Poderemos ter criado por acaso uma bolha protectora à volta da Terra

NASA Goddard / Flickr

Ondas de rádio perdidas poderão estar a afastar da Terra parte da radiação da Cintura de Van Allen

Ondas de rádio perdidas poderão estar a afastar da Terra parte da radiação da Cintura de Van Allen

A vida (como a conhecemos) no nosso planeta só é possível graças ao efeito protector do seu campo magnético, que desvia a radiação solar. Mas esse campo de forças poderá estar a ser reforçado pelas nossas emissões de rádio.

Um estudo científico refere que as variações que ocorrem na magnetosfera se têm reduzido nas últimas décadas, coincidindo com o momento em que se passaram a fazer emissões de rádio em VLF – Very Low Frequency.

Os dados foram obtidos com a ajuda das duas sondas Van Allen que em 2012 foram lançadas pela NASA para explorar a mais inóspita região do nosso sistema solar, e  publicados na Space Science Reviews como parte de um estudo mais alargado que investiga os efeitos da actividade humana nas condições atmosféricas.

Normalmente, diz o Popular Science, estes campos são comprimidos/expandidos em função da actividade solar, mas desde a década de 60 que têm resistido à compressão, mesmo quando enfrentam tempestades solares mais severas.

Embora o estudo recomende que o fenómeno deva ser mais estudado e aprofundado, a explicação avançada é que as emissões de rádio VLF estão a fortalecer o campo que nos protege da radiação solar… dando algum alívio a todos os satélites, que assim podem contar com mais protecção – mesmo em situações que os poderiam deixar em perigo.

JHU-APL

Os dados foram obtidos com a ajuda das duas sondas Van Allen que em 2012 foram lançadas pela NASA para explorar a Cintura de Van Allen, a mais inóspita região do nosso sistema solar

Os dados foram obtidos com a ajuda das duas sondas Van Allen que em 2012 foram lançadas pela NASA para explorar a Cintura de Van Allen, a mais inóspita região do nosso sistema solar

Ainda este ano a Força Aérea dos Estados Unidos planeia lançar o satélite DSX, que levará a bordo um emissor de VLF com o objectivo de verificar se o mesmo poderá proteger o satélite da radiação espacial.

Se a experiência for bem sucedida, poderemos ter dado dar mais um importante passo para permitir viagens de astronautas até outros planetas, já que a questão da sua exposição à radiação é um dos pontos críticos para as viagens de longa duração, fora do ambiente protector da nossa magnetosfera .

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Os ETs que administram o nosso planeta é que reforçaram o campo magnético protector da Terra para permitir que as nossas telecomunicações rudimentares possam funcionar !!!

RESPONDER

Siza Vieira abriu imobiliária um dia antes de entrar no Governo

O ministro Adjunto do primeiro-ministro abriu uma empresa imobiliária um dia antes de tomar posse, acumulando a gerência não remunerada com o cargo governamental. Pedro Siza Vieira abriu uma empresa de compra e venda de bens …

Lisboa, Porto e Coimbra podem vir a ter megatribunais

O Governo prevê investir quase 275 milhões de euros na próxima década na construção e requalificação de tribunais. Lisboa, Porto e Coimbra deverão ganhar um novo grande tribunal. Em Lisboa, Porto e Coimbra, o Governo defende …

Desmantelamento de base nuclear na Coreia do Norte vai começar

A Coreia do Norte deve iniciar esta quarta-feira o desmantelamento de uma base nuclear em Punggye-ri. Depois de terem negado o acesso aos jornalistas, o Governo volta atrás e permite a cobertura jornalística Vai começar o desmantelamento …

Zuckerberg foi ao Parlamento Europeu pedir desculpa

Mark Zuckerberg desculpou-se no Parlamento Europeu pela incapacidade demonstrada pela sua empresa para evitar que os dados pessoais dos cidadãos europeus fossem erradamente usados A dois dias da entrada em vigor da legislação europeia para a …

Lasers podem deixar computadores um milhão de vezes mais rápidos

Uma nova técnica promete fazer com que a computação seja até um milhão de vezes mais rápida do que é atualmente, através do uso do laser na propagação de informações. Mil milhões de operações por segundo …

Morreu o escritor norte-americano Philip Roth

O escritor norte-americano morreu de insuficiência cardíaca, aos 85 anos, disse o agente literário à agência noticiosa Associated Press. Natural de Newark, Nova Jérsia, Philip Roth, habitualmente mencionado como candidato ao Nobel da Literatura, era considerado …

Contacto com germes pode prevenir leucemia em crianças

Análise baseada em 30 anos de estudos aponta que a leucemia linfoblástica aguda tem a sua origem em infâncias sem exposição de germes ao sistema imunitário. Uma das causas mais comuns de cancro nas crianças, a …

250 siberianos tornaram-se nos primeiros nativos americanos

Uma recente análise genética sugere que a população fundadora dos nativos americanos que migrou da Sibéria era composta por aproximadamente 250 indivíduos. Apesar dos inúmeros estudos genéticos, os cientistas ainda não tinham chegado a um consenso …

Afinal, o maior anfíbio do mundo são cinco

A salamandra-gigante-da-china não é uma espécie, mas cinco. Estas espécies estão em risco de extinção devido à má gestão da conservação. O maior anfíbio do mundo, a salamandra-gigante da-China (Andrias davidianus) são cinco espécies diferentes. A …

Cientistas chineses descobrem possível origem dos misteriosos sinais extraterrestres

Cientistas chineses encontraram uma nova explicação para as misteriosas e rápidas rajadas de rádio. Os especialistas acreditam que os "sinais extraterrestres" são originados por um tipo específico de estrela de neutrões: as "estrelas estranhas". Em 2001, …