Adoçantes e suplementos desportivos são tóxicos para o sistema digestivo

Segundo um novo estudo, os adoçantes artificiais e os suplementos desportivos são tóxicos para os micróbios que habitam no nosso intestino.

O estudo elaborado pela Universidade Israelita Ben-Gurion do Negev e pela Universidade Tecnológica de Nanyang, em Singapura, foi publicado na revista Molecules no passado dia 25 de setembro e afirma que os adoçantes artificiais e os suplementos desportivos são prejudiciais para a flora intestinal.

Os pesquisadores das Universidade submeteram seis adoçantes artificiais (aspartame, sucralose, sacarina, neotame, advantame e acessulfame de potássio-k) a um estudo para descobriram o nível de toxicidade.

A investigação também revelou a existência de, pelo menos, dez suplementos desportivos que utilizam estes adoçantes e que, por isso, também são prejudiciais.

Segundo o estudo, quando expostas a concentrações de apenas um mg/ml desses adoçantes, as bactérias do sistema digestivo tornam-se tóxicas.

“Nós modicamos bactérias E.coli bioluminescentes que brilham quando identificam substâncias tóxicas e agem como um modelo de deteção representativo do complexo sistema microbiano”, explicou Ariel Kushmaro, professor do Instituto Nacional de Biotecnologia da Universidade Ben-Gurion do Negev.

Apesar da toxicidade destes adoçantes artificiais, podem ser encontrados em inúmeros produtos alimentícios e em bebidas com baixo teor de açúcar e muitas pessoas chegam a consumir estes adoçantes sem o seu conhecimento.

“O estudo apresentou mais uma evidência de que o consumo de adoçantes artificiais afeta negativamente a atividade microbiana intestinal, o que pode causar uma ampla gama de problemas de saúde”, contou Kushmaro.

Para além da toxicidade para a flora intestinal, as substâncias também foram identificadas como poluentes ambientais emergentes, uma vez que foram encontrados em água potável à superfície e em aquíferos subterrâneos.

O estudo servirá para ajudar a compreender a toxicidade dos adoçantes artificiais e os efeitos negativos potenciais, não só sobre a microbiótica intestinal, mas também sobre o meio ambiente.

Segundo o professor Kushmaro, “o painel bacteriano bioluminescente testado pode potencialmente ser usado para detetar adoçantes artificiais no ambiente“.

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Nem sei o que fazem ali os suplementos desportivos no título, era desnecessário… TUDO o que tem aqueles adoçantes artificiais, inclusive até as pastilhas elásticas que muita gente consome todos os dias, faz um mal terrível!…
    Aliás, até o processo de comercialização do aspártamo, desde o seu início que está envolto em grandes polémicas, vê-se claramente a indústria farmaceutica a viciar estudos para que não se apercebam dos malefícios desses venenos!
    Querem adoçantes naturais? Procurem por stevia e por néctar de côco, aptos para diabéticos.
    Bebidas light também já existe uma grande escolha com stevia.

    • Tudo isso é muito bonito, mas afinal quem tem razão?

      “Efeitos colaterais e contraindicações
      De modo geral, o uso de stevia é considerado seguro para a saúde, mas em alguns casos podem ocorrer efeitos colaterais como náuseas, dor e fraqueza muscular, tonturas e alergia.
      Além disso, ela só deve ser usada em crianças, mulheres grávidas ou em casos de diabetes ou hipertensão de acordo com a orientação do médico ou do nutricionista, pois ela pode causar uma redução do açúcar no sangue ou da pressão arterial maior do que o normal, colocando em risco a saúde do indivíduo.
      Outro efeito colateral da stevia é que ela pode afetar a função renal, devendo ser utilizado com cuidado e apenas sob o controle do médico em casos de doença renal. Veja as 5 dúvidas mais comuns sobre o adoçante stevia.” (texto sem correcção ortográfica, sacado de https://www.tuasaude.com/stevia/). O melhor será mesmo beber café ao natural…

      • … e mais uma achega, esta da Deco Proteste:
        “Adoçante Stevia: seguro, mas com moderação
        A União Europeia aprovou a utilização de um edulcorante proveniente da Stevia, uma planta originária da América do Sul. Quase não fornece calorias, mas há limites para o seu consumo diário.
        … … É aconselhável evitar a acumulação de vários tipos de edulcorantes no organismo. O melhor será limitar o consumo, também para não criar habituação ao gosto adocicado. Além disso, um produto não é mais saudável por ser adocicado por intermédio de aditivos. Numa alimentação sã e equilibrada, é preferível comer, de vez em quando, um produto com açúcar do que consumir com muita frequência produtos com edulcorantes.” (texto sem correcção ortográfica, sacado de: https://www.deco.proteste.pt/alimentacao/produtos-alimentares/primeiras-impressoes/novo-adocante-stevia-seguro-mas-com-moderacao)

  2. Mas ô povo! O título da matéria é para chamar a atenção mesmo, pois do jeito que está a interpretação de texto fica difícil para quem escreveu achar que os leitores vão ter a capacidade de inferir que produtos com esses adoçantes seriam maléficos também. Além do mais dependendo da quantidade qualquer coisa é ruim, excesso de água se chama afogamento rsrs
    E sim no nosso intestino existe uma microbiota composta de bactérias importantes na absorção por exemplo de vitaminas. A coisa é mais complexa pois no lugar errado uma bactéria benéfica passa a ser maléfica, mas aí usem a Internet para se informar mais. Mania de querer tudo mastigado e depois reclamar de que não é profundo o suficiente ou quando é de que está muito complicado!

  3. Mas depois o Estado mete-se a castigar bebidas que têm açucar, e a proibir o sal, quando essas substancias artificiais sao piores para a saúde.
    Intervenção estatal é cancro

    • Quem está a legislar muitas vezes não sabe minimamente o que está a fazer e vai ao sabor das notícias, para conseguir arrecadar mais uns trocos.

RESPONDER

OE2021 ainda não foi votado, mas já se espera um aumento da despesa em mais de 300 milhões

Entre a entrega da proposta e a votação, o Governo voltou a negociar com os partidos, mostrando abertura para medidas na especialidade que deverão custar pelo menos mais 300 milhões de euros. O Orçamento do Estado …

Portugal é dos 10 países com melhores políticas de integração de migrantes

Portugal está no grupo dos dez países com melhores políticas de integração de migrantes, segundo uma avaliação de 52 estados que destaca o combate à discriminação ou a reunificação familiar como pontos fortes. Segundo o Índice …

Lukashenko classifica grevistas e manifestantes como terroristas. Mais de 600 pessoas foram detidas

O Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, comparou com terrorismo a atitude de manifestantes e grevistas que participaram na greve nacional convocada pela oposição e nos protestos de cidadãos para exigir a sua renúncia. "Estamos a começar …

"Não acredito que cumpra as nossas leis". Trump diz que voto por correspondência é "inapropriado"

O Presidente dos Estados Unidos (EUA) disse que é "inapropriado" os estados levarem vários dias a contar os votos por correspondência, defendendo que o vencedor deve ser declarado na noite das eleições. "Seria muito, muito apropriado …

Reservas de sangue O+ e A+ com níveis críticos. Federação apela à dádiva

A Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue (FEPODABES) alertou, esta terça-feira, que as reservas nacionais estão com níveis críticos dos tipos O+ e A+, apelando aos portugueses para darem sangue. Em comunicado, a FEPODABES refere …

Madeira quer visitantes infetados a ajudar nas despesas da estadia. "É aquilo que é justo"

O presidente do Governo madeirense anunciou esta terça-feira que decorrem diligências para encontrar mais uma unidade hoteleira para acolher doentes com covid-19, defendendo que os visitantes infetados devem ajudar a custear as despesas da sua …

Filhos de pais separados não podem circular entre concelhos no fim-de-semana

Os filhos de pais separados não poderão deslocar-se entre concelhos para efetuar trocas de residência entre os progenitores entre 30 de outubro a 3 de novembro, o próximo fim-de-semana que abrange o Dia de Todos …

Receita fiscal cai 2.822,7 milhões arrastada pela quebra do IVA e IRC

A receita fiscal do subsetor Estado registou uma redução de 2.822,7 milhões de euros até setembro, recuando 8,3% face ao mesmo período de 2019, refletindo os efeitos da pandemia, segundo a Síntese de Execução Orçamental. “No …

Novo Banco põe à venda carteiras de malparado (e têm nomes de jogadores de râguebi)

Depois de ter cancelado o projeto “Nata 3”, com crédito malparado no valor de 1,2 mil milhões de euros, o Novo Banco prepara agora a venda de carteiras de dimensões mais reduzidas. A revelação foi feita …

"Racismo cultural". Com França e Turquia em rota de colisão, Charlie Hebdo publica caricatura de Erdogan

Numa altura em que França e Turquia estão em rota de colisão, a publicação satírica Charlie Hebdo colocou o presidente turco Recep Tayyip Erdogan na capa a levantar as vestes de uma mulher. De acordo com …