Polícia dos EUA usa drones para monitorizar o distanciamento social

O departamento de polícia de Westport, no Connecticut, Estados Unidos (EUA), em colaboração com o fabricante de drones Draganfly, está a testar “drones pandémicos”, projetados para monitorizar se as pessoas estão a cumprir as regras de distanciamento social.

De acordo com um comunicado, citado pelo Futurism, esses drones têm “um sensor especializado e sistemas de visão computacional que mostram a febre/temperatura, os batimentos cardíacos e a respiração, além de detetar pessoas a espirrar e a tossir nas multidões, onde quer que grupos de pessoas possam trabalhar ou se reunir”.

Os drones nem precisam se aproximar para identificar os sintomas. “A tecnologia pode detetar com precisão condições infeciosas a uma distância de 90 metros, além de medir o distanciamento social para práticas proativas de segurança pública”, lê-se no comunicado.

Esta notícia foi avançada depois de a China e a Espanha terem implementado o uso de drones para aconselhar as pessoas que estavam a quebrar a quarentena a irem para casa.

O objetivo é manter os agentes das autoridades seguros, minimizando o contato com o público. “O Departamento de Polícia de Westport e os socorristas de todo o mundo estão a  procurar maneiras eficazes de limitar a disseminação da Covid-19 e manter as suas comunidades seguras”, disse o chefe de polícia de Westport, Foti Koskinas.

“Esta tecnologia não melhora apenas a segurança dos nossos agentes e do público. O conceito de uso de drones continua a ser essencial para alcançar as áreas mais remotas, com pouca ou nenhuma mão de obra”, acrescentou Koskinas.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O nosso cabelo sabe o que comemos, onde moramos e quanto custou o corte

Milímetro a milímetro, o cabelo constrói um registo da nossa dieta. Como os fios de cabelo são construídos a partir de aminoácidos, preservam os traços químicos da proteína da comida que ingerimos. Os fios de cabelo …

Não foram meteoros. Uma forte atividade vulcânica arrefeceu a Terra há 13 mil anos

Porque é que a Terra arrefeceu repentinamente há 13 mil anos? Sedimentos antigos encontrados numa caverna no Texas, nos Estados Unidos, parecem ter resolvido este grande mistério. Alguns cientistas acreditam que o fenómeno que arrefeceu repentinamente …

Novo método prevê erupções solares com algumas horas de antecedência

Um novo método capaz de prever explosões solares poderia ajudar a Humanidade a preparar-se contra possíveis desastres causados por este fenómeno explosivo da nossa estrela. As erupções solares são explosões que ocorrem na superfície do Sol …

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …