Pelo menos três portugueses detidos por protestos na Venezuela

Cristian Hernandez / EPA

Protestos de 6 de Abril de 2017 em Caracas, Venezuela

Protestos em Caracas, Venezuela

Pelo menos três portugueses foram detidos nos últimos dias pelas autoridades venezuelanas quando se manifestavam conta o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, na localidade de Los Teques, no Estado de Miranda, a sul de Caracas.

Fontes da comunidade portuguesa explicaram à agência Lusa que as detenções ocorreram desde a última segunda-feira e que inicialmente os familiares foram dados por desaparecidos, vindo depois a verificar que tinham sido detidos pelas forças de segurança.

Estamos a viver momentos de angústia, primeiro porque não sabíamos nada, estavam desaparecidos, e agora porque já sabemos que estão detidos e não sabemos como ajudá-los”, explicou o familiar de um dos detidos à Lusa.

A comunidade está indecisa entre dar visibilidade às detenções, identificando os detidos, dar declarações aos jornalistas ou manter-se em silêncio, desconhecendo qual será a opção mais “benéfica” para os portugueses, temendo que possam vir a ser “acusados de terrorismo e submetidos a julgamentos em tribunais militares”, apesar de serem civis. Por outro lado, há a possibilidade de vários luso-descendentes estarem também detidos pelas autoridades.

Desde segunda-feiraque residentes em três localidades do Estado de Miranda (Los Teques, Santo António e San Pedro de Los Altos), levantaram barricadas em protesto contra as políticas do Governo do Presidente Nicolás Maduro. Nessas três localidades vivem pelo menos duas dezenas de milhar de portugueses e luso-descendentes.

Os organismos de segurança reprimiram fortemente os manifestantes, com gás lacrimogéneo e tiros de borracha, uma situação que contrariou a população fazendo com que mais pessoas se unissem aos protestos. Ao mesmo tempo que ocorrem as manifestações, dezenas de estabelecimentos comerciais foram saqueados por populares.

As estradas que ligam aquela localidade a Caracas e à auto-estrada Regional do Centro (interior do país), permanecem bloqueadas pela população, com vários portugueses impedidos de se aproximarem dos seus estabelecimentos comerciais e desconhecendo em que estado se encontram.

Reforçados os bloqueios pelos manifestantes, as forças de segurança tentaram aceder àquelas localidades, desde la Colónia de Tovar (Estado de Arágua), mas a população local bloqueou também a passagem para o Estado de Miranda.

Na Venezuela, as manifestações a favor e contra o Presidente Nicolás Maduro intensificaram-se desde 1 de abril último, desde que o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) divulgou duas sentenças que limitavam a imunidade parlamentar e em que aquele organismo assumia as funções do parlamento.

Entre queixas sobre o aumento da repressão, os opositores manifestam-se ainda contra a convocatória de uma Assembleia Constituinte, formada a 1 de maio pelo Presidente Nicolás Maduro. Dados oficiais dão conta de que pelo menos 48 pessoas já morreram desde o início da crise.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Mãe que deixou recém-nascido no caixote do lixo não quis abortar

A jovem cabo-verdiana, em prisão preventiva por suspeitas de ter abandonado o seu filho recém-nascido no lixo, teve a oportunidade de abortar, mas não quis. O Supremo Tribunal de Justiça rejeitou, esta quinta-feira, o pedido de …

Face Oculta. MP pede 12 anos e 10 meses para Manuel Godinho

O Ministério Público (MP) defendeu esta sexta-feira a aplicação de uma pena única de 12 anos e 10 meses de prisão para o sucateiro Manuel Godinho, principal arguido do processo Face Oculta, durante a audiência …

Maioria acredita que Governo vai durar quatro anos

Uma sondagem da Aximage revela que a maioria das pessoas entrevistadas acredita que António Costa vai concluir a sua legislatura, mesmo com um Governo que consideram de "estrutura exagerada". Uma sondagem da Aximage para o Jornal …

Tecnologia usada em Marte ajuda a detectar fugas de água em Gaia

Um sistema "pioneiro em Portugal" que recorre a tecnologia usada em Marte, para detectar água, está a ser utilizada pela empresa municipal Águas de Gaia, em Vila Nova de Gaia, para detectar fugas no sistema …

É segredo de Estado e custou mais de 100 milhões. "Máquina do Fisco" analisa 600 mil facturas por hora

O sistema informático que sustenta a "máquina do Fisco" já custou ao Estado mais de 100 milhões de euros e é tão secreto que nem a localização física dos servidores que o sustentam é conhecida. …

Empresário alemão investigado por suspeitas de orgias com menores em Cascais

O empresário alemão Matthias Schmelz, representante em Portugal dos aspiradores da marca Rainbow, está a ser investigado por suspeitas de lenocínio e pagar por orgias com menores na sua casa na zona de Cascais, avançou …

A nova fábrica da Tesla não vai ser no Reino Unido por causa do Brexit

O presidente executivo da Tesla admitiu que as incertezas à volta do Brexit tiveram peso na decisão de abrir a primeira fábrica da empresa na Europa antes em Berlim. A Tesla anunciou, esta terça-feira, que vai …

Esquerda chumba equiparação do comunismo ao nazismo

A resolução do Parlamento Europeu que condena em termos iguais o nazismo e o comunismo extremou esta sexta-feira as posições na Assembleia da República. A direita acusou a esquerda de ter duas medidas para avaliar as …

Mexia não vai deixar que chineses interfiram no plano estratégico da EDP

O presidente da EDP, António Mexia, garantiu que não vai deixar que nenhum acionista impeça o desenvolvimento do plano estratégico da empresa, deixando o aviso à China Three Gorges. Em entrevista concedida ao Jornal Económico, António …

Impostos indiretos subiram com Governo de Costa e são já 55% da carga fiscal

Os impostos indiretos têm vindo a aumentar em Portugal. Dados da Direção-Geral do Orçamento mostram que o peso da tributação indireta no total da receita fiscal do subsector Estado, em 2018, ascendeu a 55,4%, o …