Polícias sinaleiros estão de regresso ao Porto

O sinaleiro, “figura carismática do Porto” desaparecido desde 1992, regressou hoje ao Porto, à avenida Gustavo Eiffel junto à ponte Luís I, numa iniciativa da Divisão de Trânsito da PSP que acolhe a simpatia de condutores e transeuntes.

A peanha colocada no meio da avenida, mesmo em frente ao tabuleiro inferior da ponte Luís I, é o novo local de trabalho de João Martins, o polícia que, não se recordando da existência de sinaleiros na cidade, esta manhã já coordenou o tráfego naquela zona, com apitos e ordens dadas com os braços e as mãos.

“Directamente ainda ninguém me perguntou nada, contudo, houve muitos carros que pararam e tiraram fotografias”, afirmou aos jornalistas João Martins, não tendo dúvidas de que será “um foco de atenção” para a população e para turistas.

Jacinto Ferreira, subcomissário da Divisão de Trânsito, lembrou que “até 1992, o sinaleiro era uma figura carismática da PSP do Porto” e destacou a importância da reintrodução desta profissão “num local que é emblemático”, “com bastante intensidade de tráfego” e que é “património da Humanidade”.

“Pretende-se também transmitir uma imagem positiva da PSP e da cidade do Porto, e ajudar todos os utentes da via através de uma regularização cuidada e competente”, disse, acrescentando que João Martins ou um outro agente, os dois escolhidos para sinaleiros, estarão naquele local nos dias úteis, entre as 07:30 e as 10:00 e as 17:00 e as 19:30.

Segundo Jacinto Ferreira, é mais do que evidente que nem todos os elementos têm a sensibilidade e jeito para regularizar o trânsito, tendo “os dois elementos sido escolhidos de forma cuidada”.

A presença do sinaleiro em cima da peanha naquele local não passou desapercebida, provocando de imediato cumprimentos por parte de condutores e de peões.

António Martins, de 73 anos, deslocou-se de propósito à marginal ribeirinha da cidade para ver o sinaleiro, uma figura que deixa saudades, designadamente quando existia “em Santa Catarina e Sá da Bandeira”.

“Era bonito e dá impressão que o trânsito andava melhor”, lembrou, desejando que o sinaleiro regresse à baixa da cidade “no verão”.

O condutor Joaquim Teixeira não poupou elogios ao recém-chegado sinaleiro, considerando ser “muito bom” o regresso desta figura reguladora do trânsito à cidade.

“É muito bom continuar ao mesmo ritmo do que era antigamente. Dá facilidade ao trânsito, fico muito contente”, sublinhou Joaquim Teixeira.

Para já, o sinaleiro apenas marca presença na avenida Gustavo Eiffel, mas a Divisão de Trânsito da PSP admite ser “possível no futuro” alargar a iniciativa a outras zonas da cidade.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Viagens ao Espaço têm um novo perigo desconhecido para os astronautas

Há um perigo inerente às longas viagens espaciais dos astronautas desconhecido até aos dias de hoje. Um novo estudo aponta que os cosmonautas podem ver o seu fluxo sanguíneo revertido na parte superior do corpo. A …

Macrocilix maia, a misteriosa traça que tem moscas a comer fezes nas suas asas

Macrocilix maia é uma espécie de traça que se destaca pela forma como se camufla dos seus predadores. Nas suas asas vê-se duas moscas a comer excrementos de pássaro. A natureza nunca falha em surpreender-nos e …

Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a …

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …