Polícias sinaleiros estão de regresso ao Porto

O sinaleiro, “figura carismática do Porto” desaparecido desde 1992, regressou hoje ao Porto, à avenida Gustavo Eiffel junto à ponte Luís I, numa iniciativa da Divisão de Trânsito da PSP que acolhe a simpatia de condutores e transeuntes.

A peanha colocada no meio da avenida, mesmo em frente ao tabuleiro inferior da ponte Luís I, é o novo local de trabalho de João Martins, o polícia que, não se recordando da existência de sinaleiros na cidade, esta manhã já coordenou o tráfego naquela zona, com apitos e ordens dadas com os braços e as mãos.

“Directamente ainda ninguém me perguntou nada, contudo, houve muitos carros que pararam e tiraram fotografias”, afirmou aos jornalistas João Martins, não tendo dúvidas de que será “um foco de atenção” para a população e para turistas.

Jacinto Ferreira, subcomissário da Divisão de Trânsito, lembrou que “até 1992, o sinaleiro era uma figura carismática da PSP do Porto” e destacou a importância da reintrodução desta profissão “num local que é emblemático”, “com bastante intensidade de tráfego” e que é “património da Humanidade”.

“Pretende-se também transmitir uma imagem positiva da PSP e da cidade do Porto, e ajudar todos os utentes da via através de uma regularização cuidada e competente”, disse, acrescentando que João Martins ou um outro agente, os dois escolhidos para sinaleiros, estarão naquele local nos dias úteis, entre as 07:30 e as 10:00 e as 17:00 e as 19:30.

Segundo Jacinto Ferreira, é mais do que evidente que nem todos os elementos têm a sensibilidade e jeito para regularizar o trânsito, tendo “os dois elementos sido escolhidos de forma cuidada”.

A presença do sinaleiro em cima da peanha naquele local não passou desapercebida, provocando de imediato cumprimentos por parte de condutores e de peões.

António Martins, de 73 anos, deslocou-se de propósito à marginal ribeirinha da cidade para ver o sinaleiro, uma figura que deixa saudades, designadamente quando existia “em Santa Catarina e Sá da Bandeira”.

“Era bonito e dá impressão que o trânsito andava melhor”, lembrou, desejando que o sinaleiro regresse à baixa da cidade “no verão”.

O condutor Joaquim Teixeira não poupou elogios ao recém-chegado sinaleiro, considerando ser “muito bom” o regresso desta figura reguladora do trânsito à cidade.

“É muito bom continuar ao mesmo ritmo do que era antigamente. Dá facilidade ao trânsito, fico muito contente”, sublinhou Joaquim Teixeira.

Para já, o sinaleiro apenas marca presença na avenida Gustavo Eiffel, mas a Divisão de Trânsito da PSP admite ser “possível no futuro” alargar a iniciativa a outras zonas da cidade.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

OMS sobre Covid-19: O mundo "simplesmente não está pronto" para enfrentar a epidemia

O especialista que liderou a equipa da Organização Mundial de Saúde (OMS) enviada à China disse hoje que o mundo "simplesmente não está pronto" para enfrentar a epidemia do novo coronavírus. Bruce Aylward, médico canadiano especialista …

Um quinto das florestas australianas arderam devido a seca extrema

Os incêndios recentes "sem precedentes" que destruíram um quinto das florestas australianas estão ligados a uma seca de vários anos, devido às alterações climáticas, segundo um estudo publicado na segunda-feira. Os climatólogos estão, atualmente, a estudar …

Auditorias aos estádios da I Liga devido a casos de racismo começam amanhã

As auditorias aos estádios onde se realizam jogos da I Liga de futebol, motivadas pelos recentes atos de violência e racismo, vão decorrer até março, diz o Ministério da Administração Interna. As auditorias à segurança dos …

Liverpool já tem tantas vitórias como o invencível Arsenal de Wenger

O Liverpool operou esta segunda-feira a reviravolta sobre o West Ham (3-2) e evitou a primeira derrota na Liga inglesa de futebol, repondo a vantagem de 22 pontos para o Manchester City, no jogo que …

Lenine Cunha campeão de triplo e pentatlo em atletismo adaptado

O atleta paralímpico português Lenine Cunha sagrou-se, esta terça-feira, campeão mundial de triplo-salto e pentatlo, em Torun, na Polónia. Ana Filipe venceu a prova de triplo-salto no feminino. Lenine Cunha venceu a medalha de ouro, esta …

Kroos: Não foi fácil "adaptar-nos à falta de 40 ou 50 golos" de Ronaldo

Toni Kroos assumiu que foi difícil para o Real Madrid superar a saída de Cristiano Ronaldo. O alemão realçou a falta dos 40 ou 50 golos marcados pelo português fizeram-se sentir. Em entrevista ao The Athletic, …

Companhias aéreas querem conclusão das "obras urgentes" no aeroporto de Lisboa

A associação das companhias aéreas em Portugal (RENA) pediu ao Governo e à concessionária do aeroporto de Lisboa (ANA) a conclusão imediata "das obras urgentes" na infraestrutura, para além do "desenvolvimento do novo aeroporto" no …

Um em cada três venezuelanos não tem acesso aos alimentos para uma vida saudável

Um em cada três venezuelanos não tem acesso a todos os alimentos necessários para ter uma nutrição saudável, segundo um estudo realizado pelo Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas, divulgado na segunda-feira. De acordo com o …

Barcelona está de olho em Plata (enquanto Sporting o tenta segurar)

Gonzalo Plata tem impressionado ao serviço do Sporting e, por isso, os 'leões' querem comprar a outra metade do passe do jogador. O Barcelona está de olho no jogador. O Sporting está a fazer de tudo …

Angola. Dívidas a construtoras portuguesas alarmam FMI

O Fundo Monetário Internacional (FMI) está preocupado com a dívida de Angola a fornecedores externos, nomeadamente empresas portuguesas do setor da construção. O processo de regularização de dívidas do Estado angolano às construtoras portuguesas está a …