Pelo menos três portugueses detidos por protestos na Venezuela

Cristian Hernandez / EPA

Protestos de 6 de Abril de 2017 em Caracas, Venezuela

Protestos em Caracas, Venezuela

Pelo menos três portugueses foram detidos nos últimos dias pelas autoridades venezuelanas quando se manifestavam conta o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, na localidade de Los Teques, no Estado de Miranda, a sul de Caracas.

Fontes da comunidade portuguesa explicaram à agência Lusa que as detenções ocorreram desde a última segunda-feira e que inicialmente os familiares foram dados por desaparecidos, vindo depois a verificar que tinham sido detidos pelas forças de segurança.

Estamos a viver momentos de angústia, primeiro porque não sabíamos nada, estavam desaparecidos, e agora porque já sabemos que estão detidos e não sabemos como ajudá-los”, explicou o familiar de um dos detidos à Lusa.

A comunidade está indecisa entre dar visibilidade às detenções, identificando os detidos, dar declarações aos jornalistas ou manter-se em silêncio, desconhecendo qual será a opção mais “benéfica” para os portugueses, temendo que possam vir a ser “acusados de terrorismo e submetidos a julgamentos em tribunais militares”, apesar de serem civis. Por outro lado, há a possibilidade de vários luso-descendentes estarem também detidos pelas autoridades.

Desde segunda-feiraque residentes em três localidades do Estado de Miranda (Los Teques, Santo António e San Pedro de Los Altos), levantaram barricadas em protesto contra as políticas do Governo do Presidente Nicolás Maduro. Nessas três localidades vivem pelo menos duas dezenas de milhar de portugueses e luso-descendentes.

Os organismos de segurança reprimiram fortemente os manifestantes, com gás lacrimogéneo e tiros de borracha, uma situação que contrariou a população fazendo com que mais pessoas se unissem aos protestos. Ao mesmo tempo que ocorrem as manifestações, dezenas de estabelecimentos comerciais foram saqueados por populares.

As estradas que ligam aquela localidade a Caracas e à auto-estrada Regional do Centro (interior do país), permanecem bloqueadas pela população, com vários portugueses impedidos de se aproximarem dos seus estabelecimentos comerciais e desconhecendo em que estado se encontram.

Reforçados os bloqueios pelos manifestantes, as forças de segurança tentaram aceder àquelas localidades, desde la Colónia de Tovar (Estado de Arágua), mas a população local bloqueou também a passagem para o Estado de Miranda.

Na Venezuela, as manifestações a favor e contra o Presidente Nicolás Maduro intensificaram-se desde 1 de abril último, desde que o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) divulgou duas sentenças que limitavam a imunidade parlamentar e em que aquele organismo assumia as funções do parlamento.

Entre queixas sobre o aumento da repressão, os opositores manifestam-se ainda contra a convocatória de uma Assembleia Constituinte, formada a 1 de maio pelo Presidente Nicolás Maduro. Dados oficiais dão conta de que pelo menos 48 pessoas já morreram desde o início da crise.

// Lusa

RESPONDER

Relaxe. Trump não pode lançar um ataque nuclear só porque lhe apetece

O general de Aeronáutica John Hyten, responsável pelo Comando Estratégico dos Estados Unidos, afirmou este sábado que uma eventual ordem do presidente norte-americano, Donald Trump, ou de um de seus sucessores, para lançar um ataque …

Patrões estão cansados de não ser respeitados

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), António Saraiva, afirmou este domingo, em entrevista conjunta à Antena1 e ao Jornal de Negócios, que não há disponibilidade para aceitar a proposta de 600 euros de …

A Tesla apresentou (finalmente) o camião eléstrico do futuro

Depois de vários adiamentos - a data inicial de apresentação esteve marcada para setembro - a Tesla revelou finalmente o seu camião eléctrico: o Tesla Semi Truck, com autonomia para 800 quilómetros! O novo Tesla Semi …

Tabaco mata mais de uma pessoa por hora em Portugal

Uma pessoa morreu a cada 50 minutos em Portugal, no ano passado, por doenças atribuíveis ao tabaco, segundo o relatório do Programa Nacional para a Prevenção e Controlo do Tabagismo que será hoje apresentado. O documento, …

Submarino argentino desaparecido enviou sete pedidos de socorro

Bases navais da Argentina receberam contactos por telefone-satélite que poderão ter sido feitos a partir do submarino militar argentino, de que não se tem contacto desde quarta-feira. A Marinha da Argentina declarou na noite deste sábado …

Contagem do tempo leva 25% dos professores ao topo da carreira

Dos cerca de 99 mil professores que existem no Ministério da Educação, cerca de 22.300 atingiriam o topo da carreira se o tempo de serviço congelado, passando assim ter uma remuneração base da ordem dos …

Quem tem medo (e quer viver mais tempo) compra um cão

Ter um cão pode encher-lhe a casa de amor e alegria. Mais do que isso, pode mesmo aumentar a sua esperança de vida. Segundo um estudo publicado na revista Scientific Reports, o risco de desenvolver doenças …

Girassóis e uma bandeira. Katy Perry banida da China “por tempo indeterminado”

Katy Perry foi banida da China “por tempo indeterminado“, anuncia a NME. De acordo com a publicação britânica, a interdição da cantora acontece na sequência de um concerto controverso em 2015. A norte-americana tinha atuação prevista …

Foi uma boa semana para encontrar carros perdidos há anos

Depois de passar uns dias à procura do local onde tinha deixado o carro estacionado, um homem apresenta queixa na polícia por roubo de automóvel. Muito tempo depois, o carro foi encontrado, exactamente onde o …

Astrónomos chilenos criam novo método para medir a massa de buracos negros

Cientistas da Universidade do Chile e do Centro de Astrofísica e Tecnologias Afins, CATA, revelaram esta sexta-feira os resultados de um trabalho que irá permitir melhorar a identificação e estudo dos "buracos negros supermassivos" e …