Acusações de assédio sexual afastam Plácido Domingo da Ópera de Nova Iorque

Ralf Roletschek / Wikimedia

O cantor lírico espanhol Plácido Domingo

O tenor espanhol, alvo de várias denúncias de assédio sexual, abandonou a produção “Macbeth”, da Ópera Metropolitana de Nova Iorque, que deveria estrear-se esta quarta-feira, anunciando que não voltará a pisar o palco da Met.

“Enquanto contesto fortemente as recentes alegações feitas a meu respeito, e estou preocupado com o clima em que as pessoas são condenadas sem decorrer o devido processo, após reflexão acredito que a minha presença nesta produção de Macbeth iria desviar as atenções do trabalho árduo dos meus colegas, tanto em palco como nos bastidores”, refere Plácido Domingo num comunicado citado pelo New York Times.

Resultado dessa reflexão, o tenor espanhol “pediu para abandonar a produção”, agradecendo à liderança da Met “por ter graciosamente acedido” ao pedido.

No comunicado, no qual recorda que se estreou naquele teatro aos 27 anos e no qual cantou “durante 51, consecutivos, gloriosos anos”, Plácido Domingo diz-se “feliz” por, aos 78 anos, ter podido vestir a pele de Macbeth no ensaio geral da produção, algo que considera a sua “última atuação no palco da Met”, indicando assim que não irá voltar a pisar o palco daquele teatro nova-iorquino.

A Ópera Metropolitana de Nova Iorque também divulgou um comunicado, no qual sugere que foi a companhia a pedir a Plácido Domingo para sair.

“A Ópera Metropolitana confirma que Plácido Domingo concordou em retirar-se de todas as futuras apresentações na Met, com efeito imediato. A Met e o senhor Domingo estão de acordo que ele precisava de retirar-se”, lê-se no comunicado, também citado pelo jornal norte-americano.

A programação da Ópera Metropolitana — que em 2018 despediu o maestro James Levine depois de ter sido acusado de conduta sexual abusiva e de assédio — para a presente temporada incluía atuações de Plácido Domingo numa produção de “Madame Butterfly”, em novembro, e enquanto “Macbeth”, na ópera homónima de Verdi, em setembro e outubro.

A Ópera de Los Angeles anunciou em agosto a abertura de uma investigação na sequência de denúncias, de oito cantoras e de uma bailarina, de assédio sexual por parte do tenor espanhol, em situações ocorridas ao longo de mais de três décadas.

A Ópera de Los Angeles, onde Domingo é diretor-geral, anunciou que iria contratar uma equipa legal externa para investigar as “preocupantes alegações” contra o tenor.

A Associated Press publicou no mês passado uma longa investigação, com quase 50 pessoas entrevistadas a confirmarem comportamentos impróprios por parte de Plácido Domingo.

Desde a publicação da investigação, a Orquestra de Filadélfia e a Ópera de São Francisco anunciaram os cancelamentos das atuações programadas do tenor, enquanto o Festival de Salzburgo, na Áustria, decidiu manter os concertos previstos, tendo a presidente do evento, Helga Rabl-Stadler, sublinhado o “tratamento apreciativo [de Domingo] para com todos os funcionários do festival”.

Seis outras mulheres relataram à AP avanços que lhes causaram desconforto, em particular uma cantora que Plácido Domingo repetidamente convidou para sair, depois de a ter contratado para uma série de concertos na década de 1990.

Adicionalmente, quase 30 outras pessoas ligadas à indústria musical, desde cantoras a músicos de orquestra, passando por professores de canto e administradores, confirmaram ter testemunhado comportamentos impróprios de índole sexual por parte do cantor espanhol.

Das nove pessoas que acusam o cantor, apenas a meio soprano Patricia Wulf aceitou divulgar o seu nome, tendo as restantes pedido anonimato por temerem represálias profissionais e pessoais.

Sete das nove mulheres disseram acreditar que as carreiras sofreram por terem rejeitado os avanços sexuais de Plácido Domingo.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Peter 2.0. Cientista com doença terminal quer transformar-se no ciborgue mais avançado de sempre

Peter Scott-Morgan, cientista britânico do ramo da robótica, está em fase terminal da doença do neurónio motor, uma doença degenerativa. Mas ele não quer visto como o homem que morreu daquela doença, mas sim tornar-se …

Estados Unidos vão transformar aeronaves obsoletas em "aviões arsenal"

Os Estados Unidos preparam-se para transformar algumas das suas maiores e mais obsoletas aeronaves em "aviões arsenal", que funcionarão como plataformas repletas de armas, revelaram fontes do Governo norte-americano. Foi em 2016 que esta ideia veio …

Imperador japonês paga 25 milhões de dólares por ritual secreto para dormir com deusa

Este ritual de sucessão do Imperador Naruhito aconteceu na quinta-feira e envolve dormir com uma deusa do Sol. O templo é construído para o efeito e é destruído depois. O ritual japonês altamente secreto conhecido como …

Para entrar nesta praia italiana, vai ser preciso pagar (e nem todos podem entrar)

Aos pés de uma antiga aldeia de pescadores, La Pelosa é uma atração turística muito célebre. Por isso, a autarquia decidiu tomar medidas para a proteger. A famosa praia tem sido uma vítima da erosão natural …

Laurent Simons será o mais novo licenciado do mundo. Tem 9 anos

O belga Laurent Simons tem apenas 9 anos e estás prestes a bater um recorde: em dezembro, deverá tornar-se o mais novo licenciado do mundo. O "menino prodígio", tal como é apontado pelos média internacionais, ingressou …

Preços dos passes Navegante ficam iguais em 2020

Os preços dos passes Navegante vão manter-se iguais em 2020, no âmbito da estratégia de “promoção da utilização dos transportes públicos coletivos”, anunciou esta sexta-feira a Área Metropolitana de Lisboa (AML). “A Área Metropolitana de Lisboa …

Os burros-táxi de Espanha vão ter horários de trabalho, estábulos novos e deixar de carregar turistas de 80 quilos

Os burros táxis são uma atração turística de Mijas, província de Málaga, no sul de Espanha. Agora foram definidas novas regras que têm em conta os direitos e o bem-estar dos animais. O serviço funciona como …

Vai ser preciso "ser-se rico" para visitar a famosa Ilha de Komodo

Em breve, os turistas que queiram visitar a Ilha de Komodo, o famoso lar de mais de 5.000 dragões de Komodo, terão de ser ricos. O aviso é do Governo local indonésio, que chegou mesmo …

Sócrates saúda saída da prisão de Lula. "Sei que estás em festa, pá"

O antigo primeiro-ministro José Sócrates, acusado de corrupção, considerou que a saída da prisão de Lula da Silva representou uma "reentrada no mundo" do ex-chefe de Estado brasileiro, acontecimento em relação ao qual o PS, …

Ministra da Justiça visitou mãe que abandonou bebé no lixo

A mãe que abandonou o bebé no caixote do lixo em Lisboa está bem de saúde e a receber apoio psicológico, constatou a ministra da Justiça, que esta sexta-feira visitou a jovem na cadeia de …