Polícia francesa fez buscas na casa de campo de Fillon

Etienne Laurent / EPA

Penelope e François Fillon

Penelope e François Fillon

A polícia francesa realizou na sexta-feira buscas na casa de campo do candidato às eleições presidenciais francesas, procurando provas no âmbito de um escândalo relacionado com gastos indevidos.

As buscas à residência situada em Beauce, perto da cidade de Le Mans, no noroeste no país, “terminaram ontem (sexta-feira) à noite”, segundo a mesma fonte, depois de o apartamento de Paris ter sido revistado na quinta-feira.

O candidato conservador François Fillon é suspeito de, enquanto chefiava o Governo, ter arranjado à mulher e ao filho empregos no Parlamento, pelos quais estes terão recebido centenas de milhares de euros.

Aos seus apoiantes, Fillon disse este sábado que os adversários estão a tentar “intimidá-los”, enquanto luta para se manter na corrida ao Eliseu.

Para assinalar o seu 63.º aniversário, Fillon está a tentar virar a página depois de uma semana de pesadelo em que assistiu a uma série de deserções das fileiras da sua campanha, depois de ter admitido que vai ser alvo de procedimentos judiciais por alegadamente ter arranjado aos familiares diretos empregos falsos, quando era primeiro-ministro.

Com alguns elementos do seu próprio partido de direita, Os Republicanos, instando-o a abandonar a corrida, Fillon observou, perante 1.500 apoiantes, que já teve “melhores dias de aniversário”.

Sem se referir diretamente aos seus problemas legais, declarou, numa ação de campanha no norte de Paris: “Eles estão a tentar intimidar-vos, estão a atacar-me, mas aquilo que eles querem matar é o desejo de mudança”.

O candidato presidencial negou sempre ter cometido qualquer ilegalidade, sustentando que as acusações sobre os falsos empregos têm motivações políticas e insinuando mesmo crer que o Governo socialista está por detrás do inquérito judicial.

Fillon vai tentar recuperar terreno realizando um grande comício no domingo, perto da Torre Eiffel.

Enquanto falava no comício, o seu partido anunciou que o respetivo conselho político se reunirá na segunda-feira à noite – um dia antes do planeado – “para avaliar a situação”.

A sete semanas do escrutínio, o perigo, para a direita, é que ele seja eliminado na primeira volta, a 23 de abril, já que as sondagens apontam para que serão a líder da extrema-direita, Marine Le Pen, e o centrista de 39 anos, Emmanuel Macron, a disputar a segunda volta, a 7 de maio.

François Fillon liderou a corrida à presidência de França até meados de janeiro, quando o jornal satírico Canard Enchaîné publicou uma notícia segundo a qual ele teria pago à mulher, Penelope, e a dois dos filhos de ambos perto de 900 mil euros enquanto assistentes e conselheiros parlamentares.

É permitido aos governantes empregar familiares, mas os investigadores estão à procura de provas do trabalho que a mulher de Fillon fez.

O candidato conservador revelou na quarta-feira que vai encontrar-se com magistrados do Ministério Público para ser formalmente acusado a 15 de março, o que desencadeou a saída de vários elementos da sua equipa.

O seu homem de confiança dos Negócios Estrangeiros e o porta-voz de campanha abandonaram-no e o líder do pequeno partido centrista UDI informou-o de que retirava o seu apoio.

O diário francês Libération escreveu: “Já não são os ratos a abandonar o navio que se afunda, mas o navio a abandonar o rato“.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Enquanto Merkel coordena estados para travar terceira vaga, os britânicos já podem “pensar” nas férias de verão

O governo federal alemão está a planear aprovar uma nova legislação que lhe permitirá assumir o controlo dos estados e impor restrições uniformes em todo o país. O anúncio foi feito esta sexta-feira, segundo o Deutsche …

A montanha pariu um rato? (Ou nem tanto) Sócrates ainda arrisca 12 anos de prisão

José Sócrates livrou-se dos crimes de corrupção na Operação Marquês, mas o juiz Ivo Rosa acusou declaradamente o ex-primeiro-ministro de se ter "vendido" ao amigo Carlos Santos Silva. Só que o crime já prescreveu e, …

China multa Alibaba em 2,33 mil milhões de euros por violações antimonopólio

As autoridades chinesas multaram o gigante' de comércio online Alibaba em 18,2 mil milhões de yuan (equivalente a 2,33 mil milhões de euros) por abuso de posição dominante, noticiou este sábado a imprensa estatal na …

PSD disse "não" ao Chega no continente, mas não nos Açores. Rio teme "impacto nacional"

O PSD rejeitou acordos autárquicos com o Chega no continente e a possibilidade de coligações no arquipélago dos Açores entram em choque frontal com política autárquica da direção do partido de Rui Rio. Na quarta-feira, quando …

Dezenas de pessoas estiveram presentes no último adeus do "sempre fundamental" Jorge Coelho

Várias dezenas de pessoas compareceram este sábado de manhã na Basílica da Estrela para a missa de corpo presente do antigo dirigente e ministro socialista Jorge Coelho, "um elemento sempre fundamental nos momentos mais difíceis …

Desconfinamento já se faz sentir nos internamentos. R(t) já está acima de 1

O número de casos está a aumentar e este efeito já se começa a sentir nos internamentos. Esta foi a segunda semana consecutiva com aumento de casos, com uma média de 495 novos casos diários. De …

Plano contra o racismo. Bloco de Esquerda é o único partido a favor de quotas no ensino superior

O Governo colocou em consulta pública o Plano de Combate ao Racismo e Discriminação, que prevê que alunos socialmente desfavorecidos poderão aceder ao Ensino Superior através de contingente especial. O Bloco de Esquerda é o …

Novo Banco vendeu carteiras ao melhor preço (e só depois avaliou conflitos de interesses)

A venda das três carteiras de crédito do Novo Banco em 2019 foi feita pelo preço mais alto e em conformidade com o Acordo de Capitalização Contingente (CCA), segundo a auditoria da Deloitte às operações. “Nos …

UE investiga possível ligação entre tromboses e vacina da Johnson&Johnson nos EUA

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou esta sexta-feira ter iniciado uma investigação sobre casos de coágulos sanguíneos após toma da vacina da Johnson & Johnson/Janssen contra a covid-19, antes de o fármaco estar disponível …

Cabras

"É um terror. Nunca vi disto". Relâmpago matou 68 cabras no Alto Minho

Um relâmpago matou 68 cabras na freguesia de Gondoriz, em Arcos de Valdevez, distrito de Viana do Castelo. O pastor que perdeu os animais, Dário Silva, diz que, em "40 anos de serra", nunca viu …