Portugal é terceiro no ranking europeu das emissões de CO2 dos carros novos

Portugal ocupa o terceiro lugar do ranking europeu das emissões médias de dióxido de carbono, pelos veículos ligeiros novos, lista que já liderou, em 2011, segundo um estudo hoje divulgado pela Quercus.

O Estudo da Federação Europeia para os Transportes e Ambiente permite concluir que Portugal tem vindo a perder terreno naquela tabela, ao apresentar um valor de emissões da frota de ligeiros novos de passageiros de 112,2 gramas de dióxido de carbono (CO2) por quilómetro.

Os veículos mais limpos e eficientes estão na Holanda, que lidera a lista, seguida da Grécia.

A associação ambientalista refere que o desempenho ambiental de Portugal se deve ao efeito da crise económica sobre o poder de compra, com reflexo na diminuição das vendas de novos veículos, e à opção dos portugueses por adquirir veículos mais pequenos do que a média europeia e, por isso, mais económicos.

“Na prática, a crise afetou de forma mais significativa as vendas de veículos de classe média e média/baixa, enquanto as vendas de classe média/alta não sofreram tanto impacto, ou seja, veículos com maiores consumos de combustível e mais poluentes”, salienta a Quercus.

Em 2013, Portugal “perdeu o bom desempenho dos anos anteriores (2.º lugar, em 2012, e o 1.º lugar, em 2011) e passou a ocupar a 3.ª posição do ‘ranking’ das emissões médias de CO2 da frota de novos ligeiros de passageiros”, na União Europeia (UE), resume a Quercus, que faz parte da Federação Europeia para os Transportes e Ambiente.

É referido o efeito causado pelos impostos sobre os combustíveis rodoviários, abaixo daquele registado em outros Estados-membros, além de Portugal apresentar a taxa de “dieselização” mais elevada da UE, de quase 80%, em consequência dos incentivos fiscais a beneficiar o gasóleo, em detrimento da gasolina.

O estudo mostra que, em 2013, a média das emissões de CO2 dos novos veículos ligeiros de passageiros na UE foi de 126,8 gramas por quilómetro, uma redução de 4,1% na comparação com o ano anterior, uma tendência que se deve à aposta do fabricantes de automóveis em motores e tecnologias mais limpas.

Destaca também que, no seu conjunto, a UE já cumpre a meta de emissões para 2015, “dois anos antes da data prevista, e está no bom caminho para cumprir a meta de emissões para 2021, contrariando os receios da indústria automóvel”, salienta a Quercus.

A eficácia das políticas nacionais é também abordada nesta análise, sobretudo ao nível da fiscalidade automóvel, para a aquisição de veículos mais eficientes e de baixas emissões poluentes.

Seis países europeus conseguiram obter as maiores reduções das emissões de CO2, relativamente a 2012, acima dos 5%: Holanda, Grécia, Eslovénia, França, Finlândia e Bulgária.

Ao contrário, os piores desempenhos na redução das emissões de CO2 foram a Suécia, a Estónia, a Polónia e Malta, com valores abaixo de 2,5%.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O RRS David Attenborough, navio virgem dos reinos polares, já saiu do estaleiro

O navio RRS Sir David Attenborough saiu finalmente do seu estaleiro. O já lendário navio vai agora ser sujeito a alguns testes antes de ser oficialmente entregue ao serviço, em novembro deste ano. A construção do …

Vulcões ativos produzem 30 a 50% da atmosfera de Io

Novas imagens rádio obtidas pelo ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array) mostram, pela primeira vez, o efeito direto da atividade vulcânica na atmosfera da lua de Júpiter, Io. Io é a lua mais vulcanicamente ativa do nosso …

Descobertas pegadas fossilizadas com mais de 10 mil anos. São a trilha pré-histórica de uma mãe com um bebé ao colo

Uma equipa de investigadores internacional descobriu o trilho pré-histórico mais comprido do mundo no Novo México, nos Estados Unidos. O novo estudo conta a historia de uma mulher que carregou um bebé nos braços durante …

Pure Skies. Empresa desenha cabines dos aviões do pós-pandemia

Desde o início da pandemia, os especialistas têm testado diferentes maneiras de alcançar o distanciamento social em aviões, embora com pouco sucesso. Agora, há uma empresa que está a levar esta ideia até ao próximo …

OE2021. Bloco de Esquerda vota contra na generalidade

O Bloco de Esquerda vai votar contra a proposta do Orçamento do Estado para 2021 na generalidade, anunciou a coordenadora do partido, Catarina Martins. Em declarações aos jornalistas, a bloquista confirmou este domingo que o …

PS ganha eleições nos Açores sem garantia de maioria absoluta

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo entre 37% e 41%, o que não garante a maioria absoluta, segundo a projeção à boca das urnas realizada este domingo pela Universidade Católica …

Extinção da fauna em Madagáscar pode dever-se à presença humana (e a mudanças climáticas)

Grande parte da fauna de Madagáscar e das ilhas Mascarenhas foi eliminada durante o último milénio. Neste sentido, uma equipa de cientistas analisou um registo do clima nos últimos 8000 anos nas ilhas. O resultado …

PAN vai abster-se na generalidade. OE mais próximo da aprovação

O partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) vai abster-se na votação na generalidade da proposta de Orçamento do Estado para 2021 (OE2021) na próxima quarta-feira, anunciou a líder parlamentar do partido, Inês Sousa Real. Com a abstenção dos três …

O passado tóxico fica para trás. Asbestos, a cidade "amianto", mudou de nome

A cidade canadiana Asbestos (que significa amianto) ganhou um novo nome, quase 11 meses após o anúncio da votação. Wuase metade dos cerca de 6 mil residentes da cidade canadiana marcaram presença numa votação organizada num …

Menino de 12 anos encontra fóssil de dinossauro com 69 milhões de anos

Nathan Hrushkin, aspirante a paleontólogo de 12 anos, encontrou o fóssil de um dinossauro enquanto passeava com o pai em Alberta, no Canadá. Depois de enviarem uma fotografia ao Museu Royal Tyrrell, ficaram a saber …