causa os pressupostos da decisão condenatória que Portugal qualificada de errados ou não fundamentados.

Lisboa apresentou também no tribunal europeu um pedido para suspender a obrigação de recuperar as ajudas que Bruxelas considerou ilegais.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Parlamento levanta imunidade a André Ventura

O levantamento da imunidade parlamentar permite a André Ventura responder perante o Tribunal Judicial da Comarca de Braga sobre o jantar-comício nas presidenciais, que contou com mais de 170 pessoas. O Parlamento levantou, esta sexta-feira, a …

Adeptos do Parma contestam regresso do Buffon "mercenário"

Faixa exibida à porta do estádio do Parma recorda saída para a Juventus, em 2001: "Saíste como mercenário". Gianluigi Buffon está de volta ao Parma, 20 anos depois. Mas nem todos os adeptos do emblema italiano …

Ex-adjunta da ministra da Justiça vai investigar corrupção no Governo

A magistrada Carolina Costa, que foi adjunta da ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, foi escolhida para integrar o Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP). Ora, este órgão, está a investigar vários elementos …

Coro de críticas ao "fecho" da Área Metropolitana de Lisboa aumenta. Governo insiste que medida é constitucional

O Governo insiste que o "fecho" da Área Metropolitana de Lisboa (AML) é uma medida prevista na situação de calamidade, mas o coro de críticas aumenta. Na conferência de imprensa desta quinta-feira, a ministra Mariana Vieira …

Como foi possível? "Inquérito urgente" à transferência de 788 mil euros para desempregado

Ainda não se sabe como é que foi possível que a Segurança Social tenha transferido 788 mil euros para um desempregado. O caso já levou à abertura de um "inquérito urgente" e o Governo quer …

MP investiga protesto com alegadas saudações nazi

Uma fonte oficial da Procuradoria-Geral da República revelou esta sexta-feira que foi instaurado um inquérito, dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, às alegadas saudações nazi na manifestação que ocorreu na Praça …

Eriksen tem alta hospitalar

Seis dias depois de sofrer uma paragem cardíaca, Christian Eriksen teve alta hospitalar e visitou o estágio da seleção dinamarquesa antes de regressar a casa. Christian Eriksen teve alta hospitalar esta sexta-feira, confirmou a federação dinamarquesa, …

MP francês pede seis meses de prisão efetiva para Sarkozy

O Ministério Público (MP) pediu na quinta-feira um ano de prisão, com seis meses de pena efetiva, para o ex-Presidente francês Nicolas Sarkozy, julgado em Paris na sequência de uma investigação ao financiamento irregular na …

Portugueses já podem pedir Certificado Digital Covid

Os portugueses já podem pedir o Certificado Digital Covid, o documento que facilita as viagens para o estrangeiro durante as férias. O primeiro-ministro, António Costa, anunciou que os portugueses poderiam pedir o seu certificado digital europeu …

Guterres presta juramento na ONU e estabelece "prioridade mundial absoluta"

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, prestou juramento e tomou posse para um segundo mandato durante uma sessão plenária da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, Estados Unidos. António Guterres …