Portugal entre os países que mais milionários vão criar nos próximos 5 anos

Há, actualmente, 117 mil portugueses que são milionários. Mas o número deverá crescer para 174 mil em 2024, o que constitui uma subida de 49% que supera o aumento médio esperado de milionários a nível global.

Estes dados são avançados no relatório “Global Wealth Report – 2019” do Credit Suisse que prevê que Portugal é dos países que mais milionários vai criar nos próximos 5 anos.

“Entre as economias desenvolvidas, o número de milionários na Alemanha, França, Itália e Suécia deverá subir em linha com a média mundial. No Canadá e em Espanha deverá crescer um pouco acima da média e no Japão e em Portugal muito melhor do que a média”, constata o relatório.

Actualmente, há 117 mil portugueses que se podem considerar milionários, com patrimónios superiores a 900 mil euros. Há 110 mil pessoas com riquezas entre um milhão e 5 milhões de euros, 4620 com fortunas entre 5 milhões e 10 milhões de euros; 1761 milionários com patrimónios entre 10 e 15 milhões de euros; 73 pessoas têm entre 50 e 100 milhões de euros; 28 detêm entre 100 e 500 milhões de euros; e apenas dois milionários têm fortunas superiores a 500 milhões de euros.

Até 2024, haverá 174 mil milionários portugueses, de acordo com o relatório do Credit Suisse, o que constitui um aumento de 49%.

O Banco aponta que os endinheirados portugueses são, sobretudo, detentores de activos não financeiros, com destaque para o património imobiliário. A subida no número de milionários está directamente associada ao aumento dos preços imobiliários.

O Credit Suisse aponta que até 2024, vão aparecer 16 milhões de milionários a nível mundial. o número global de milionários passará, assim, a ser de 62 milhões de pessoas.

A entidade repara ainda que os 1% mais ricos do mundo controlam 45% de toda a riqueza do planeta – em 2018, controlavam 44,9% e em 2017, 44,1%.

ZAP //

PARTILHAR

23 COMENTÁRIOS

  1. Excelente notícia. Os países com maiores índices de desenvolvimento e qualidade de vida, tendem a ser os que têm maior número de ricos per capita. A não existência de milionários e bilionários, apenas significa que são todos pobres.

    • Que comentário tão absurdo… Países como os escandinavos, têm menos milionários e têm uma riqueza média muito maior per capita. A questão é exactamente o inverso. Se há muitos milionários, significa que há menos riqueza distribuida pela população, porque há concentração e polarização da riqueza. Assim são geralmente os países do terceiro mundo tipo África e América Latina. Veja o exemplo do tecido social de Angola ou mesmo do Brasil, com uns poucos muito ricos e um índice de pobreza bruto no resto da população.

      Eu nada tenho contra a existência de milionários se o resto da população viver toda ela bem acima do limiar da pobreza… Mas conciliar as duas coisas é quase um passe de mágica, que muito poucas nações conseguem. Talvez a Suiça, a Austrália e pouco mais. Isto nada tem a ver com regimes de esquerda ou de direita. Tem a ver com cultura, mentalidade e incapacidade reguladora do Estado. Agora vir-se por um lado dizer que Portugal vai ser dos países com mais aumento de milionários, quando sabems que é dos países com menor ordenado mínimo e médio, e com menor poder de compra médio… Está tudo dito e você todo risonho, a elogiar o aumento de desigualdade, e o enriquecimento de uma minoria à custa da maioria.

      Se quem tem mais riqueza começa a ter capacidade de influenciar a regulação e a legislação, isso chama-se lobbying e tráfico de influências. E levado ao extremo pode levar a impunidade perante a lei, como se vê com Salgados, Oliveira e Costa, etc… Se além disso, quem mais tem consegue melhor fugir aos impostos, colocando os lucros em off-shore, é evidente que a carga fiscal fica a ser suportada pelos que não têm dinheiro para conseguir esses privilégios… E que assim ficam cada vez mais pobres. Se a desregulação de mercados leva a que, em vez de maior concorrência, haja cartelização dos preços, em vez do consumidor ser rei… Passa a ser vítima.

      Conclusão: oligarquias e feudalismo moderno, aumentam os milionários mas aumentam ainda mais a pobreza da maioria.

        • Nada disso. Está errado e parte de uma premissa totalmente incorreta. A de que “…Se há muitos milionários, significa que há menos riqueza distribuida pela população, porque há concentração e polarização da riqueza…”
          Não podia estar mais errado. Não compreende o que é um negócio global e a escala que se atinge quando se tem um produto/serviço vendável em todo mundo. Isso é que origina os multimilionários. Não é a pior distribuição da riqueza. Isso é um resultado natural de meia dúzia de pessoas atingirem níveis completamente colossais de rendimentos simplesmente porque são muitíssimo bons numa determinada área e tiveram, algures no seu trajeto, a sorte e o engenho de detetarem uma oportunidade e de a materializarem num negócio global.
          O caro Miguel não poderia estar mais errado e como disse parte de um pressuposto errado e mesmo perigoso, pelas conclusões que posteriormente tira.

      • Muito bem; excelente analise.
        Outro “bom” exemplo é a Rússia!
        Lá não faltam milionários de Bentley ou Ferrari a cruzar-se com Lada’s todos podres com mais de 40 ou 50 anos…
        Mas também se pode constatar isso nos EUA, o país com mais milionários, mas também dos que tem mais desigualdades sociais (só comparáveis com países de 3º mundo), onde há milhões de pobres que nem acesso a serviços mínimos de saúde tem…
        China é outro caso: o país onde se vendem mais Ferrari’s no mundo, mas onde boa parte da população vive no limiar da pobreza.
        O a Índia…

        • E o Canadá? E a Suíça? E a Austrália?
          Olha… tem juízo.
          Os multimilionários não resultam apenas de crime. Isso é na Rússia e noutros regimes onde o mercado não funciona (ou não funcionava por altura da criação das riquezas iniciais dessas pessoas).
          O Zuckerberg é criminoso? O Bill Gates é criminoso?! Tem juízo. São pessoas inteligentes, que identificaram uma boa oportunidade de negócio. Esforçaram-se por ela e conseguiram. E tu és apenas um invejoso.

          • Oh indignado, alguém falou do Canadá ou da Austrália?
            (A Suiça é diferente porque a sua grande fonte de riqueza é o que se sabe)…
            Que é que disse que o Bill Gates, etc, são criminosos?
            Enfim… andas todo baralhado das ideias ou és apenas palerma!..

        • Não há nada de errado nas desigualdades sociais que existem nos EUA. Se o Bill Gates criou uma empresa do 0, que revolucionou o mundo e criou literalmente milhões de empregos, nada de errado em ter a fortuna que tem. Imoral seria roubar-lhe a fortuna e distribui-la por quem NADA fez para a Microsoft ser o que é.

          Se a Microsoft e o Bill Gates não existissem tecnicamente havia menos desigualdade (pelo menos era menos um bilionário), mas se achas que estava toda a gente melhor, tenho uma ponte para te vender.

          Qualquer pessoa nos EUA que seja inteligente e trabalhe no duro vai ter uma vida MUITO boa. Agora quem quer viver à custa dos outros vai sofrer, e só tem a si próprio a culpar-se. E já agora, só não tem acesso a cuidados de Saúde nos EUA quem não quer. Os idosos têm Medicare, os pobres têm Medicaid. Mas as pessoas têm que se inscrever. Se alguém é tão irresponsável ao ponto de não se inscrever, e depois não tem acesso a cuidados de saúde, só tem a si próprio a culpar-se.

      • Já agora, a razão para isto é fácil de compreender. O maior número de bilionários não é devido a uma minoria retirar dinheiro à maioria, como refere. Ninguém fica mais pobre por haverem mais bilionários. Se o meu vizinho criar uma empresa de sucesso e se tornar bilionário, eu não fico de repente mais pobre. A desigualdade aumenta mas isso não é um problema.

        O aumento de bilionários é o resultado do crescimento da economia e do aparecimento de novas empresas e novos sectores de actividade. Dito de outra maneira, se a economia for representada como uma pizza, o aumento de bilionários não é feito à custa da maioria ter uma fatia mais pequena. O que se passa é que novas empresas fazem crescer a economia, dito de outra maneira, a pizza é agora maior. Há mais bilionários e mais ricos, mas a classe média também fica melhor.

      • Exemplos de países no top 20 dos países com mais bilionários per capita:
        Noruega
        Suíça
        Austrália
        Irlanda
        Alemanha
        Islândia
        Suécia
        Dinamarca
        Canadá
        EUA
        UK
        Finlândia

        Os países corruptos que refere nem aparecem na lista, e não tenho dúvidas que estão no fundo da lista.

      • Exemplos de países no top 20 dos países com mais bilionários per capita: Noruega, Suíça, Austrália, Irlanda, Alemanha, Islândia, Suécia, Dinamarca, Canadá, EUA, UK, Finlândia

        Os países corruptos que refere nem aparecem na lista, e não tenho dúvidas que estão no fundo da lista.

      • O meu comentário não é absurdo, é baseado em factos objectivos. O seu é baseado em emoções e opiniões não substanciadas na realidade. Não consigo escrever aqui links, mas é só pesquisar no Google… E leia os outros comentários aqui escritos, pode ser que aprenda alguma coisa.

    • Tinha que vir asneira!…
      Um dia, quando acordardes, talvez conseguias descobri que a realidade é precisamente o contrário do que escreveste!
      Se há poucos milionários é porque, provavelmente, riqueza está mais distribuída por toda a população, como acontece nos países nórdicos e que estão sempre nos tops dos índices de desenvolvimento e de qualidade de vida (como referiu e bem, o Miguel Queiroz).

      • Outro que não percebe o essencial. O problema não é a riqueza estar mal distribuída. É haver alguns que conseguiram negócios estratoesféricos. E isso não é por a riqueza estar mal distribuída. É por terem acumulado muito através de negócios globais, geralmente. E esse facto traz riqueza aos países onde pagam impostos, onde criam emprego, onde pagam salários. Geralmente os países menos desenvolvidos, não têm negócios globais. E se os têm, estes estão circunscritos não a produtos/serviços de grande consumo mas de muito pequenos nichos.

      • Infelizmente para ti, o meu comentário não é absurdo, é baseado em factos objectivos. O teu, o do Miguel Queiroz, e o de toda a gente que já escreveu nesta notícia, é baseado em emoções e opiniões não substanciadas na realidade. Os países nórdicos estão entre os países do mundo com MAIS bilionários per capita. Rússia, China e Índia, nem se comparam, quando se tem em conta um ranking per capita, que é o que faz sentido. Vai ler os meus posts acima. Estou a ter alguma dificuldade em colocar aqui links, mas uma simples pesquisa no Google confirma o que digo.

        • Factos?
          A Noruega em 1º?
          Fonte?!
          .
          Claro… os países corruptos iam mesmo aparecer nas listas!…até porque os dados deles são mesmo de fiar…
          A Isabelinha de Angola é a mais rica de África e Putin o mais rico do mundo e também não aparecem em nenhum ranking oficial…

          • A Isabel dos Santos aparece regularmente nas listas das mulheres mais ricas do mundo… Já apareceu em artigos da Forbes, BBC… E ela é só uma… conheces o significado da expressão per capita?

            Factos são factos, os países com mais multi-milionários tendem a ser os que têm índices mais elevados de desenvolvimento social. Tudo o resto são opiniões não substanciadas pela realidade, e na maior parte dos casos resumem-se a inveja “não sou rico logo não quero que os outros sejam”. Não consigo escrever aqui links, mas vai ao Google e deixa de fazer figuras tristes…

  2. espero que estes novos ricos ,nao cheguem la com ajudas e cunhas politicas ! infelizmente em portugal existe muitas fortunas criadas por compadrio politico bancario

RESPONDER

Sim, as pessoas ficam mais bonitas quando estamos bêbados

Uma investigação acaba de provar a teoria dos "óculos de cerveja": depois de ingerirmos álcool, as outras pessoas tornam-se mais atraentes para nós. Uma equipa de investigadores da Edge Hill University, no Reino Unido, resolveu investigar …

Leverkusen vs FC Porto | Luis Díaz mantém “dragão” à tona

O FC Porto perdeu na Alemanha, na visita ao Bayer Leverkusen, por 2-1, e tem tudo em aberto na perspetiva de chegar aos oitavos-de-final da Liga Europa. Após uma primeira parte difícil, na qual praticamente não …

Ex-presidente do Tribunal da Relação Vaz das Neves arguido na Operação Lex

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa foi constituído arguido no processo Operação Lex, em que também são arguidos o desembargador Rui Rangel e a sua ex-mulher e juíza Fátima Galante. A fonte adiantou à …

Rangers vs Braga | "Braveheart" romeno estraga noite "guerreira"

  O Sporting de Braga perdeu em casa dos escoceses do Rangers por 3-2, esta quinta-feira, em jogo da primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa de futebol em que esteve a vencer …

Morreu Joaquim Pina Moura, antigo ministro da Economia e das Finanças

O ex-ministro da Economia e das Finanças morreu em casa, em Lisboa, aos 67 anos, devido a doença neurodegenerativa, disse à agência Lusa o filho, o fotojornalista João Pina. Natural de Loriga, Seia (distrito da Guarda), …

Duran Duran e A-ha levam anos 80 ao Rock in Rio

Os noruegueses A-ha, responsáveis por Take on me, tema que fez sucesso na década de 80, estrear-se-ão em palcos portugueses no Rock in Rio Lisboa, atuando no mesmo dia em que os ingleses Duran Duran. Segundo …

Maior avião comercial do mundo vai ser reciclado (mas vende lembranças)

O primeiro Airbus A380 vai ser dividido em peças para futuras substituições, mas vai voltar aos céus através de etiquetas de bagagem. O MSN003 começou a ser fabricado em 2004 e tornou-se o primeiro avião super …

Caso Roger Stone. Ex-consultor de Trump condenado a 40 meses de prisão

O ex-consultor do Presidente dos Estados Unidos foi condenado, esta quinta-feira, a mais de três anos de prisão, apesar da interferência do procurador-geral para reduzir a recomendação de sentença. Um tribunal federal condenou o ex-consultor de …

Shakhtar D. vs Benfica | "Águia" perde mas sai viva

Ainda não foi esta quinta-feira que o Benfica regressou à senda dos bons resultados. Na visita a Kharkiv, casa emprestada do Shakhtar Donetsk, os campeões nacionais perderam por 2-1. Os três golos nasceram todos na etapa …

Após 40 anos, a Casa dos Amantes de Pompeia abre ao público

Pela primeira vez após 40 anos, a Casa dos Amantes, rica em frescos e decorações e uma das jóias de Pompeia, vai abrir ao público. Encontrada durante escavações em 1933, a Casa dos Amantes, em Pompeia, …