/

Peregrinação dos emigrantes em Fátima com o dobro da lotação de 13 de maio

Paulo Cunha / EPA

Peregrinos em Fátima para as celebrações do 13 de outubro

O Santuário de Fátima vai poder receber 15 mil fiéis, em simultâneo, durante a peregrinação dos emigrantes que acontece no próximo fim de semana que culmina com o 15 de agosto.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O santuário de Fátima vai ter capacidade máxima para 15 mil pessoas durante a peregrinação dos emigrantes, a 13 de agosto, e que representa uma duplicação de fiéis permitidos no recinto face às celebrações principais do último 13 de maio, em que só foram permitidos 7,5 mil fiéis, segundo avança o Jornal de Notícias.

Apesar do aumento da lotação, o Santuário de Fátima continua a exigir o uso de máscara, a recomendar a higienização das mãos e a definir áreas para os agregados familiares (com círculos no chão) para garantir o distanciamento físico.

Segundo noticia o Público, as normas articuladas entre a Direção-Geral da Saúde (DGS) e a Conferência Episcopal Portuguesa, articuladas em Maio de 2020, admitam agora a entrada de 15 mil pessoas no Santuário.

“Os únicos dois momentos em que houve um número definido para a presença de peregrinos foram as peregrinações de outubro de 2020 e a de maio deste ano porque a DGS entende que essas peregrinações são dois grandes eventos cuja participação deve ser articulada” e, por isso, a lotação ficou reduzida a metade, explica fonte da DGS ao jornal.

Este mês, as celebrações dos emigrantes decorrem sob o tema “Rumo a um ‘nós’ cada vez maior”, prevendo-se que o dia de maior afluência seja o próximo domingo.

  ZAP //

 

 

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.