Poderemos ter criado por acaso uma bolha protectora à volta da Terra

NASA Goddard / Flickr

Ondas de rádio perdidas poderão estar a afastar da Terra parte da radiação da Cintura de Van Allen

Ondas de rádio perdidas poderão estar a afastar da Terra parte da radiação da Cintura de Van Allen

A vida (como a conhecemos) no nosso planeta só é possível graças ao efeito protector do seu campo magnético, que desvia a radiação solar. Mas esse campo de forças poderá estar a ser reforçado pelas nossas emissões de rádio.

Um estudo científico refere que as variações que ocorrem na magnetosfera se têm reduzido nas últimas décadas, coincidindo com o momento em que se passaram a fazer emissões de rádio em VLF – Very Low Frequency.

Os dados foram obtidos com a ajuda das duas sondas Van Allen que em 2012 foram lançadas pela NASA para explorar a mais inóspita região do nosso sistema solar, e  publicados na Space Science Reviews como parte de um estudo mais alargado que investiga os efeitos da actividade humana nas condições atmosféricas.

Normalmente, diz o Popular Science, estes campos são comprimidos/expandidos em função da actividade solar, mas desde a década de 60 que têm resistido à compressão, mesmo quando enfrentam tempestades solares mais severas.

Embora o estudo recomende que o fenómeno deva ser mais estudado e aprofundado, a explicação avançada é que as emissões de rádio VLF estão a fortalecer o campo que nos protege da radiação solar… dando algum alívio a todos os satélites, que assim podem contar com mais protecção – mesmo em situações que os poderiam deixar em perigo.

JHU-APL

Os dados foram obtidos com a ajuda das duas sondas Van Allen que em 2012 foram lançadas pela NASA para explorar a Cintura de Van Allen, a mais inóspita região do nosso sistema solar

Os dados foram obtidos com a ajuda das duas sondas Van Allen que em 2012 foram lançadas pela NASA para explorar a Cintura de Van Allen, a mais inóspita região do nosso sistema solar

Ainda este ano a Força Aérea dos Estados Unidos planeia lançar o satélite DSX, que levará a bordo um emissor de VLF com o objectivo de verificar se o mesmo poderá proteger o satélite da radiação espacial.

Se a experiência for bem sucedida, poderemos ter dado dar mais um importante passo para permitir viagens de astronautas até outros planetas, já que a questão da sua exposição à radiação é um dos pontos críticos para as viagens de longa duração, fora do ambiente protector da nossa magnetosfera .

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Os ETs que administram o nosso planeta é que reforçaram o campo magnético protector da Terra para permitir que as nossas telecomunicações rudimentares possam funcionar !!!

RESPONDER

Role play ao serviço da Ciência. Investigadores fingem ser Neandertais para estudar caça a aves

Uma equipa de investigadores espanhóis decidiu adotar a "dramatização" científica para reconstruir um novo elemento do comportamento Neandertal: a cooperação com os membros do grupo enquanto usa fogo e ferramentas para caçar gralhas no interior …

Estoril 0-1 Sporting | Figueira deu o fruto que saciou o leão

Foi preciso surgir um erro crasso do guarda-redes estorilista (até então a fazer uma belíssima exibição) para o campeão nacional poder respirar de alívio e festejar a quarta vitória na Liga, esquecendo por agora a …

A tinta mais branca do mundo ajuda a poupar energia nas casas - e pode eliminar de vez o ar condicionado

Uma equipa de investigadores da Universidade de Purdue desenvolveu uma tinta tão branca que revestir um prédio com ela pode reduzir, ou até mesmo eliminar, a necessidade de ter ar condicionado. Depois de testar mais de …

Costa promete "lição exemplar" à Galp depois de "tanto disparate" em Matosinhos

O secretário-geral do PS, António Costa, considerou hoje que “era difícil imaginar tanto disparate, tanta asneira, tanta insensibilidade” como a Galp demonstrou no encerramento da refinaria de Matosinhos, prometendo uma “lição exemplar” à empresa. Falando em …

Porto 5-0 Moreirense | Días, Taremi e Fábio, o trio maravilha

O Porto foi o primeiro dos “grandes” a entrar em campo e deu o mote, e que mote. Os “dragões” receberam o Moreirense e golearam sem apelo nem agravo, por 5-0, graças a uma segunda …

Ronaldo volta a marcar pelo United em jogo com final frenético

O português Cristiano Ronaldo voltou hoje a marcar pelo Manchester United, mas foram Lingaard e David de Gea que ‘brilharam’ na vitória sobre o West Ham, por 2-1, em jogo da quinta jornada da Liga …

O Cumbre Vieja, num dos complexos vulcânicos mais ativos nas Canárias, entrou em erupção

O vulcão Cumbre Vieja, na ilha espanhola de La Palma, entrou hoje em erupção na zona de Las Manchas, depois de mais de uma semana em que foram registados milhares de sismos na região. Na zona, …

Portugal regista 677 novos casos de covid-19 e cinco mortes

Portugal registou, este domingo, 677 novos casos e cinco mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Estudo mostra como diferentes espécies de polvos coexistem no mesmo ambiente

Existem mais de 300 espécies de polvos a viver em diversos habitats que abrangem recifes de coral, leitos de ervas marinhas, planícies de areia e regiões de gelo polar. Mas de que forma cefalópodes tão …

As máquinas estão "muito longe" de serem mais inteligentes (mas muito perto de agir como pessoas)

A especialista em inteligência artificial Daniela Braga considera que as máquinas estão "muito longe" de substituírem totalmente os humanos ou serem mais inteligentes, mas estão "muito perto" de interagirem como as pessoas. "Acho que estamos muito …