Maddie: polícia inglesa em Faro para interrogar 11 pessoas

met.police.uk

Maddie McCann

Maddie McCann

A equipa da polícia inglesa responsável pela investigação ao desaparecimento de Madeleine McCann está reunida nas instalações da Polícia Judiciária (PJ), em Faro, para novas inquirições a testemunhas e contactos com as autoridades portuguesas.

A equipa chegou às instalações da diretoria de Faro da PJ pelas 9h20, entre eles, o inspetor-chefe Andy Redwood que tem estado responsável pela investigação britânica nos últimos três anos e meio e que agora, por entrar na reforma, passa o caso para a inspetora-chefe Nicola Wall, da Metropolitan Police.

As inquirições sobre o desaparecimento de Madeleine McCann, que desapareceu do quarto onde dormia com os seus dois irmãos mais novos a 3 de maio de 2007, num apartamento de um aldeamento turístico, na Praia da Luz, no Algarve, deverão decorrer durante três dias.

Na edição desta terça-feira, o Correio da Manhã refere que vão ser inquiridas 11 testemunhas – sete portugueses e quatro britânicos -, ação que resulta das diligências pedidas pela polícia inglesa, que terá fornecido mais de 250 perguntas para a polícia portuguesa fazer às 11 testemunhas, já de acordo com a BBC.

Segundo informações facultadas pela Scotland Yard à Lusa, a transferência do processo para o novo chefe da investigação está em curso e os pais da criança e outros interessados foram informados da mudança.

Nicola Wall transita da divisão de Homicídios e Crimes Graves para a Operação Grange e assume funções oficialmente a 22 de dezembro.

A equipa de investigadores esteve em Portugal em outubro, cerca de três meses depois das últimas inquirições no âmbito deste caso, tendo mantido reuniões na Polícia Judiciária de Faro e no Instituto Nacional de Medicina Legal (INML).

Na altura, o presidente do INML, adiantou que os inspetores da Scotland Yard demonstraram vontade em realizar novas análises às provas recolhidas durante a investigação, estando em aberto a possibilidade de serem realizadas em Inglaterra ou no Instituto Nacional de Medicina Legal.

A polícia britânica terá estado ainda a preparar novas inquirições a suspeitos no âmbito deste processo, depois de, em julho, terem interrogado quatro arguidos e uma dezena de testemunhas.

No início de junho, agentes britânicos de investigação forense, PJ e GNR realizaram várias buscas com cães, no miradouro da Praia da Luz e em terrenos à entrada da localidade turística da Aldeia da Luz.

Ao todo, foi investigada uma área de cerca de 60 mil metros quadrados, incluindo condutas de eletricidade e gás, esgotos e edifícios em ruínas, com o auxílio de cães pisteiros e georadares, buscas que se revelaram infrutíferas.

Em agosto, a Scotland Yard entregou a quinta carta rogatória às autoridades portuguesas, no sentido de realizar novas diligências.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Carlos Carreiras anuncia "vacina portuguesa" e causa mal-estar no Governo

O presidente da Câmara de Cascais afirmou que, "em completa articulação com o Governo", garantiu a compra e inclusive a cedência da patente de uma vacina para produzir na Área Metropolitana de Lisboa. Esta quarta-feira, num …

Pela primeira vez, Japão admite cancelar Jogos Olímpicos

O Japão admitiu pela primeira vez esta quinta-feira que o cancelamento dos Jogos Olímpicos, adiados desde o verão passado e com arranque marcado para 23 de julho, continua a ser uma hipótese em cima da …

Ataque de Sócrates ao PS é uma "tremenda injustiça". Costa não é um "traidor", diz Ana Catarina Mendes

A líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes, criticou as declarações de José Sócrates que, em resposta a Fernando Medina, atacou a direção do partido. Em entrevista à TVI, na noite desta quarta-feira, José Sócrates respondeu …

Guardiola iguala recorde de Mourinho na Liga dos Campeões

Pep Guardiola igualou o recorde de presenças nas meias-finais da Liga dos Campeões. O espanhol tem agora as mesmas oito presenças de José Mourinho. Há muito tempo que Pep Guardiola enfrentava dificuldades nos quartos de final …

Responsável pela acusação da Operação Marquês fica fora da lista de promoções do MP

O procurador Rosário Teixeira, responsável pela acusação da Operação Marquês, não figura entre os candidatos da lista de promoções do Ministério Público — e já recorreu da decisão. O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) aprovou …

Investigação a ligações entre PJ e Doyen só ouviu 2 testemunhas antes de ser arquivada

A investigação a alegadas ligações entre um inspetor da PJ e representantes da Doyen, foi arquivada após apenas terem sido ouvidas duas testemunhas. A denúncia sobre estas alegadas ligações chegou da então eurodeputada Ana Gomes. Foi …

Depois de Benfica e Sporting, Beto também interessa ao FC Porto

Depois do interesse de Benfica e Sporting, o FC Porto também está atento a Beto, o avançado do Portimonense que tem dado cartas esta temporada. Se pensava que esta ia ser uma corrida de dois cavalos …

Depois de uma emergência a contragosto, decidem-se as medidas para a 3.ª fase do desconfinamento

Esta quinta-feira, o Conselho de Ministros decide se o desconfinamento avança na próxima segunda-feira. Em causa está o avanço da terceira fase como previsto, a estagnação dos concelhos de maior risco na segunda fase ou …

"O culpado sou eu". Abel Ferreira perde Supertaça sul-americana nos penáltis

O Palmeiras, de Abel Ferreira, falhou na quarta-feira a conquista da Supertaça sul-americana de futebol, ao perder com o Defensa y Justicia no desempate por grandes penalidades (3-4), depois do desaire por 2-1 nos 120 …

Podem ter sido encontradas as pegadas de Neandertal mais antigas da Europa

Há cerca de 100 mil anos, uma grande família de Neandertais caminhou ao longo de uma praia naquilo que hoje é o sul de Espanha. Tal como qualquer criança que se preze, os mais novos …