Polícia suspeita que autor do ataque no Louvre é um egípcio de 29 anos

juanillooo / Flickr

Museu do Louvre

Museu do Louvre

A polícia francesa acredita que o homem que atacou e feriu um militar junto ao Museu do Louvre, em Paris, é um cidadão egípcio de 29 anos, noticiou a imprensa local.

Segundo o canal LCI, as forças de segurança analisaram o telemóvel do agressor e acreditam que se trata de Abdallah E-H. No entanto, até confirmar oficialmente a identidade, a polícia espera os resultados dos exames às impressões digitais e das análises ao ADN encontradas no aparelho.

A confirmar-se a identidade, o agressor chegou a França a 26 de janeiro, proveniente do Dubai, e não constava nos ficheiros dos serviços secretos.

Os investigadores estão, entretanto, a realizar buscas no distrito 8 de Paris, numa zona próxima aos Campos Elísios.

Cerca das 10h00 desta sexta-feira, um homem armado com uma catana atacou um grupo de polícias e militares franceses no Carrossel do Louvre, um centro comercial subterrâneo junto ao museu.

O homem – que gritou “Alá é Grande” – feriu um dos militares na cabeça antes de um outro soldado o ter neutralizado com cinco disparos.

O agressor, que nunca chegou a entrar nas galerias do museu, ficou ferido com gravidade e está internado no Hospital Georges Pompidou, de Paris.

A polícia esclareceu que o soldado atingido sofreu apenas ferimentos ligeiros e que o agressor não carregava explosivos nas mochilas que levava no momento do ataque.

Devido ao ataque, a galeria comercial e o Museu do Louvre foram evacuados, o que obrigou 1.200 pessoas a sair das instalações.

O Museu do Louvre, um dos mais visitados em todo o mundo (8,6 milhões de de entradas anuais), ficou fechado o resto do dia, mas reabre este sábado.

O presidente francês, François Hollande, reafirmou em La Valletta – à margem da cimeira europeia – que foi a operação “Sentinelle”, uma ação de vigilância aos locais mais sensíveis em França, que permitiu “impedir um ato cujo caráter terrorista não coloca qualquer dúvida”.

“A ameaça continua lá, persiste, e nós devemos fazer-lhe frente”, sublinhou o Presidente francês, acrescentando que foi por isso mesmo que as autoridades mobilizaram e vão continuar a mobilizar tantos recursos.

Nos dois últimos anos, a França viveu uma onda de ataques jihadistas que causaram 238 vítimas mortais, entre os quais o ataque contra a revista satírica Charlie Hebdo, em janeiro de 2015, os atentados de 13 de novembro do mesmo ano em Paris e arredores e o atropelamento de uma multidão em Nice, a 14 de julho.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Vacina russa chama-se "Sputnik V" e foi já pedida por 20 países

A vacina russa contra a covid-19, cujo registo foi esta terça-feira anunciado pelo Presidente, Vladimir Putin, chama-se "Sputnik V", vai começar a ser fabricada em setembro e já foi encomendada por 20 países. De acordo com …

Rui Pinto no Twitter: "Travessia do deserto” terminou mas a “luta continua”

Rui Pinto assumiu que a “árdua e longa ‘travessia do deserto’” chegou ao fim, aludindo à sua libertação, mas avisou que “a luta continua”, pois Portugal “continua um paraíso para a grande corrupção” e branqueamento …

PJ deteve suspeita de atear fogo florestal no Parque Nacional da Peneda-Gerês

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve uma mulher de 57 anos suspeita de atear um incêndio florestal registado em 4 de agosto no Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), no concelho de Terras de Bouro. Em …

Mais duas mortes e 120 novos casos. Lisboa com 60% dos novos infetados

Portugal regista esta segunda-feira mais duas mortes, 120 novos casos de infeção por covid-19 e 160 curados em relação a segunda-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de pessoas internadas é …

Encontrado cadáver com 30 anos em mansão abandonada em Paris

As obras de reforma numa mansão abandonada em Paris tiveram de ser suspensas inesperadamente depois de trabalhadores terem descoberto um cadáver a decompor-se na cave há 30 anos. De acordo com o jornal britânico The Guardian, …

Quase cem mil crianças contraíram a covid-19 em apenas duas semanas nos Estados Unidos

Noventa e sete mil crianças norte-americanas foram identificadas como infetadas com o novo coronavírus (covid-19) nas últimas semanas de julho. Os números relativos a estas duas semanas são avançados pela empresa norte-americana, que cita um relatório …

A1 terá novo acesso em Grijó no sentido sul/norte em 2021

A autoestrada A1 terá em 2021 um novo acesso em Grijó, concelho de Vila Nova de Gaia, no sentido sul/norte, revelou esta segunda-feira o presidente da autarquia que acredita que, com este projeto, o nó …

Tiros em frente à Casa Branca levam à retirada de Trump de conferência de imprensa

Um agente do Serviço Secreto retirou, esta segunda-feira, o Presidente norte-americano da sala na Casa Banca na qual estava a começar uma conferência de imprensa. O período em que Donald Trump esteve fora da sala foi …

Nani candidato a melhor jogador nos Estados Unidos

Internacional português e o colega João Moutinho (este para melhor jovem) estão na corrida para os prémios e também para o onze. Os futebolistas portugueses Nani e João Moutinho, ambos do Orlando City, estão entre os …

102 dias depois, coronavírus regressa à Nova Zelândia

A Nova Zelândia anunciou a sua primeira infeção por coronavírus transmitida localmente em 102 dias esta terça-feira, o que levou a primeira-ministra do país a emitir uma ordem de confinamento em Auckland, a maior cidade …