Portugal é terceiro no ranking europeu das emissões de CO2 dos carros novos

Portugal ocupa o terceiro lugar do ranking europeu das emissões médias de dióxido de carbono, pelos veículos ligeiros novos, lista que já liderou, em 2011, segundo um estudo hoje divulgado pela Quercus.

O Estudo da Federação Europeia para os Transportes e Ambiente permite concluir que Portugal tem vindo a perder terreno naquela tabela, ao apresentar um valor de emissões da frota de ligeiros novos de passageiros de 112,2 gramas de dióxido de carbono (CO2) por quilómetro.

Os veículos mais limpos e eficientes estão na Holanda, que lidera a lista, seguida da Grécia.

A associação ambientalista refere que o desempenho ambiental de Portugal se deve ao efeito da crise económica sobre o poder de compra, com reflexo na diminuição das vendas de novos veículos, e à opção dos portugueses por adquirir veículos mais pequenos do que a média europeia e, por isso, mais económicos.

“Na prática, a crise afetou de forma mais significativa as vendas de veículos de classe média e média/baixa, enquanto as vendas de classe média/alta não sofreram tanto impacto, ou seja, veículos com maiores consumos de combustível e mais poluentes”, salienta a Quercus.

Em 2013, Portugal “perdeu o bom desempenho dos anos anteriores (2.º lugar, em 2012, e o 1.º lugar, em 2011) e passou a ocupar a 3.ª posição do ‘ranking’ das emissões médias de CO2 da frota de novos ligeiros de passageiros”, na União Europeia (UE), resume a Quercus, que faz parte da Federação Europeia para os Transportes e Ambiente.

É referido o efeito causado pelos impostos sobre os combustíveis rodoviários, abaixo daquele registado em outros Estados-membros, além de Portugal apresentar a taxa de “dieselização” mais elevada da UE, de quase 80%, em consequência dos incentivos fiscais a beneficiar o gasóleo, em detrimento da gasolina.

O estudo mostra que, em 2013, a média das emissões de CO2 dos novos veículos ligeiros de passageiros na UE foi de 126,8 gramas por quilómetro, uma redução de 4,1% na comparação com o ano anterior, uma tendência que se deve à aposta do fabricantes de automóveis em motores e tecnologias mais limpas.

Destaca também que, no seu conjunto, a UE já cumpre a meta de emissões para 2015, “dois anos antes da data prevista, e está no bom caminho para cumprir a meta de emissões para 2021, contrariando os receios da indústria automóvel”, salienta a Quercus.

A eficácia das políticas nacionais é também abordada nesta análise, sobretudo ao nível da fiscalidade automóvel, para a aquisição de veículos mais eficientes e de baixas emissões poluentes.

Seis países europeus conseguiram obter as maiores reduções das emissões de CO2, relativamente a 2012, acima dos 5%: Holanda, Grécia, Eslovénia, França, Finlândia e Bulgária.

Ao contrário, os piores desempenhos na redução das emissões de CO2 foram a Suécia, a Estónia, a Polónia e Malta, com valores abaixo de 2,5%.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A Terra em 4K. Empresa vai transmitir vídeos do Espaço em tempo real

A empresa Momentus assinou um novo contrato que fornecerá transporte e implementação no Espaço para a Sen, uma empresa britânica que está atualmente a construir um serviço de streaming de vídeo 4k e em tempo …

Hertz abre falência nos Estados Unidos, mas sobrevive em Portugal

O presidente executivo da Hertz Portugal afirmou esta quarta-feira que, apesar do inevitável “dano reputacional”, a falência da empresa nos EUA não afeta a sua atividade no país, onde opera de forma “independente” em regime …

Sintomas da doença de Lyme podem ser perigosamente confundidos com covid-19

Alguns dos sintomas característicos da doença de Lyme podem ser confundidos com covid-19. Isto pode trazer sérias consequências devido ao diagnóstico tardio da doença. Quando doenças semelhantes a uma gripe se desenvolvem em pessoas que passam …

Revelada a lotação máxima de várias praias portuguesas

Em contexto de pandemia de covid-19, o número de banhistas que pode entrar numa determinada praia será controlado. Foi revelada a lotação máxima das praias para as regiões do Algarve (Barlavento e Sotavento) e de …

Café na Coreia do Sul contrata um robô-barista para evitar a propagação da covid-19

O café Daejon, na Coreia do Sul, "contratou" um barista-robô para servir bebidas aos seus clientes, tentando evitar assim a propagação da pandemia de covid-19, que já matou mais de 350 mil pessoas em todo …

Incêndios: PSD aponta falta de meios aéreos e avisa que covid-19 não justifica atrasos

O PSD apontou hoje falta de meios aéreos de combate a incêndios no terreno e acusou o Governo de ter ficado "aquém" nas reformas e mudanças na floresta, avisando que a pandemia de covid-19 não …

Lançamento da SpaceX adiado devido ao mau tempo

O lançamento da SpaceX, que estava previsto para hoje, foi adiado devido às condições meteorológicas. Haverá uma nova tentativa no sábado, às 20h22 de Lisboa. O esperado era que a SpaceX lançasse esta quarta-feira dois astronautas …

"Não consigo respirar". Protestos nos EUA pela morte de homem negro às mãos da polícia

Milhares de pessoas protestaram, esta terça-feira à noite, em Minneapolis, cidade no estado norte-americano do Minnesota, contra a morte de George Floyd, um homem negro que acabou por falecer depois de um episódio com a …

Um em cada três americanos não acredita que o azeite vem das azeitonas

Um terço dos norte-americanos entrevistados numa sondagem disse não acreditar ou não ter certeza de que o azeite vem das azeitonas. O produto alimentar é usado por menos de metade das famílias do país. Uma sondagem …

A pandemia separou casais de namorados. Dinamarca abre fronteiras a quem prove estar numa relação

Esta segunda-feira, a Dinamarca diminuiu o controlo na fronteira com outros países nórdicos e com a Alemanha para que casais transfronteiriços, separados pela pandemia, se reencontrem. A partir desta segunda-feira, os casais separados pela pandemia podem …