Petição para referendar Acordo Ortográfico já tem mais de 5 mil assinaturas

erichhh / Flickr

-

A petição que exige o referendo do Acordo Ortográfico de 1990 angariou mais de cinco mil assinaturas em menos de um mês.

Cristina Pimentel, professora da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, explica à TSF que o objetivo é recolher as 75 mil assinaturas necessárias até outubro, para que o novo Parlamento vote o projeto de lei depois das legislativas.

A petição contra o “novo acordo” tem como mandatários 52 personalidades da política, artes, cultura e universidades, entre os quais António Arnaut e Manuel Alegre (PS), Pacheco Pereira e Manuela Ferreira Leite (PSD), Bagão Félix e Lobo Xavier (CDS-PP), o realizador de cinema António-Pedro Vasconcelos, o escritor Miguel Sousa Tavares, o maestro António Victorino de Almeida e o músico Pedro Abrunhosa.

O propósito do documento, afirma a investigadora, é fazer ver que “este acordo não tem pés nem cabeça”.

Cristina Pimentel considera que a recolha de assinaturas tem sido um sucesso. “Para além das cinco mil já contabilizadas, temos todas as assinaturas que vieram por correio e que ainda não foram contadas. O mesmo acontece com muitas que foram entregues em mão nos postos de recolha”, relata à TSF.

Para subscrever a Iniciativa do Referendo, é preciso enviar uma folha com nome, documento de identificação e assinatura, que está disponível no site. As folhas devidamente preenchidas podem ser digitalizadas e enviadas por email ou enviadas pelo correio para a Faculdade de Letras de Lisboa, ao cuidado de Maria Cristina Pimentel ou Helena Buescu.

ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Enfim, dada a implementação adiantada do acordo (com a obrigação das escolas e dos manuais escolares o seguirem) não terá muito sentido voltar atrás. Ter-se-á, provavelmente, de procurar um novo acordo ortográfico, que aproveite os aspetos positivos do atual acordo (sim, nem tudo é negativo!) e corrija alguns dos aspetos menos conseguidos do atual. Será a atitude mais sensata atendendo ao andar da carruagem.

    • Enquanto se discutia e no tempo que mediou a implementação do “desacordo” acabou por vingar o desleixo como sempre dos desleixados portugueses e agora resta-lhes o ‘fogo-de-vista”!

  2. O atual modelo ortográfico não é o modelo que advém do Latim, mas antes uma adaptação feita da ortografia francesa, em que inventaram acentos e complicações com a antipatriótica reforma ortográfica republicana de 1911 e reforminhas seguintes. Ainda conheci pessoas antigas e hoje falecidas que nunca se adaptaram á reforma ortográfica de 1911.
    Meu falecido pai, que ainda aprendeu a escrever sem acentos à francesa, sempre escreveu portuguez, e não português. Ainda nos anos 30, havia confusão na escrita. Basta ver a falta de acentos nas fichas técnicas dos filmes clássicos dos anos 30. Em coerência, sou a favor do acordo ortográfico ou, então voltar-se à ortografia antiga.

Nova Iorque pondera enterrar temporariamente vítimas de covid-19 em parques urbanos

As autoridades de Nova Iorque, nos Estados Unidos, ponderam utilizar parques urbanos locais para enterrar temporariamente vítimas da pandemia de covid-19, anunciou o presidente do comité de saúde do conselho da cidade, Mark Levine. "Em breve, …

Ações de Isabel dos Santos arrestadas na NOS ascendem a 422 milhões

O Tribunal Central de Instrução Criminal arrestou em março 26,07% das ações da NOS, controladas indiretamente por Isabel dos Santos. No total, as ações ascendem a 422 milhões de euros. Segundo o Jornal Económico, a ZOPT, …

Vem aí uma Super Lua Rosa. É a maior de 2020

Na noite desta terça-feira, vai ser possível observar a maior e mais brilhante Lua cheia do ano de 2020. Chama-se "Super Lua Rosa". As superluas ocorrem quando a Lua está a 90% da sua abordagem mais …

Grávidas sem covid-19 voltam a ter acompanhantes no Hospital de Santa Maria

A suspensão, que decorria desde há 2 semanas no Hospital de Santa Maria, foi levantada "a pensar nos enormes benefícios para as grávidas nesse momento único", devido à "introdução de colheitas sistemáticas do novo coronavírus". As …

Miranda Sarmento acusa ministro da Economia de ter faltado à verdade

Joaquim Miranda Sarmento considera que o ministro da Economia "disse duas coisas que não são verdade" ao comentar as 18 propostas apresentadas pelo PSD esta segunda-feira. Em entrevista à Rádio Observador, Joaquim Miranda Sarmento, Presidente do …

Hospital da Cruz Vermelha acusa Francisco George de pôr em risco sobrevivência da unidade

Clínicos do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa (HCVP) acusam Francisco George de estar a colocar em risco "a sobrevivência clínica e económica" daquela unidade de saúde de Lisboa. Mais de 50 clínicos do Hospital da Cruz …

André Ventura acredita que será reeleito

A demissão do líder do Chega deverá ser feita oficialmente esta semana, mas André Ventura acredita que será reeleito com o apoio das distritais, das regionais e dos militantes. O líder da distrital do Porto apresentou …

Primeira linha de crédito de 400 milhões de euros para empresas já esgotou

A primeira linha de crédito criada pelo Governo para apoiar empresas, no âmbito da crise desencadeada pela pandemia de covid-19, já esgotou. De acordo com o semanário Expresso, já não estão a ser aceites candidaturas para …

Recém-nascidos vão poder ser registados pela Internet

O registo de recém-nascidos vai poder ser feito através da plataforma digital dos Serviços da Justiça, de modo a evitar as saídas de casa. Os balcões "Nascer Cidadãos", que garantiam o registo de bebés após o …

Quase 30% dos brasileiros diz não fazer isolamento social

Quase um terço dos brasileiros não faz isolamento social para evitar a proliferação do novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, segundo uma sondagem divulgada pelo Instituto Datafolha. De acordo com os inquéritos feitos pelo Instituto …