Portugal é o quarto país da União Europeia onde se compram mais veículos elétricos

O relatório da Federação Europeia dos Transportes e Ambiente revela que Portugal é o quarto país da União Europeia onde se compram mais carros elétricos. A Associação Zero, parceira do estudo, defende um reforço das verbas do Fundo Ambiental.

De acordo com um relatório da Federação Europeia dos Transportes e Ambiente (T&E), citado pelo Público, Portugal tem o melhor desempenho da União Europeia (UE), a par com a Holanda, na redução das emissões de dióxido de carbono.

Se apenas forem tidos em conta os veículos novos comprados no país, as emissões portuguesas são as mais baixas da toda o bloco comunitário (106 gramas de dióxido de carbono por quilómetro, o mesmo valor que na Holanda).

O mesmo relatório revela que Portugal é o quarto país da UE onde se compram mais carros elétricos, indicador que vai ao encontro dos dados recentes da Associação do Comércio Automóvel de Portugal. Nos primeiros sete meses de 2019, foram colocados no mercado 4341 carros elétricos, o dobro face ao mesmo período do ano passado.

Pelo contrário, o nosso país continua a ser um dos que têm uma percentagem mais elevada de veículos a gasóleo (acima dos 50%), a par com Itália e Irlanda, escreve o jornal.

O T&E considera ainda que as “políticas tributárias nacionais têm uma influência significativa nos carros que são vendidos” e que “os governos podem fazer muito mais para incentivar os compradores a escolher modelos mais eficientes e elétricos”.

A Associação Zero, que é parceira deste estudo, lembra que os incentivos para a compra de veículos ligeiros através do Fundo Ambiental estão esgotados a quatro meses do final do ano. Por isso, entende que “deveria haver um ajustamento para suportar todas as candidaturas válidas que sejam apresentadas ainda este ano”.

A associação recorda que o Governo português anunciou o fim da venda de veículos de combustão interna a partir de 2040, mas defende que “é possível antecipar esta data através da eletrificação das frotas públicas (incluindo transportes públicos), carros de empresa e táxis, e da revisão dos incentivos e benefícios fiscais para compensar a compra de veículos de emissões zero e penalizar os veículos mais poluentes, além de facilitar a instalação de postos de carregamento em casa e no trabalho”.

A dotação global do Fundo Ambiental para 2019 para incentivos à aquisição de veículos de baixas emissões é de três milhões de euros. Só os veículos com um preço máximo de compra de 62.500 euros são elegíveis para estes apoios.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Somos o quarto melhor consumidor de veículos eléctricos. Óptimo. Mas somos dos últimos em quase todos os outros parâmetros. Derrotistas. Andamos a implementar os postos de carregamento e a Europa e outros já andam no hidrogénio à 15 anos. É só miopia.

    • Claramente, estás a falar por ti!…
      Nem escrever sabes, quanto mais…
      “e a Europa e outros já andam no hidrogénio à 15 anos”
      “à”?!
      Hidrogénio?
      Onde é essa Europa?
      No teu caso, além de miopia, nota-se a ignorância e estupidez pura!…

RESPONDER

MPLA afasta "Tchizé" dos Santos do comité central e suspende-a por dois anos

O Bureau Político do MPLA aprovou, esta quinta-feira, o afastamento de Welwitschia 'Tchizé' dos Santos de membro do comité central do partido no poder em Angola e a suspensão por dois anos da condição de …

Coldplay adiam divulgação de álbum. Querem uma digressão mais "respeitadora do ambiente"

O líder dos Coldplay anunciou na quinta-feira que o grupo musical britânico adiou a digressão de apresentação do seu novo álbum, que é publicado esta sexta-feira, para ser o mais limpa possível e ter um …

Vila Galé já estuda novo resort na região do Brasil onde abandonou projeto

O Vila Galé vai mesmo avançar com uma nova unidade hoteleira na mesma região do Brasil onde decidiu abandonar o projeto que tinha, depois das críticas de que ia investir em potencial zona de reserva …

França ultrapassa Alemanha. É o pais europeu com mais pedidos de asilo

França tornou-se no país europeu com mais pedidos de asilo, pela primeira vez desde o início da crise migratória em 2015, afirmou esta quinta-feira em Paris o ministro do Interior. “A França tornou-se desde 20 de …

Procurador-geral admite que suicídio de Epstein foi resultado de vários erros

O procurador-geral dos EUA disse, esta sexta-feira, que a morte de Jeffrey Epstein, que se suicidou atrás das grades, foi o resultado de "uma tempestade perfeita de asneiras". Em entrevista à Associated Press, William Barr confessou …

Vegano processa Burger King nos EUA por "contaminação" de hambúrguer

Um cliente vegano interpôs uma ação judicial contra o Burger King nos Estados Unidos, acusando a cadeira de restaurantes de fast-food de lhe ter servido um hambúrguer cozinhado na mesma grelha utilizada para preparar carne. De …

Dono do carro onde seguia Angélico condenado a dois anos de pena suspensa

O dono de um stand da Póvoa de Varzim e a sua ex-mulher foram, esta sexta-feira, condenados a dois anos de prisão, com pena suspensa. Em causa está a falsificação do contrato de compra e venda …

Mais de 500 mulheres assassinadas em Portugal nos últimos 15 anos

Mais de 500 mulheres foram assassinadas nos últimos 15 anos em contexto de relações de intimidade em Portugal, e só neste ano já morreram 28, algumas baleadas, outras estranguladas ou espancadas, a maioria vítima de …

Paulo Macedo diz que a CGD não vai ser "uma nêspera"

O presidente da CGD considera que há a expectativa de o banco público ficar "sossegado", mas que a sua equipa não é paga para "ficar a ver navios" e quer pagar o capital injetado pelo …

Foo Fighters são a primeira confirmação do Rock in Rio Lisboa

Os norte-americanos Foo Fighters vão atuar, a 21 de junho, no festival Rock in Rio Lisboa, no Parque da Bela Vista. A banda de Dave Grohl é a primeira confirmação do cartaz do Rock in Rio …