Portugal está menos competitivo que no ano passado. É a segunda maior queda no ranking mundial

Portugal foi o segundo país que mais viu descer o seu nível de competitividade económica face ao ano passado, caindo seis lugares da 33ª para a 39ª posição. Com uma queda maior só o Chile, que caiu sete lugares, para a 42ª posição.

Esta é uma das conclusões do IMD World Competitiveness Ranking, um estudo económico realizado desde 1989, que inclui 235 indicadores de cada uma das 63 economias em análise, noticiou o Expresso na terça-feira.

O estudo leva em conta estatísticas de desemprego, despesas com saúde e educação, coesão social, globalização e corrupção, integradas em quatro categorias: ‘performance’ económica, infraestruturas, eficiência governamental e eficiência empresarial.

Embora a economia nacional tenha melhorado em indicadores como o excedente orçamental / défice, taxa de desemprego, exportação de bens e de serviços comerciais e PIB per capita, noutras áreas ainda tem um longo caminho a fazer. Corrupção, impostos e economia paralela são algumas variáveis menos positivas, contribuindo assim para a descida no ‘ranking’.

A mão de obra qualificada (77,8%), a competitividade em termos de custos (76,4%), a fiabilidade das infraestruturas (68,1%), a mentalidade aberta e atitudes positivas (54,2%) e a estabilidade e previsibilidade da política (43,1%) são os fatores que mais contribuem para a atratividade da economia portuguesa.

Relativamente ao balanço económico, as receitas do turismo, as leis de imigração, os incentivos ao investimento, a criação de novas empresas, a mão de obra qualificada e as energias renováveis registaram uma variação positiva.

Mas os preços dos combustíveis, o desemprego de longa duração, os impostos, o financiamento das pensões, entre outros, são apontados como algumas das fraquezas da economia, lê-se no artigo do Expresso.

Aposta no digital e na educação

Os principais desafios de Portugal passam, este ano, pela continuidade na redução do défice “para alcançar um excedente permanente e reduzir a dívida pública” e garantir “um crescimento económico estável mas mais acentuado”.

Outros estão relacionados com o reforço de uma estratégia nacional para a transformação digital, o acordo dos principais partidos políticos em relação a uma política de educação nas áreas STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática) e, ainda, por reduzir a burocracia e melhorar a eficiência do sistema judicial.

“Num ano de grande incerteza nos mercados mundiais devido às alterações que se verificaram no panorama político internacional e nas relações comerciais, a qualidade das instituições parece ser o elemento unificador para aumentar a prosperidade”, realça o professor do IMD e diretor do Centro de Competitividade Mundial da instituição, Arturo Bris. “Um marco institucional sólido proporciona a estabilidade necessária para que as empresas invistam e inovem, garantindo uma maior qualidade de vida aos cidadãos”.

Singapura no topo, Venezuela no fundo

No primeiro lugar do ‘ranking’ está Singapura, considerada assim a economia mais competitiva a nível mundial. A esta seguem-se Hong Kong e os Estados Unidos.

No fundo da tabela está a Venezuela, a braços com uma forte crise social, política e económica, na qual a elevada inflação e a dificuldade de acesso ao crédito contribuem para este desempenho.

Mas as economias que registaram uma maior subida face a 2018 foram a Arábia Saudita e a Tailândia, com mais 13 e 11 posições, respetivamente. Países como as Filipinas (46º), a Colômbia (52º) e a Ucrânia (54º) registaram igualmente subidas consideráveis.

Também França, Itália e Reino Unido (este último marcado pelas incertezas associadas ao Brexit) seguiram a tendência de descida. Já Espanha manteve-se no 36ª lugar.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Role play ao serviço da Ciência. Investigadores fingem ser Neandertais para estudar caça a aves

Uma equipa de investigadores espanhóis decidiu adotar a "dramatização" científica para reconstruir um novo elemento do comportamento Neandertal: a cooperação com os membros do grupo enquanto usa fogo e ferramentas para caçar gralhas no interior …

Estoril 0-1 Sporting | Figueira deu o fruto que saciou o leão

Foi preciso surgir um erro crasso do guarda-redes estorilista (até então a fazer uma belíssima exibição) para o campeão nacional poder respirar de alívio e festejar a quarta vitória na Liga, esquecendo por agora a …

A tinta mais branca do mundo ajuda a poupar energia nas casas - e pode eliminar de vez o ar condicionado

Uma equipa de investigadores da Universidade de Purdue desenvolveu uma tinta tão branca que revestir um prédio com ela pode reduzir, ou até mesmo eliminar, a necessidade de ter ar condicionado. Depois de testar mais de …

Costa promete "lição exemplar" à Galp depois de "tanto disparate" em Matosinhos

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou hoje que “era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta insensibilidade” como a Galp demonstrou no encerramento da refinaria de Matosinhos, prometendo uma “lição exemplar” à empresa. Falando em …

Porto 5-0 Moreirense | Días, Taremi e Fábio, o trio maravilha

O Porto foi o primeiro dos “grandes” a entrar em campo e deu o mote, e que mote. Os “dragões” receberam o Moreirense e golearam sem apelo nem agravo, por 5-0, graças a uma segunda …

Ronaldo volta a marcar pelo United em jogo com final frenético

O português Cristiano Ronaldo voltou hoje a marcar pelo Manchester United, mas foram Lingaard e David de Gea que ‘brilharam’ na vitória sobre o West Ham, por 2-1, em jogo da quinta jornada da Liga …

O Cumbre Vieja, num dos complexos vulcânicos mais ativos nas Canárias, entrou em erupção

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Na zona, …

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …