Portugal junta-se a Espanha, França e Alemanha no ultimato a Maduro

O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, afirmou este sábado que o prazo de oito dias dado pela União Europeia (UE) ao Presidente venezuelano para aceitar a realização de eleições livres “é o bastante”.

Santos Silva anunciou na sexta-feira que ou Nicolas Maduro aceita realizar “eleições livres no mais breve prazo possível”, ou a UE reconhecerá que só Juan Guaidó o pode fazer”, referindo-se ao presidente da Assembleia Nacional que se autoproclamou presidente.

“Estamos na mesma, mas chegámos a um prazo. E, portanto, entendemos que uma semana é o bastante”, disse o ministro à agência Lusa.

Sobre a iniciativa, hoje, dos governos de Espanha, França e Alemanha de lançar esse ultimato, o ministro explicou que não se trata de um grupo de países favorável a essa posição, mas de um processo que está a ser concertado na UE, onde as decisões em matéria de política externa exigem unanimidade.

“O que está a acontecer é que, como está a demorar algum tempo até chegar a uma posição comum, porque a 28 isto é mais difícil, os países mais empenhados nesta questão, vão divulgando publicamente”, disse. “Neste momento ainda há países que não deram o seu assentimento e a posição comum da UE ainda não saiu”, explicou.

“Por isso mesmo, alguns países, designadamente a Espanha, a França, a Alemanha e Portugal, já foram dizendo o que se está a passar, isto é, que a lógica é que haja um pedido ao senhor Maduro para que no prazo de oito dias faça da sua parte alguma coisa que o torne parte de um processo eleitoral. Se não, somos obrigados a reconhecer que só podemos confiar à Assembleia Nacional essa tarefa”, assegurou.

Espanha, a França e Alemanha anunciaram este sábado que vão reconhecer o líder parlamentar Juan Guaidó como presidente interino da Venezuela, caso Nicolás Maduro não convoque eleições no prazo de oito dias.

Na sexta-feira, em declarações à imprensa em Lisboa, Santos Silva afirmou que “se Nicolas Maduro mantiver a intransigência e se recusar a participar numa transição pacífica, isso significa que mais ninguém poderá contar com ele”, o que implica “o reconhecimento de que só a Assembleia Nacional e o seu presidente estarão em condições de conduzir o processo eleitoral”.

Horas depois, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou também que a realização de eleições livres é a “peça-chave da evolução” para ultrapassar a situação na Venezuela, sublinhando que as declarações do ministro dos Negócios Estrangeiros refletem “a posição da União Europeia”.

“É essa a posição da política externa portuguesa. Há uma só política externa, essa política externa é conduzida no dia a dia pelo senhor ministro dos Negócios Estrangeiros, mas é a política do Presidente, do primeiro-ministro, do Governo e, obviamente, do país”, frisou aos jornalistas na Cidade do Panamá, onde participa nas Jornadas Mundiais da Juventude, presididas pelo papa Francisco.

A Venezuela, país onde residem cerca de 300.000 portugueses ou lusodescendentes, enfrenta uma grave crise política e económica que levou 2,3 milhões de pessoas a fugir do país desde 2015, segundo dados da ONU.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

TAP vai pedir a insolvência da Groundforce

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, disse esta segunda-feira aos representantes dos trabalhadores que a TAP vai avançar com um pedido de insolvência da Groundforce. A TAP anunciou esta segunda-feira que vai avançar, ainda hoje, com …

Ida de Luís Filipe Vieira para o Benfica "foi um pedido de várias instituições financeiras"

Luís Filipe Vieira diz que os bancos quiseram, no início dos anos 2000, que fosse para o SL Benfica devido à sua situação financeira, pois estavam interessados na sua viabilização. Aos deputados, o presidente das …

Alemanha autoriza vacina da Johnson & Johnson a menores de 60 anos

A Alemanha recomenda a vacina da Johnson & Johnson (Janssen) contra o novo coronavírus a partir dos 60 anos, mas permitirá o seu uso em pessoas abaixo desta idade após consulta médica e decisão pessoal. O …

Livatino é o primeiro juiz a ser beatificado. Foi morto pela máfia italiana

A Igreja Católica beatificou este domingo o juiz italiano Rosario Livatino, assassinado em 1990 pela máfia em Agrigento, na Sicília, Itália. Rosario Livatino, que hoje teria 69 anos, foi assassinado em 21 de setembro de 1990 …

Castelo do Drácula oferece vacinas contra a covid-19 aos visitantes

O castelo do Drácula, na Roménia, está a oferecer vacinas contra a covid-19 a todos os que o visitem. Nas ilhas Baleares, os turistas vão poder contar com um seguro de repatriamento. Segundo conta a BBC, …

Trabalho ilegal. Bloco propõe alteração à lei para criminalizar "toda a cadeia"

Catarina Martins anunciou, esta segunda-feira, que o Bloco de Esquerda quer alterar a lei de 2016 para garantir uma melhor fiscalização e condenação dos responsáveis pela exploração de trabalhadores em Portugal. Em Odemira, a coordenadora do …

Laos regista primeira morte por covid-19 desde o início da pandemia

Uma mulher de 53 anos - que tinha diabetes e outros problemas de saúde - foi a primeira vítima mortal por covid-19 em Laos, em mais de um ano de pandemia. Segundo noticiou a agência …

Arábia Saudita vai impor vacinação aos funcionários que queiram voltar ao local de trabalho

A Arábia Saudita quer alcançar a imunidade de grupo o quanto antes. Para aumentar os esforços de vacinação, foram abertos mais de 580 locais de vacinação no país. Além disso, os residentes já podem reservar …

Elon Musk revela que tem síndrome de Asperger

O empresário Elon Musk, de 49 anos, revelou este fim de semana, no Saturday Night Live (SNL), que tem síndrome de Asperger. Musk foi convidado para apresentar o Saturday Night Live - um papel cobiçado que …

Poeta birmanês terá morrido após ser torturado por militares. Aung San Suu Kyi comparece em tribunal

O poeta birmanês Khet Thi, conhecido pelo trabalho que incita à resistência contra a Junta Militar, morreu este fim de semana, enquanto estava detido. O seu corpo foi devolvido com os órgãos removidos. Segundo a esposa …