Radiação cósmica vai afetar cérebro dos astronautas que forem a Marte

JPL-Caltech / NASA

    Curiosity / Mars Science Laboratory aproximando-se de Marte, conceito de artista

Curiosity / Mars Science Laboratory aproximando-se de Marte, conceito de artista

O CEO da SpaceX Elon Musk já deixou bem claro que quem quiser participar no seu plano mirabolante de colonizar Marte precisa de concordar em entrar numa missão suicida.

Segundo o visionário empresário, há um pequeno aumento na probabilidade de os passageiros desenvolverem cancro, mas não era algo com que estivesse preocupado de momento.

Mas um estudo realizado por cientistas da Universidade da Califórnia pode fazer com que Elon Musk comece a preocupar-se com a radiação durante a viagem ao planeta vermelho.

Segundo a pesquisa, publicada na Scientific Reports, os cientistas bombardearam cobaias com oxigénio ionizado e titânio, os tipos de partículas carregadas encontradas nos raios cósmicos galácticos que são mais propensos a atravessar a blindagem das naves espaciais.

Astronautas em missões longas devem passar por essas condições, e o preocupante é que os resultados não foram nem um pouco animadores.

Os raios cósmicos simulados causaram danos aos neurónios e inflamação cerebral, que ainda se encontravam presentes seis meses após a experiência.

Nesse estado, os astronautas podem ter dificuldades em tomar decisões ou realizar tarefas, além de sofrerem variações de humor.

20th Century Fox

Matt Damon, "The martian" (Ridley Scott, 2015)

Matt Damon, “The martian” (Ridley Scott, 2015)

Há ainda um efeito prejudicial da radiação sobre um processo cerebral, chamado “extinção do medo” – isto é, a nossa capacidade de esquecer traumas anteriores para que não vivamos num estado constante de ansiedade.

Estudos como este já foram antes realizados, com resultados quase tão alarmantes.

Algumas pesquisas financiadas pela NASA demonstraram mesmo danos neurológicos parecidos em roedores, mas este é o primeiro estudo que mostra como o dano é prolongado, explica o professor Charles Limoli, investigador da Universidade da Califórnia, à Phys.org.

“O ambiente no espaço coloca desafios e levanta problemas únicos aos astronautas”, realça Limoli, autor principal do estudo.

Vale a pena lembrar que os astronautas da Estação Espacial Internacional não sofrem com os raios cósmicos galácticos porque a estação está ainda dentro da magnetosfera, que protege a Terra da maior parte da radiação cósmica.

Todos sabemos que enviar uma missão tripulada a Marte vai ser perigoso. A nova preocupação agora é saber qual será o estado dos futuros colonizadores quando eles pousarem no planeta vermelho.

ZAP / Canaltech

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Se a magnetosfera protege os astronautas, bem que ela poderia ir junto. Poderiam mudar a órbita da Terra, para que ela fosse em direção à Marte. Assim, todo o mundo poderia ir lá.

  2. Simples.
    Se o Elon Musk conseguir reproduzir uma radiação magnética igual à nossa magnetosfera, e a induzir numa nave espacial, conseguimos fazer viagens espaciais sem problemas.

RESPONDER

A maior cascata do Equador desapareceu repentinamente

A maior cascata do Equador, com cerca de 150 metros, desapareceu repentinamente por causa de uma dolina. Investigadores ainda não sabem se esta apareceu por causas naturais ou humanas. Em fevereiro, a cascata de San Rafael, …

Aprovada descida de 3% na eletricidade no mercado regulado

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou uma descida do preço da tarifa aplicada no mercado regulado de cinco euros por megawatt/hora (MWh). Contas feitas, trata-se de uma redução de aproximadamente 3% no total …

Turquemenistão proibiu o uso da palavra "coronavírus"

Enquanto o mundo luta para conter a propagação da pandemia de covid-19, no Turquemenistão os cidadãos podem ser presos só por dizerem a palavra "coronavírus". De acordo com a rádio NPR, que cita a organização não …

EDP oferece desconto de 20% a profissionais e organizações de saúde

Face à pandemia de covid-19, a EDP vai oferecer um desconto de 20% na fatura da eletricidade a profissionais e organizações de saúde, anunciou esta quarta-feira a empresa liderada por António Mexia em comunicado. “A …

Bill Gates deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia

Num artigo publicado no jornal norte-americano Washington Post, o fundador da Microsoft, Bill Gates, deixa três recomendações para os Estados Unidos combaterem a pandemia de covid-19, que já fez 43 mil mortes em todo o …

Comissão de Trabalhadores da TAP pede nacionalização da companhia

A Comissão de Trabalhadores (CT) da TAP reforçou esta quarta-feira o apelo para que a transportadora “se torne 100% pública”, depois de a empresa ter anunciado o lay-off da maioria dos trabalhadores, segundo um comunicado. No …

"Posso ir?" Há uma app que lhe diz como estão as filas nos supermercados

A comunidade tecnológica tech4COVID19 criou uma aplicação móvel que permite aos seus utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados. A app, sob o nome "Posso ir?", pretende orientar os utilizadores nas idas aos …

Conte pede à Alemanha mais solidariedade europeia. “Se somos uma União, está na hora de o provarmos”

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, fez esta quarta-feira um apelo solene à Alemanha para que haja mais solidariedade europeia no combate à pandemia da covid-19, que está a afetar severamente o seu país. “Se somos uma …

Em França, Portugal é destacado como bom exemplo (mas também pela sorte da sua geografia)

Portugal tem "11 vezes menos mortes" do que Espanha, em proporção das respectivas populações, e parece estar a lidar melhor com a pandemia de Covid-19 do que o país vizinho. Esta é a conclusão de …

Do confinamento alargado aos limites nos despedimentos. O que pode mudar com o "novo" estado de emergência

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, propôs esta quarta-feira ao Parlamento a renovação do estado de emergência em Portugal por novo período de 15 de quinze dias para permitir medidas de contenção da …