Portugal é o quarto país da União Europeia onde se compram mais veículos elétricos

O relatório da Federação Europeia dos Transportes e Ambiente revela que Portugal é o quarto país da União Europeia onde se compram mais carros elétricos. A Associação Zero, parceira do estudo, defende um reforço das verbas do Fundo Ambiental.

De acordo com um relatório da Federação Europeia dos Transportes e Ambiente (T&E), citado pelo Público, Portugal tem o melhor desempenho da União Europeia (UE), a par com a Holanda, na redução das emissões de dióxido de carbono.

Se apenas forem tidos em conta os veículos novos comprados no país, as emissões portuguesas são as mais baixas da toda o bloco comunitário (106 gramas de dióxido de carbono por quilómetro, o mesmo valor que na Holanda).

O mesmo relatório revela que Portugal é o quarto país da UE onde se compram mais carros elétricos, indicador que vai ao encontro dos dados recentes da Associação do Comércio Automóvel de Portugal. Nos primeiros sete meses de 2019, foram colocados no mercado 4341 carros elétricos, o dobro face ao mesmo período do ano passado.

Pelo contrário, o nosso país continua a ser um dos que têm uma percentagem mais elevada de veículos a gasóleo (acima dos 50%), a par com Itália e Irlanda, escreve o jornal.

O T&E considera ainda que as “políticas tributárias nacionais têm uma influência significativa nos carros que são vendidos” e que “os governos podem fazer muito mais para incentivar os compradores a escolher modelos mais eficientes e elétricos”.

A Associação Zero, que é parceira deste estudo, lembra que os incentivos para a compra de veículos ligeiros através do Fundo Ambiental estão esgotados a quatro meses do final do ano. Por isso, entende que “deveria haver um ajustamento para suportar todas as candidaturas válidas que sejam apresentadas ainda este ano”.

A associação recorda que o Governo português anunciou o fim da venda de veículos de combustão interna a partir de 2040, mas defende que “é possível antecipar esta data através da eletrificação das frotas públicas (incluindo transportes públicos), carros de empresa e táxis, e da revisão dos incentivos e benefícios fiscais para compensar a compra de veículos de emissões zero e penalizar os veículos mais poluentes, além de facilitar a instalação de postos de carregamento em casa e no trabalho”.

A dotação global do Fundo Ambiental para 2019 para incentivos à aquisição de veículos de baixas emissões é de três milhões de euros. Só os veículos com um preço máximo de compra de 62.500 euros são elegíveis para estes apoios.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Somos o quarto melhor consumidor de veículos eléctricos. Óptimo. Mas somos dos últimos em quase todos os outros parâmetros. Derrotistas. Andamos a implementar os postos de carregamento e a Europa e outros já andam no hidrogénio à 15 anos. É só miopia.

    • Claramente, estás a falar por ti!…
      Nem escrever sabes, quanto mais…
      “e a Europa e outros já andam no hidrogénio à 15 anos”
      “à”?!
      Hidrogénio?
      Onde é essa Europa?
      No teu caso, além de miopia, nota-se a ignorância e estupidez pura!…

RESPONDER

A "Chernobyl flutuante" chegou finalmente à sua base na Rússia

A central nuclear flutuante Akadémik Lomonósov, a única deste tipo em todo o mundo, chegou, no fim de semana passado, ao porto de Pevek, na região oriental de Chukotka, no extremo norte da Rússia, onde …

A Terra tem um terceiro pólo (e está a derreter)

https://vimeo.com/360314209 Situado na plataforma tibetana a 6740 metros de acima do nível do mar, os glaciares no sopé da cadeia montanhosa Meili já perderam um quarto do gelo desde 1970 - e o pior está para …

Sinéad O’Connor acusa Prince de ter “batido em várias mulheres” e de a ter tentado agredir

A cantora Sinéad O’Connor fez revelações duras sobre Prince no programa da estação televisiva britânica ITV, Good Morning Britain. Segundo a cantora e compositora irlandesa, o músico Prince, que morreu em 2016 por overdose, terá agredido …

Ex-funcionária da Google alerta para a produção de robôs assassinos que podem despoletar uma guerra

A Google pediu a Laura Nolan para reforçar os drones militares dos EUA. Recusou e demitiu-se. Agora, alerta para o perigo destas armas que podem originar uma guerra. Cerca de um ano depois de se ter …

Boris Johnson comparou o Reino Unido ao Hulk (e ele não gostou)

Há 12 anos que o ator Mark Ruffalo encarna Hulk, uma das mais célebres personagens da Marvel, no cinema. Agora, decidiu pronunciar-se sobre o Brexit, depois de Boris Johnson ter evocado Hulk. Para o primeiro-ministro, o …

Família encontrou mais de 2.200 fetos preservados em casa de médico norte-americano

Uma família encontrou mais de 2.200 fetos preservados na casa de um médico norte-americano que morreu no início deste mês. O The Guardian avançou este domingo que uma família encontrou 2.246 fetos preservados em casa de …

Mais plástico e menos peixe. Explorador britânico teme pelo mar português

Farto de ver cada vez mais plástico e menos peixe no oceano, o veterano explorador e documentarista britânico Paul Rose defende que Portugal deve criar mais áreas marinhas protegidas. Paul Rose, que mergulha desde os anos …

Há 10 anos, Banksy pintou chimpanzés no Parlamento inglês. Agora, o quadro vai a leilão

Em 2009, o artista de rua conhecido como Banksy pintou uma enorme tela a óleo do parlamento inglês, mas em vez de deputados os tribunos eram chimpanzés. Banksy pintou o quadro, com quatro metros de comprimento, …

Tempestade em Espanha derrubou palmeira que era Património da Humanidade

A queda de "La Centinela", a árvore mais alta do conjunto que a Unesco classificou como Património da Humanidade desde 2000, está entre os danos materiais causados pela passagem da "gota fria" - um fenómeno …

Dador de esperma teve 12 filhos com autismo (e foi processado)

Danielle Rizzo tem dois filhos autistas, um com seis anos e outro com sete. Ambos foram concebidos com recurso a um dador anónimo. Há três anos, Rizzo descobriu que estes fazem parte de uma "família" …