/

Portugal teve o maior crescimento do PIB na Europa no segundo trimestre

3

A economia da zona euro cresceu 2% no segundo trimestre do ano. Em Portugal, o crescimento foi quase duas vezes e meia superior a esse valor.

A economia da zona euro inverteu a tendência de queda no segundo trimestre deste ano, ao crescer 2% face ao trimestre anterior e 13,6% relativamente ao período homólogo de 2020, marcado pela pandemia, divulgou, esta terça-feira, o Eurostat.

Segundo a estimativa rápida publicada pelo gabinete estatístico comunitário, o Produto Interno Bruto (PIB) ajustado sazonalmente avançou 2% na área do euro entre abril e junho de 2021 face ao primeiro trimestre, tendo aumentado 1,9% no conjunto da União Europeia.

No primeiro trimestre de 2021, o PIB tinha diminuído 0,3% na zona do euro e 0,1% na UE.

Segundo o jornal online Observador, que analisou as conclusões do relatório, em Portugal o crescimento foi quase duas vezes e meia superior a esses 2%: 4,9%, o maior de toda a Europa na comparação com o trimestre anterior.

Já em termos homólogos, em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, que tinha sido fortemente marcado pela pandemia de covid-19, o PIB cresceu 13,6% na zona euro e 13,2% na UE no segundo trimestre de 2021.

Aqui, na comparação homóloga, Portugal também teve das maiores subidas na variação homóloga (a quinta maior), com um crescimento do PIB de 15,5%, apenas superado por Espanha (19,8%), França (18,7%), Hungria (17,7%) e Itália (17,3%).

Ainda assim, os dados relativos aos países ainda não estão completos.

O Eurostat faz ainda referência a uma das maiores economias mundiais, os Estados Unidos, comparando que, ainda no segundo trimestre de 2021, o PIB norte-americano aumentou 1,6% em comparação com o trimestre anterior e subiu 12,2% na variação homóloga.

Taxa de emprego melhora na zona euro

No segundo trimestre, a taxa de emprego também cresceu 0,5% na zona euro face ao trimestre anterior e 1,8% em comparação com o mesmo período homólogo de 2020, após uma tendência de redução no número de pessoas empregadas.

Os dados divulgados pelo Eurostat dão ainda conta de que o número de pessoas empregadas aumentou 0,6% no conjunto da União Europeia, em comparação com o trimestre anterior.

No primeiro trimestre de 2021, o emprego tinha diminuído 0,2%, tanto na zona euro como na UE.

Em comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, fortemente marcado pela pandemia da covid-19, a taxa de emprego aumentou 1,8% tanto na zona euro como na UE no segundo trimestre deste ano, adianta o Eurostat nesta estimativa rápida.

  ZAP // Lusa

3 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE