/

Portugal é “o novo sonho da Califórnia” (e é cada vez mais destino de celebridades e influencers)

1

Há cada vez mais celebridades e influencers da Califórnia a emigrar para Portugal que surge como “uma segunda oportunidade para viver a boa vida californiana de outrora”.

Este quadro é traçado pela revista Los Angeles que salienta que nos últimos tempos, “Portugal tornou-se num destino vital para californianos em busca de reinvenção e rejuvenescimento“.

A publicação nota que Portugal “é o novo local chique para desenvolver uma startup, formar uma equipa internacional, comprar um apartamento ou viver de verdade”.

Custo de vida, impostos baixos e boa Internet

Entre os factores que impulsionam a mudança para Portugal, a revista cita o custo de vida que é “menos de metade do da Califórnia”, salientando que “um bom vinho de supermercado é mais barato do que a água engarrafada” no Estado norte-americano.

Além disso, refere os “impostos baixos” e “a banda larga omnipresente” como outros factores que atraem, por exemplo, a comunidade tecnológica da Califórnia.

A “recepção calorosa” que está “embutida na cultura portuguesa” e a maior facilidade em garantir “o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal” são outras vantagens de Portugal, segundo a revista.

“Há até a vantagem do fuso horário português: uma hora mais perto do que o resto da Europa, da Califórnia e de Nova York”, destaca a Los Angeles.

Em sentido contrário, a Califórnia está “em declínio” e a viver uma “crise existencial”, analisa a revista. O Estado norte-americano enfrenta vários problemas que a pandemia veio agravar como “os preços das casas fora de controle”, a “crise dos sem-abrigo” e o “aumento das taxas de criminalidade”, acrescenta.

Assim, “Portugal oferece uma segunda oportunidade para viver a boa vida californiana de outrora”, constata ainda a publicação.

Scarlett Johansson também comprou casa em Lisboa

A Los Angeles lembra a mudança de Madonna para Lisboa, mas nota ainda que a actriz Scarlett Johansson, uma das mais bem pagas de Hollywood, comprou um apartamento no bairro do Príncipe Real na capital portuguesa.

Além disso, o actor Michael Fassbender também tem um apartamento na cidade com vista para o Tejo e o veterano John Malkovich é, desde há algum tempo, um fã de Lisboa, elogiando a arquitectura da cidade, a sua cultura, as pessoas e a comida.

Estas vedetas são apenas “símbolos de uma diáspora maior em formação”, aponta a revista, salientando que Lisboa tem uma “vibrante comunidade” de emigrantes, citando “brasileiros, franceses, ucranianos, britânicos, africanos, italianos e cada vez mais californianos”.

“O gémeo europeu da Califórnia”

A emigração dos EUA para Lisboa e para o Porto “subiu 33% no ano anterior à pandemia“, de acordo com dados da publicação que prevê que esses números devem subir ainda mais nos próximos anos.

A Web Summit em Lisboa é mais um factor de apelo para a comunidade tecnológica de Sillicon Valley, o centro tecnológico de inovação localizado na Baía de S. Francisco, na Califórnia.

A isto tudo acresce ainda o facto de Portugal ter “uma taxa de vacinação de 89%, a mais alta do mundo”, constata a Los Angeles. Assim, o nosso país deverá continuar a ser “o principal ponto turístico da Europa”, conclui.

A Los Angeles fala mesmo de Portugal como “o gémeo europeu da Califórnia” e “sem os incêndios florestais apocalípticos e as secas prolongadas”. Cascais é “uma Santa Bárbara europeia” e Lisboa é uma cópia de São Francisco, nomeadamente pelas respectivas pontes suspensas, as íngremes colinas e os teleféricos icónicos, sublinha ainda a revista.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.