Uma pequena aldeia indiana rezou pela vitória de Kamala Harris

Os moradores de uma vila tâmil na Índia, onde nasceu o avô de Kamala Harris, rezaram esta terça-feira pela sua eleição como vice-presidente dos Estados Unidos, no dia em que termina a corrida eleitoral.

Thulasendrapuram, no estado de Tâmil Nadu, no sul do país, é a cidade natal do avô de Kamala Harris, um alto funcionário indiano identificado como P.V. Gopalan.

Aquela que, aos 56 anos, pode tornar-se, caso Joe Biden seja eleito para liderar a Casa Branca, a primeira mulher negra e originária do sul da Ásia a chegar ao cargo, nasceu no estado norte-americano da Califórnia, filha de um economista jamaicano e uma indiana especialista em cancro da mama.

A mãe, já falecida, Shyamala Gopalan, levava frequentemente Kamala Harris para a Índia e falava da influência positiva do seu avô.

No templo da aldeia, cerca de 60 residentes recitaram orações, espalharam leite na estátua de Dharma Sastha, um avatar do deus hindu Ayyapa popular na Índia, e ofereceram comida. Nas ruas próximas e em frente ao templo, foram instalados grandes retratos de Kamala Harris. O entusiasmo era palpável entre os moradores, muitos dos quais esperam vê-la a tornar-se vice-presidente dos Estados Unidos.

“A vila inteira está a apoiá-la. Esperamos vê-la a vencer e é por isso que temos orações especiais neste templo” afirmou Rajeh, um dos residentes à agência francesa France-Press.

Estamos imensamente orgulhosos por ser originária desta aldeia e Tamil Nadu. Quando ela vencer, queremos que visite a aldeia e venha a este templo. Até temos planos de oração especiais para ela”, acrescentou outro apoiante, Aruzmozhi Sudhakar.

Kamala Harris foi a primeira mulher negra a liderar os serviços judiciários no Estado mais populoso do país quando se tornou na procuradora-geral da Califórnia, cargo que ocupou entre 2011 e 2017. Depois disso, em 2017, tornou-se na primeira mulher com origens no sul da Ásia eleita para o Senado.

As urnas já fecharam nos Estados Unidos, mas a contagem dos votos continua. Biden segue à frente na corrida presidencial, mas há ainda milhões de votos por contar em estados que podem ser decisivos para desbloquear o impasse presidencial.

Tendo em conta a larga adesão dos eleitores, ​o desfecho da mais tensa eleição norte-americana das últimas décadas promete arrastar-se durante vários dias ou até semanas.

Para já, Joe Biden conta com 238 votos no Colégio Eleitoral, contra os 214 de Trump.

Para que um vencedor seja declarado são necessários 270 votos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Essa mania que as pessoas têm de considerar negros, todos aqueles que não são branquinhas! Porquê que a senhora não pode ser considerada indiana ou castanha. Negro é o carvão!
    Que os americanos tenham estes tiques já não é novidade, aquilo está cheio de “caucasianos” , “afro-americanos”,” asiáticos”,”latinos” e mais um milhão de cores possíveis e imaginadas! agora um jornalista português usar estes termos é um bocado ou para o estúpido ou para o preguiçoso !

RESPONDER

Os novos robôs da Samsung fazem pequenas tarefas domésticas (e ainda lhe servem um copo de vinho)

O Samsung Galaxy S21 não é a única surpresa que a empresa tem preparada para 2021. A Samsung apresentou algumas propostas de robôs domésticos, na primeira grande feira de tecnologia do ano. A Samsung levantou um …

Cientistas desenvolveram mini-cérebros (quase) humanos

Cientistas norte-americanos enviaram para a Estação Espacial Internacional (EEI) aglomerados de células nervosas, chamadas de mini-cérebros, que estão, agora, a desenvolver-se de formas que os investigadores não imaginavam ser possível. Os organóides foram criados a partir …

Um medicamento comum utilizado para tratar a diarreia pode ajudar a combater células cancerígenas agressivas

Um fármaco comum prescrito para tratar a diarreia pode ajudar a combater um tipo agressivo de cancro cerebral (glioblastoma), sugere uma nova investigação levada a cabo pela Universidade de Frankfurt, na Alemanha. Em causa está …

"Bola de fogo" cruzou o céu sobre o Mediterrâneo a 105 mil quilómetros por hora

Uma "bola de fogo" atravessou o mar Mediterrâneo e o norte de Marrocos na noite de quarta-feira, a 105.000 quilómetros por hora. A bola de fogo foi observada por um projeto científico espanhol a uma velocidade …

Duterte rejeita que a filha o vá suceder na liderança das Filipinas. "Isto não é para mulheres"

O líder das Filipinas, Rodrigo Duterte, descartou, na quarta-feira, a hipótese de a filha o vir a suceder no próximo ano, acrescentando que a presidência não é tarefa para uma mulher por causa das …

"Uma memória a flutuar no oceano." Encontrada, dois anos depois, uma mensagem numa garrafa

Uma mensagem no interior de uma garrafa sobreviveu a uma viagem de dois anos pelo oceano. Recentemente, chegou às mãos de um ativista ecológico, enquanto limpava uma praia da Papua Nova Guiné. Em novembro do ano …

As células imortais de Henrietta Lacks revolucionaram a Ciência

O ano de 1951 foi muito importante no campo da biotecnologia e, surpreendentemente, tudo começou com a chegada de Henrietta Lacks a um hospital norte-americano. Descendente de escravos, Loretta Pleasant nasceu a 1 de agosto de …

Humanidade não será capaz de controlar máquinas superinteligentes, avisam cientistas

Uma equipa de investigadores do Instituto Max Planck para o Desenvolvimento Humano sugere que seria impossível controlar máquinas superinteligentes. A tecnologia de Inteligência Artificial (IA) continua a evoluir de vento em popa, enquanto alguns cientistas e …

Em 1950, a vacinação em massa salvou a Escócia

Em 1950, Glasgow, na Escócia, viu-se a braços com um surto de varíola e o cenário era muito semelhante ao que vivemos hoje: as autoridades sanitárias tentavam rastrear todos os contactos de pessoas portadoras do vírus, …

Japonês aluga-se a si próprio "para não fazer nada". E tem milhares de clientes

Um homem japonês que ganha a vida a alugar-se a si próprio “para não fazer nada” atraiu milhares de clientes. O negócio começou em 2018. Por 10.000 ienes (cerca de 79 euros) - mais despesas com …