Em plena escalada de tensão, há aldeias chinesas a “nascer” junto à fronteira com a Índia

Pelo menos três aldeias surgiram este ano na região estrategicamente sensível ao longo da fronteira entre a Índia e a China, chamada de Linha de Controle Real (LAC).

De acordo com o Vice, imagens de satélite da empresa norte-americana Planet Labs em 9 de dezembro  mostram a rivalidade estratégica contínua entre os dois países mais populosos do mundo.

As aldeias foram construídas a aproximadamente cinco quilómetros da passagem de Bum La, no estado de Arunachal Pradesh, no nordeste da Índia, que não é reconhecido pela China como parte da Índia. A China, em vez disso, chama a região de Tibete do Sul.

Essas aldeias geraram ansiedade na Índia, especialmente após a violenta disputa com o exército chinês que levou à morte de soldados indianos. A China não divulgou as suas baixas nos conflitos.

A disputa de fronteira gerou temores de que os dois países possam entrar em guerra.

Apenas uma semana antes do surgimento dessas imagens de satélite, havia imagens de aldeias na fronteira da China com o Butão. Uma aldeia em particular foi construída 2,5 quilómetros dentro da fronteira com o Butão. A aldeia chinesa estava a apenas sete quilómetros de Doklam, uma área de fronteira com o Butão e a Índia onde os exércitos indianos e chineses tiveram um impasse militar em 2017.

No mês passado, o Global Times, um jornal estatal chinês, respondeu à polémica, afirmando que esta vila está dentro do território chinês. A vila – que tem amenidades como praça pública, centro de saúde e supermercado – exemplifica “grande melhoria na capacidade de construção de infraestruturas da China”, apesar do terreno difícil.

“Há muitos lugares onde os chineses vivem e pastam há muito tempo”, afirmava o relatório. “Mas são necessárias mais pessoas ao longo da fronteira para realmente salvaguardar a soberania territorial da China.”

Em agosto, o Global Times publicou outro relatório que documentava pastores tibetanos que viviam perto das fronteiras da China com a Índia a receber acomodações organizadas pelas autoridades chinesas. “Para os residentes que estabeleceram uma casa perto da fronteira, pastorear é patrulhar e viver é proteger a fronteira”, disse o relatório.

A LAC é uma demarcação conceitual entre o território indiano e chinês. A fronteira oficial nunca foi marcada no mapa, uma vez que ambos discordam sobre os seus detalhes: a Índia considera a LAC com 3.488 quilómetros de extensão, enquanto a China a considera em torno de 2.000 quilómetros.

A ambiguidade das fronteiras também resultou no “sequestro” de civis indianos pelo Exército de Libertação do Povo Chinês (ELP), que passaram para o outro lado enquanto procuravam alimentos ou pescavam.

A China também é conhecida por ter reforçado o seu controle sobre os regulamentos de segurança na região de fronteira do Tibete nos últimos anos para combater os riscos de terrorismo e “separatismo”.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Carlos Carreiras anuncia "vacina portuguesa" e causa mal-estar no Governo

O presidente da Câmara de Cascais afirmou que, "em completa articulação com o Governo", garantiu a compra e inclusive a cedência da patente de uma vacina para produzir na Área Metropolitana de Lisboa. Esta quarta-feira, num …

Pela primeira vez, Japão admite cancelar Jogos Olímpicos

O Japão admitiu pela primeira vez esta quinta-feira que o cancelamento dos Jogos Olímpicos, adiados desde o verão passado e com arranque marcado para 23 de julho, continua a ser uma hipótese em cima da …

Ataque de Sócrates ao PS é uma "tremenda injustiça". Costa não é um "traidor", diz Ana Catarina Mendes

A líder parlamentar do PS, Ana Catarina Mendes, criticou as declarações de José Sócrates que, em resposta a Fernando Medina, atacou a direção do partido. Em entrevista à TVI, na noite desta quarta-feira, José Sócrates respondeu …

Guardiola iguala recorde de Mourinho na Liga dos Campeões

Pep Guardiola igualou o recorde de presenças nas meias-finais da Liga dos Campeões. O espanhol tem agora as mesmas oito presenças de José Mourinho. Há muito tempo que Pep Guardiola enfrentava dificuldades nos quartos de final …

Responsável pela acusação da Operação Marquês fica fora da lista de promoções do MP

O procurador Rosário Teixeira, responsável pela acusação da Operação Marquês, não figura entre os candidatos da lista de promoções do Ministério Público — e já recorreu da decisão. O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) aprovou …

Investigação a ligações entre PJ e Doyen só ouviu 2 testemunhas antes de ser arquivada

A investigação a alegadas ligações entre um inspetor da PJ e representantes da Doyen, foi arquivada após apenas terem sido ouvidas duas testemunhas. A denúncia sobre estas alegadas ligações chegou da então eurodeputada Ana Gomes. Foi …

Depois de Benfica e Sporting, Beto também interessa ao FC Porto

Depois do interesse de Benfica e Sporting, o FC Porto também está atento a Beto, o avançado do Portimonense que tem dado cartas esta temporada. Se pensava que esta ia ser uma corrida de dois cavalos …

Depois de uma emergência a contragosto, decidem-se as medidas para a 3.ª fase do desconfinamento

Esta quinta-feira, o Conselho de Ministros decide se o desconfinamento avança na próxima segunda-feira. Em causa está o avanço da terceira fase como previsto, a estagnação dos concelhos de maior risco na segunda fase ou …

"O culpado sou eu". Abel Ferreira perde Supertaça sul-americana nos penáltis

O Palmeiras, de Abel Ferreira, falhou na quarta-feira a conquista da Supertaça sul-americana de futebol, ao perder com o Defensa y Justicia no desempate por grandes penalidades (3-4), depois do desaire por 2-1 nos 120 …

Podem ter sido encontradas as pegadas de Neandertal mais antigas da Europa

Há cerca de 100 mil anos, uma grande família de Neandertais caminhou ao longo de uma praia naquilo que hoje é o sul de Espanha. Tal como qualquer criança que se preze, os mais novos …