“Tenha vergonha e demita-se”. Polícias indignados com Cabrita ameaçam parar o país

Tiago Petinga / Lusa

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita

O Movimento Zero que junta mais de 14 mil polícias e que foi criado após a condenação de oito agentes por agressões a jovens negros da Cova da Moura, está indignado com o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e promete “parar o país” caso o governante não se demita.

A posição do Movimento Zero surge num manifesto a que o Correio da Manhã (CM) teve acesso e surge como reacção a declarações do ministro da Administração Interna (MAI) durante a inauguração do quartel dos Bombeiros Voluntários de Vialonga, neste domingo.

Eduardo Cabrita negou a ideia de que haja “cada vez mais” polícias agredidos. Uma afirmação que é mentira, segundo o Movimento Zero que enumera no manifesto divulgado pelo CM os polícias feridos e as mortes de agentes que ocorreram desde que o presente MAI tomou posse, em 2017.

“No dia 16 de Junho de 2019, na sua entrevista à comunicação social, durante a inauguração do quartel dos Bombeiros Voluntários de Vialonga, o senhor mentiu aos portugueses quando negou que ‘haja cada vez mais elementos das forças de segurança feridos em serviço'”, aponta o movimento de polícias.

Tenha vergonha e demita-se ou, em sua honra, os cerca de 15 mil homens e mulheres da PSP e GNR vão parar o país”, ameaçam os agentes deste movimento.

Estes polícias contestam ainda as estatísticas recentemente divulgadas e que apontam Portugal como o terceiro país mais seguro do mundo, “fruto do claro aumento da pro-actividade dos profissionais das forças de segurança”.

O Movimento Zero lembra a “greve” de zelo que iniciou a 21 de Maio passado no seguimento da condenação de oito agentes da PSP por agressões a jovens negros da Cova da Moura. Os polícias têm-se recusado a passar multas e só fazem intervenções em bairros problemáticos em casos graves.

“Desde essa data que já é possível atestar o decréscimo da actividade operacional da PSP e da GNR, nomeadamente em estatísticas da justiça (detenções) e os números resultantes das contra-ordenações, assim como o impacto financeiro que estas vão causar nos cofres do estado”, aponta o movimento.

“Estes números só não são públicos, porque quer o gabinete de S. Exª, quer a Direcção Nacional da PSP e o Comando Geral da GNR têm inundado a comunicação social com notícias sobre operações e dados estatísticos que muito bem sabem não corresponder à verdade”, frisa ainda o movimento.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Que o ministro se retrate e peça desculpa pelo erro que cometeu até concordo, agora ameaçar parar o País se o ministro não se demitir roça mais uma ameaça terrorista dentro do Movimento Zero, como se com a demissão do ministro seja este ou outro qualquer de um qualquer governo as coisas ficassem resolvidas e não houvesse mais agentes mortos ou feridos, isso resulta não dos governantes volto a dizer que qualquer força política no governo, nenhum político pode garantir que com ele no governo as coisas mudavam, resulta da falta de civismo de alguns cidadãos nós cidadãos também deviríamos pedir aos elementos das forças de segurança que não são dignos de usar a farda que usam de se demitirem, e são muitos que não são dignos da farda que vestem, e não sou simpatizante do partido no governo nem de nenhum partido com assento na A.R.

    • Concordo plenamente com o seu comentário. Alguns que tenham vergonha e que se demitam pois não protegem os cidadãos nem honram o uniforme que vestem. Isto só demonstra a prepotência desses senhores

  2. o mais engraçado é que quando ouve os incidentes no bairro da jamaica, no mesmo dia viraram-se contra a policia e todos foram visitar os agredidos.
    neste caso foram as autoridades agredidas e ainda ninguem se manifestou a favor doas autoridades e so quase uma semana depois dos incidentes é que o ministro se resolveu ir visitar o que ainda está no hospital.
    ainda nao se viu o PR ir tirar umas selfies com as vitimas dos tiros
    o que dá a impressao é que neste caso sao so 2 votos e no bairro da jamaica sao centenas de votos

RESPONDER

Fã descobriu morada de estrela pop nos reflexos nos olhos de uma selfie e atacou-a

A influencer japonesa Ena Matsouk que integra uma banda pop do país foi atacada sexualmente por um fã, depois de este ter descoberto onde é que morava através de uma selfie que ela publicou nas …

Comer bem melhora ativamente os sintomas de depressão

Uma nova investigação, levada a cabo por cientistas da Universidade Macquarie, na Austrália, sugere uma conexão casual entre a dieta e a depressão. Uma equipa de cientistas da Universidade Macquarie, na Austrália, realizou um estudo controlado …

Presidente da China promete esmagar o corpo e quebrar os ossos aos separatistas

O Presidente da China, Xi Jinping, afirmou que "quem tentar atividades separatistas em qualquer lugar da China acabará com o corpo esmagado e os ossos quebrados", de acordo com a edição digital desta segunda-feora do …

Ucrânia 2 vs 1 Portugal | Adeus ao primeiro em dia de CR700

O primeiro lugar do Grupo B já não foge à Ucrânia. Portugal foi a Kiev dominar e atacar muito, com 24 remates e diversas oportunidades, mas esbarrou no guarda-redes Andriy Pyatov – tal como no …

Primeira protagonista feminina de Astérix é parecida com a ativista Greta Thunberg

Como sempre, a saída de um novo álbum de Astérix, o grande herói da banda desenhada franco-belga, está rodeado de um grande segredo. Aliás, não poderia ser de outro modo pois é também um irredutível …

O Fortnite, um dos jogos mais populares do mundo, foi "engolido" por um buraco negro e desapareceu

O Fortnite, que já é considerado um dos jogos mais populares da atualidade, desapareceu durante o fim-de-semana. Agora, o que surge no ecrã dos jogadores, depois do fim da temporada X, é apenas um buraco …

Kais Saied eleito Presidente da Tunísia com 72,71% dos votos

O professor universitário Kais Saied, um estreante no mundo da política, foi eleito Presidente da Tunísia com 72,71% dos votos na segunda volta das presidenciais antecipadas de domingo, anunciou esta segunda-feira a instância eleitoral (Isie). De …

Série SpongeBob acusada de "violência", "racismo" e de perpetuar o "colonialismo"

A série infantil SpongeBob foi acusada de perpetuar o "racismo" e o "colonialismo" junto dos mais novos. A crítica é feita por uma professora da Universidade de Washington. No fundo do mar, a vida parece feliz. …

Neymar pára quatro semanas devido a lesão na coxa

O futebolista do Paris Saint-Germain Neymar (PSG) vai ficar afastado da competição nas próximas quatro semanas, após ter contraído uma lesão na coxa ao serviço da seleção brasileira, informou esta segunda-feira o clube francês no …

Vitor Baía e Villas-Boas voltam a abordar o futuro como potenciais sucessores de Pinto da Costa no FC Porto

André Villas-Boas foi entrevistado pela rádio France 3 e voltou a falar do sonho de ser presidente do FC Porto. Já Vitor Baía diz estar em paz em relação ao que poderá acontecer quando Pinto …