Polícias anunciam protestos diários até terem respostas do Governo

José Sena Goulão / Lusa

Os polícias vão voltar a concentrar-se, esta quinta-feira, em frente do Ministério das Finanças, em Lisboa, mantendo protestos diários até que tenham uma resposta do Governo em relação às suas reivindicações.

O anúncio foi feito pela Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP), depois de uma delegação se ter encontrado com um representante do Ministério das Finanças e não ter obtido respostas.

Centenas de polícias estiveram, esta quarta-feira, concentrados em frente do Ministério das Finanças, em Lisboa, para exigir “uma resposta rápida” do Governo quanto à reposição dos vários subsídios em período de férias e a publicação da lista de passagem à pré-aposentação.

O protesto foi organizado pela ASPP/PSP mas também contou com o apoio do Sindicato Independente dos Agentes de Polícia (SIAP/PSP). O presidente da ASPP, Paulo Rodrigues, disse à agência Lusa que os polícias reivindicam o cumprimento da decisão do Supremo Tribunal Administrativo que considerou ilegais os cortes feitos aos vários subsídios atribuídos como suplementos especiais de serviço de patrulha e de turno em período de férias.

A decisão do tribunal, tomada após uma ação interposta pela ASPP, considera também que devem ser pagos retroativos desde 2011, data em que foram cortados os subsídios. Segundo Paulo Rodrigues, cada polícia está a perder, em média, cerca de 400 euros por ano.

Os polícias exigem também “a publicação imediata da lista para a passagem imediata à pré-aposentação” de 800 elementos da PSP, tal como está previsto no estatuto profissional. “Estamos praticamente no final do ano e não se sabe quem vai para a pré-reforma. Onde está a lista?”, questiona.

O dirigente sindicato disse que o protesto foi marcado para decorrer junto ao Ministério das Finanças, “porque tudo depende” deste Ministério, sendo o responsável pela publicação dos despachos relativos aos subsídios e à pré-reforma.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Hélder Amaral: "O meu partido de sempre está a morrer"

Em declarações ao semanário Expresso, o antigo deputado do CDS-PP, Hélder Amaral, diz-se desiludido com o seu partido. O ex-deputado centrista Hélder Amaral, que foi também presidente da distrital de Viseu, não está feliz com o …

EDP antecipa pagamento a mais de mil fornecedores em Portugal e Espanha

A EDP vai antecipar o pagamento a mais de mil fornecedores, uma iniciativa que, à semelhança do que já aconteceu no último ano, irá manter-se para todos os pagamentos a fornecedores ao longo do primeiro …

Há centenas de pessoas em busca de tesouros que não existem na Índia (e a culpa é de um boato)

Moradores de pelo menos três vilas no distrito de Rajgarh, no estado indiano de Madhya Pradesh (MP), passaram a última semana à procura de um tesouro antigo que provavemente não existe. Centenas de aldeões estão a …

João Ferreira diz que Marcelo deixou jovens em situação de "vulnerabilidade" (e elogia lay-off a 100%)

João Ferreira criticou este sábado o atual Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa por deixar os jovens em situação de "vulnerabilidade". O candidato presidencial João Ferreira afirmou, este sábado, que o Presidente da República, Marcelo …

Marisa Matias critica que apenas 1% do orçamentado seja gasto com cuidadores informais

Marisa Matias, candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda, criticou este sábado que apenas tenha sido executado 1% da verba prevista no Orçamento do Estado para 2020 para os projetos-piloto dos cuidadores informais. Os atrasos e …

Ana Gomes considera "elucidativo" que Sócrates a ataque e elogie Marcelo

Ana Gomes, candidata às eleições presidenciais, considerou “elucidativo” que o antigo primeiro-ministro José Sócrates a tenha atacado e elogiado Marcelo Rebelo de Sousa. Questionada pelos jornalistas sobre o artigo de José Sócrates divulgado na sexta-feira, em …

Só pela profissão, professores "não são grupo de risco"

Graça Freitas reconheceu a importância dos professores "para o funcionamento do país", mas rejeitou considerá-los um grupo de risco esta sexta-feira. Os professores não são considerados um grupo de risco que deva ser integrado entre as …

João Leão infetado com covid-19

João Leão, ministro das Finanças, testou positivo à covid-19. O governante encontra-se assintomático e em confinamento domiciliário. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, testou positivo à covid-19. A informação foi adiantada este sábado …

Ricardo Salgado quer anular multa de 75 mil euros

A defesa de Ricardo Salgado recorreu ao Supremo Tribunal de Justiça para tentar anular uma decisão do Tribunal da Relação de Lisboa que confirmou uma multa de 75 mil do Banco de Portugal por causa …

Portugueses começam a votar nas Presidenciais este domingo. Há 246 mil inscritos

Os portugueses começam a votar já neste domingo, uma semana antes das eleições Presidenciais de 24 de janeiro, no chamado voto antecipado em mobilidade para que se inscreveram mais de 246 mil eleitores. As europeias e …