Portugal associa-se a 10 chefs de cozinha nos EUA para promover vinhos

OceanaRestaurant / Facebook

Restaurante Oceana, em Nova Iorque

Restaurante Oceana, em Nova Iorque

A Vinhos de Portugal associou-se a dez conceituados ‘chefs’ de cozinha dos Estados Unidos numa iniciativa que pretende demonstrar “a versatilidade dos vinhos portugueses”.

A iniciativa “10 Chefs/10 Wineries” é lançada este mês de abril e culmina com uma série culinária disponível na internet e uma edição limitada em papel, que será publicada no final do ano.

“Queremos demonstrar a versatilidade dos vinhos portugueses e o poder altamente gastronómico dos nossos vinhos. Daí que a primeira prioridade foi selecionarmos ‘chefs’ especializados em gastronomias que nos permitissem fazer uma viagem gastronómica pelo mundo”, explicou à agência Lusa o diretor de marketing da Vinhos de Portugal, Nuno Vale.

No total, foram criados 10 novos pratos de cozinhas diferentes, incluindo americana, japonesa, francesa, italiana, vietnamita, portuguesa e asiática de fusão e de marisco.

winesofportugal.com

O chef Ben Pollinger, do restaurante Oceana, em Nova Iorque

O chef Ben Pollinger, do restaurante Oceana, em Nova Iorque

“Os vinhos portugueses são maravilhosos com comida portuguesa, mas também vão muito bem com outras cozinhas do mundo”, explicou Nuno Vale.

O primeiro ‘chef’ é Ben Pollinger, do restaurante Oceana, em Nova Iorque, especialista em marisco, que criou um prato de marisco para combinar com os vinhos tintos.

Segundo Nuno Vale, “foram escolhidos ‘chefs’ que se estão a revelar no mercado dos EUA pela qualidade da comida que confecionam e cujos restaurantes se estão a destacar.”

“As receitas criadas por estes chefes fantásticos vão dar aos amantes americanos de comida e vinhos diferentes e deliciosas maneiras de experimentar os vinhos portugueses”, acrescentou o responsável.

O mercado norte-americano é hoje o mercado número um de promoção dos vinhos portugueses, onde a Vinhos de Portugal investe 1.5 milhões de euros todos os anos.

Com os vinhos da Madeira e Porto incluídos, o país é já o 4º mercado de destino dos vinhos portugueses e, no ano passado, registou um crescimento em valor de 9.3%.

“É nosso objetivo alargarmos a nossa presença no mercado dos EUA, que consideramos ser um mercado com elevadas oportunidades para os vinhos portugueses”, disse Nuno Vale.

Os outros restaurantes envolvidos no projeto são: Sirio Ristorante, do ‘chef’ Massimo Bebber, Louro, de David Santos, Brushstroke, de Isao Yamada, La Salette, de Manuel Azevedo, Le Colonial, de Terrance Khuu, Earth + Ocean, de John Formica, Catch 35, de Eddie Sweeney, L’Espalier, de Matthew Delisle, e Myers & Chang, da chef Karen Akunowicz.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Porto 5 - 0 Moreirense | Días, Taremi e Fábio, o trio maravilha

O Porto foi o primeiro dos “grandes” a entrar em campo e deu o mote, e que mote. Os “dragões” receberam o Moreirense e golearam sem apelo nem agravo, por 5-0, graças a uma segunda …

Ronaldo volta a marcar pelo United em jogo com final frenético

O português Cristiano Ronaldo voltou hoje a marcar pelo Manchester United, mas foram Lingaard e David de Gea que ‘brilharam’ na vitória sobre o West Ham, por 2-1, em jogo da quinta jornada da Liga …

O Cumbre Vieja, num dos complexos vulcânicos mais ativos nas Canárias, entrou em erupção

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Na zona, …

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …

Secreto e lucrativo, o mercado de venda de "fezes de cachalote" pode também ser violento

O âmbar cinza é altamente raro, mas também altamente valioso. Usada na indústria dos perfumes, o mercado deste material pode ser muito perigoso. Deixa na pele uma resina oleosa e tem um cheiro a tabaco, madeira, …

Empresa norueguesa garante que pode "parar" furacões antes que estes se tornam destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de "cortina de bolhas" proposto pela empresa pode provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, uma startup norueguesa, assegura que a sua nova tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem …

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …