Pónei da Terceira reconhecido como raça após 14 anos de recuperação

Ponei da Terceira / Facebook

-

O Pónei da Terceira foi reconhecido como raça autóctone há poucos dias, mas para trás ficam 14 anos de recuperação de um cavalo que esteve em vias de desaparecer.

Aquela que é agora a quarta raça de cavalos em Portugal, desenvolvida na ilha Terceira, nos Açores, distingue-se por ter as dimensões de um pónei mas as características morfológicas de um cavalo.

“É de facto diferente dos outros póneis. Normalmente temos a imagem de um pónei daqueles animais que vemos no circo, muito redondinhos, perninhas curtas. Este não. Tem a fisionomia de um cavalo”, explicou, em declarações à Lusa, Artur Machado, da Universidade dos Açores. Em resumo, salientou, é “um cavalo em ponto pequeno” e apesar da dimensão tem “ótimos andamentos” e é “muito equilibrado”.

“É a quarta raça do país, é uma raça açoriana, mas, acima de tudo, é uma raça da ilha Terceira”, salientou, numa conferência de imprensa na Câmara Municipal de Angra do Heroísmo.

O pedido de reconhecimento da raça ocorreu há cerca de dois anos, mas o trabalho de recuperação dos animais com as caraterísticas do pónei da Terceira foi iniciado há 14 anos.

Artur Machado, natural da ilha de São Miguel, teve contacto com os “cavalinhos da Terceira”, como lhe chamavam há muitos anos, desde cedo. No entanto, quando integrou o Departamento de Ciências Agrárias da Universidade dos Açores, no pólo de Angra do Heroísmo, procurou na ilha Terceira a raça que conhecia desde criança, mas encontrou poucos animais. Decidiu, então, “tentar agarrá-los para que não desaparecessem de vez”.

O investigador, que lidera também o Centro de Biotecnologia dos Açores, recolheu os animais com as características do Pónei da Terceira e aumentou o efetivo, até que há dois anos reuniu condições para pedir o seu reconhecimento como raça autóctone.

Atualmente, existem, pelas contas do investigador, 118 póneis da Terceira, sendo que só na Universidade dos Açores estão 54 e seis foram enviados para o continente, numa tentativa de divulgação da raça.

Uma raça com história

Segundo Artur Machado, o Pónei da Terceira foi selecionado de forma empírica pela população da ilha ao longo de vários séculos. O professor acredita que o processo foi “natural”, porque há cerca de seis séculos, quando os Açores foram povoados, os cavalos da Península Ibérica eram “mais pequenos” e os melhores exemplares não eram colocados em caravelas.

“É lógico pensar que não se iria pôr numa caravela cavalos de grande porte, porque iriam precisar de muito mais espaço, de muito mais alimentação, eram cavalos mais valiosos e portanto os riscos da viagem eram enormes”, explicou.

Apesar de pequenos, os Póneis da Terceira são “muito robustos”, têm “imensa resistência” e “ótimos andamentos”, por isso, transformaram-se em autênticas “máquinas agrícolas” na ilha.

“Para a agricultura eram muito mais úteis, para sachar o milho”, salientou o docente da Universidade dos Açores, explicando que para a tarefa não eram necessários animais de grande porte e as distâncias eram reduzidas.

Os póneis faziam também distribuição de mercadorias, como lenha, peixe ou pão, e Artur Machado ainda conseguiu encontrar alguns carros puxados a cavalo, com as dimensões dos póneis, que o comprovam.

Com o aparecimento de máquinas na agricultura, a raça foi perdendo utilidade e foram poucos os terceirenses que os mantiveram, mas os poucos que o fizeram permitiram que o Pónei da Terceira fosse recuperado.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …