Polícia britânica afasta assassínio de princesa Diana

US Federal Government / Wikimedia

Diana de Gales, Princesa do Povo (dir), com Hillary Clinton (esq)

A polícia britânica terminou o exame de novas informações sobre a morte da princesa Diana, em 1997, e não foram encontradas “provas credíveis” de ter sido assassinada, noticia hoje a cadeia televisiva Sky News.

A Scotland Yard tinha anunciado em agosto que estava a examinar a credibilidade de informações que tinha recebido há pouco tempo sobre as mortes da princesa de Gales e do namorado, Dodi al-Fayed, incluindo uma alegação de que tinha sido assassinada por um militar britânico.

Esta segunda-feira, em comunicado, a polícia informou que “o Serviço da Polícia Metropolitana realizou um exercício extenso de avaliação da relevância e credibilidade dessa informação”, acrescentando que “o exercício está completo”.

No texto, é ainda anunciado uma declaração formal para esta terça-feira.

O comissário Mark Rowley já forneceu às partes envolvidas um sumário executivo com os resultados.

Diana e Fayed morreram num acidente de automóvel em Paris, em 31 de agosto de 1997, juntamente com o motorista, Henri Paul.

Soube-se da existência de uma queixa do envolvimento de um membro do regimento militar britânico de elite Serviço Especial Aéreo (SAS, na sigla em Inglês) na morte de Diana, feita pelos antigos sogros do ex-soldado, mencionando conversas feitas por ele no passado.

“Se bem que haja a possibilidade de terem sido feitos comentários sobre o envolvimento do SAS na morte, não há provas credíveis ou relevantes para apoiar a teoria de que essas alegações tenham qualquer base”, conforme um documento policial citado pela Sky News.

Operação Paget foi o nome de código do inquérito policial, que durou dois anos, sobre as numerosas teorias sobre o acidente.

Liderada por John Stevens, ex-dirigente principal policial do Reino Unido, a investigação tinha concluído em 2006 pela ausência de fundamento de todas as alegações.

Foi recusada, designadamente, a pretensão de existência de assassínio na morte de Diana, defendida por alguns, como o pai de Dodi al-Fayed, o empresário egípcio Mohamed al-Fayed.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam massa que muda de formato assim que entra em contacto com a água

Da penne à fusilli: as pessoas adoram massas pelos seus formatos. Agora, uma equipa de cientistas liderada pelo Morphing Matter Lab da Carnegie Mellon University está a desenvolver massas planas que se transformam em formas …

Australiana fez uma cirurgia para remover as amígdalas (e acordou com um sotaque irlandês)

No dia 19 de abril, Angie Mcyen foi submetida a uma cirurgia para remover as amígdalas, um procedimento bastante simples que demorou apenas meia hora. Uns dias depois, acordou e apercebeu-se de que tinha um …

“Foi o crime do século“. Museu Britânico mostra o impacto do assassinato de Thomas Becket na Europa

Thomas Becket foi abatido dentro da Catedral de Cantuária por cavaleiros da comitiva do rei Henrique II. O assassinato, em 1170, causou ondas de choque em toda a Inglaterra. Agora, o religioso será recordado através …

Na Índia, ser-se rico ou pobre pode fazer a diferença no acesso à vacina

A Índia enfrenta uma grave escassez de vacinas contra a covid-19. Até ao momento, só 2,5% da população recebeu ambas as doses, enquanto 10% recebeu uma. Na Índia, as pessoas que vivem em cidades com fácil …

Ilha italiana torna-se "covid-free" e mostra-se pronta para receber turistas de todo o mundo

Numa altura em que vários países da Europa já começam a planear a abertura ao turismo de forma intensiva, há regiões que mostram já estar um passo à frente. É o caso da ilha de …

Política chinesa torna uigures reféns nas suas próprias casas

A China introduziu, em 2016, uma política de parentesco para promover a harmonia nacional e a unidade étnica, levando a que desde então mais de 1,1 milhões de funcionários do Estado ocupassem periodicamente as casas …

O palco de um dos maiores contos britânicos de sempre vai transformar-se num hostel

A Irlanda aprovou uma proposta para converter num hostel um dos pontos de referência de James Joyce mais icónicos de Dublin. O irlandês James Joyce é um dos maiores escritores da literatura britânica, sendo autor de …

Liz Cheney é a cara da oposição ao "trumpismo" no Partido Republicano

Esta quarta-feira, e depois de ter criticado o antigo Presidente dos Estados Unidos, a congressista Liz Cheney foi afastada de um cargo de liderança no Partido Republicano. Na noite desta terça-feira, e pouco antes de …

SC Braga punido com dois jogos à porta fechada por falta de habilitações de Custódio

O Sporting de Braga foi punido com dois jogos de interdição do seu estádio, após queixa da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), devido à falta de habilitações de Custódio, anunciou o Conselho de …

Marinha dos EUA faz apreensão de armas ilícitas no Mar da Arábia

A Marinha dos Estados Unidos apreendeu um carregamento ilícito de armas no Mar da Arábia, anunciou a Quinta Frota da Marinha americana. A apreensão do arsenal foi feita pelo navio USS Monterey na passada quinta-feira, dia …