Polícia que matou homem pelas costas foi despedido e acusado de assassínio

O polícia branco detido e acusado pela morte de um homem negro em North Charleston, Carolina do Sul, foi demitido da polícia, anunciou hoje o presidente da câmara desta cidade do sudeste norte-americano.

“Quero dizer-vos que o polícia foi demitido”, indicou o presidente da câmara, Keith Summey, durante uma conferência de imprensa interrompida diversas vezes por algumas pessoas que gritavam “sem justiça não há paz”.

“Não caucionamos o que está mal, pouco importa quem” é o autor, prosseguiu o autarca.

O polícia, Michael Thomas Slager, disparou este sábado oito vezes sobre Walter Scott, 50 anos, que se afastava a correr e de costas voltadas para o agente, depois de ter sido detido num controlo rodoviário.

As imagens foram captadas por uma testemunha e enviadas ao New York Times.

O polícia, que arrisca a pena de morte ou 30 anos de prisão, disse antes da divulgação das imagens que Walter Scott o agrediu e se apoderou da sua arma de eletrochoque (‘taser’).

O presidente da câmara Summey precisou que viu o vídeo pela primeira vez na terça-feira. “Fiquei doente com o que vi“, explicou.

Summey indicou ainda que o chefe da polícia da cidade não estava em condições de se pronunciar sobre o incidente, porque o inquérito foi confiado à polícia do estado, a “South Carolina Law Enforcement Division” (SLED).

O presidente da câmara revelou ainda que a autarquia recebeu um subsídio para adquirir uma centena de câmaras individuais destinadas a equipar os polícias uniformizados.

“É uma tragédia horrível” para a família da vítima e para a do polícia, cuja mulher está grávida de oito meses, acrescentou Summey.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Idosos em lares infetados vão mudar-se (e podem ir para outros concelhos)

Na sequência do aumento de números de casos confirmados de covid- 19 nos lares, o Governo pretende “encontrar equipamentos alternativos” para alojar idosos, em isolamento profilático e que não precisem de tratamento hospitalar, dentro ou …

Apesar da pandemia, juiz Carlos Alexandre marca sessões do caso Tancos para abril

O juiz Carlos Alexandre marcou o interrogatório do principal arguido do processo relativo ao furto das armas de Tancos, João Paulino, para dia 21 de abril. De acordo com um despacho datado de 1 abril, citado …

Conceição pode estar de saída. FC Porto oferece 5 milhões por ano a Jesus

O treinador portista, Sérgio Conceição, pode estar de saída para a Alemanha. Como alternativa, o FC Porto está disposto a pagar 5 milhões de euros por ano a Jorge Jesus. Sérgio Conceição pode estar de saída …

Estado paga subsídio de refeição em teletrabalho. No privado, os patrões estão confusos

Mesmo à distância, os funcionários públicos mantêm o direito ao subsídio de refeição. No privado, a confusão mantém-se e os patrões estão divididos. De acordo com o secretário-geral da UGT, alguns patrões do privado estão a …

UEFA não quer campeonatos a seguir o exemplo belga

A UEFA reprovou a decisão da Liga de futebol da Bélgica que, esta quinta-feira, recomendou que se dê por terminada a época e se atribua o título ao Club Brugge.  Numa carta conjunta com a Associação de Clubes …

Boris Johnson em cheque. Desta vez, por causa da quantidade ínfima de testes

A pandemia de covid-19 está a ser um calvário político para Boris Johnson. O primeiro-ministro britânico tem sido alvo de várias críticas, sendo que a última tem a ver com a quantidade ínfima de testes …

EUA com pior recorde mundial diário de mortes. 10 milhões perderam o emprego

Os Estados Unidos registaram, esta quinta-feira, 1169 mortes em 24 horas causadas pela covid-19, o pior recorde mundial diário, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins. O número recorde de mortes em 24 horas …

Real Madrid sonda Maximiano. Sporting quer blindá-lo com cláusula de 60 milhões

O Real Madrid está atento a Luís Maximiano, o guarda-redes de 21 anos do Sporting. Os 'leões' querem blindar o jogador com uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros. O Real Madrid está interessado …

Lares britânicos recomendam idosos a assinar cláusula de "não-reanimação"

Lares britânicos recomendaram aos mais velhos que assinassem uma cláusula de "não-reanimação" para que as camas dos hospitais não fossem ocupadas por pessoas com uma menor probabilidade de sobreviver. No Reino Unido, surgem denúncias de que …

Costa admite segunda onda de covid-19. E dá 4 de maio como limite para normalizar ensino

Esta sexta-feira, em entrevista à Rádio Renascença, o primeiro-ministro disse que não é altura de se "baixar a guarda" e assegurou que a decisão mais difícil é a da reabertura das escolas. Para vencer esta batalha …