Pedro Marques “calmíssimo” acusa Rangel de fazer “política rasteira”

Miguel A. Lopes / Lusa

Costa, Matos Fernandes e Vieira da Silva marcaram presença num jantar-comício em que Pedro Marques acusou Paulo Rangel de fazer “política rasteira”.

O Governo marcou presença em peso no mega-jantar comício de Pedro Marques, em Almeirim, para transmitir uma mensagem ao país: o que o PS fez em Portugal, dizem, é possível replicar na Europa; “e dar força ao PS, é dar força a Portugal”, afirmou António Costa esta quarta-feira.

João Pedro Matos Fernandes elogiou a “excelente lista” do Partido Socialista e ressaltou as qualidades de Pedro Marques. Num tom provocatório, deixou escapar um ataque a Assunção Cristas, de quem “ninguém se lembra como ministra do Ambiente”, nem sequer “os funcionários” do Ministério, tal o vazio de obra.

Perante 800 pessoas, Pedro Marques fez um discurso que demorou mais de dez minutos para dizer aquilo que já havia dito antes: “Vamos mobilizar as pessoas para aquilo que é mais importante e não para a política rasteira“, atirou, com o objetivo de ferir o cabeça-de-lista social-democrata, Paulo Rangel.

Segundo o socialista, o PSD tem demonstrado “falta de paciência para falar com pessoas” e não faz mais nada a “não ser dizer mal de tudo o que mexe” e “sobrevoar” a dor das pessoas. “É muito mau para ser verdade”, disse Marques.

Repetindo três vezes a mesma frase, Marques sublinhou que a sua campanha “tem corrido bem, muito bem” e centrou o seu discurso para a questão das alterações climáticas. Segundo o Expresso, o cabeça-de-lista do PS apontou dois caminhos: maior eficiência energética e uma aposta mais decidida na mobilidade verde.

O cabeça-de-lista europeu do PS acusou a direita de ter “um problema” na área das alterações climáticas e afirmou que tem “toda uma campanha” para explicar porque votou contra a medida dos passes sociais. “A direita provocou ruído durante semanas porque nunca quis explicar porque é que votou contra a medida dos passes sociais.”

No seguimento do discurso, Marques acabou por fazer referência à redução do preço dos passes sociais, “uma das maiores medidas para a descarbonização que algum Governo tomou nos últimos anos”.

A noite foi encerrada por António Costa que, em tom de adeus, deixou três mensagens: votar no PS é dar força ao projeto europeu, é dar força a Portugal e é dar força ao Governo, para que os socialistas continuem a mostrar que é possível “fazer diferente”, quer no plano nacional, quer no plano europeu.

“O Pedro Marques está calmíssimo”, diz o próprio

Também esta quarta-feira, antes do mega-jantar, Pedro Marques considerou que a campanha do PSD tem revelado “falta de elevação” e sugeriu ao partido que mude de estratégia, dizendo que pela sua parte está “calmíssimo”.

As críticas eram sobretudo dirigidas ao cabeça-de-lista do PSD, e aconteceram no final de uma visita à fábrica de drones da “Tekever”, no concelho de Ponte de Sor, distrito de Portalegre.

Tem faltado muita elevação à candidatura do PSD deste que começou esta campanha eleitoral. Tem-lhes faltado manifestamente paciência para falar com as pessoas e até paciência para falar com os jornalistas, ao que parece”, acusou.

Em relação ao facto de Rangel ter sobrevoado de helicóptero a parte da zona de pinhal do interior dos distritos de Coimbra e de Leiria, Pedro Marques disse que “num certo sentido, como disse o autarca [social-democrata] de Pampilhosa da Serra, foi uma afronta às pessoas”.

Neste momento, “se é possível dizer isso, o PSD deve arrepiar caminho, deve mudar esta estratégia de campanha de dizer mal de tudo o que mexe, falando nas propostas que tem ou não tem para a Europa”.

“É preciso respeitar as pessoas, em particular aquelas pessoas da região centro. Desde que começou a campanha tem sido o PSD sempre a dizer mal de coisas – e não se passa disso”, comentou Pedro Marques.

Questionado sobre se está nervoso nesta reta final de campanha, Pedro Marques disse que “o Pedro Marques está calmíssimo e está empenhadíssimo em falar com as pessoas, explicando as suas propostas para a Europa”.

“Não foi a campanha do PS que escolheu andar a sobrevoar a região Centro em vez de falar com as pessoas afetadas pelos incêndios. Essa pergunta parece-me até descabida, se vem assim dessa candidatura da oposição”, respondeu.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Alverca 2-0 Sporting | Leões desinspirados afastados da Taça pelo Alverca

O Alverca surpreendeu hoje o Sporting com uma vitória por 2-0, na terceira eliminatória da Taça de Portugal, tornando-se no primeiro grande «tomba-gigantes» da competição ao afastar o atual detentor do troféu. Alex Apolinário, aos 10 …

A Barbie também arrenda casa no Airbnb

A boneca mais famosa do mundo celebra 60 anos. Agora, a empresa que produz a Barbie, a Matel, tornou a boneca uma anfitriã no Airbnb e vai arrendar uma mansão à beira-mar em Malibu, na …

Os primeiros bebés podem nascer no Espaço daqui a 12 anos

A empresa SpaceBorn United pretende realizar missões espaciais entre 24 e 36 horas para que algumas mulheres dêem à luz em órbita dentro de 12 anos. A notícia é avançada pelo fundador e CEO da empresa, …

Japão importou cinco vírus mortais, incluindo Ebola, por causa de Tóquio 2020

Com os Jogos Olímpicos à porta, um laboratório japonês decidiu importar cinco vírus mortais, nomeadamente Ebola, para fazer frente a um eventual surto durante a competição que vai levar ao país mais de 600 mil …

Empresa anónima quer os direitos do seu rosto para construir robôs (e paga 115 mil euros)

Uma empresa privada anónima está a oferecer 115 mil euros pelos direitos de usar o seu rosto numa nova linha de robôs humanóides. A empresa quer usar a imagem para dar uma cara a um robô …

Empresa está a vender vinho (com flocos de ouro) para celebrar o Brexit

Quando o Reino Unido abandonar a União Europeia, uma saída programada para 31 de outubro, é provável que as pessoas celebrem com um vinho especial com flocos de ouro. Para aqueles que querem celebrar a saída …

Neandertais ocuparam ilhas do Mediterrâneo dezenas de milhares de anos antes do que se pensava

Cientistas descobriram provas de que a ilha de Naxos, na Grécia, já era habitada por neandertais há 200.000 anos, dezenas de milhares de anos antes do que se pensava até agora. Um estudo publicado esta quinta-feira …

Testes "bárbaros" em macacos levam ativistas a pedir encerramento de laboratório alemão

Durante meses, um ativista pelos direitos dos animais trabalhou no Laboratório de Farmacologia e Toxicologia (LPT, na sigla inglesa), em Hamburgo, na Alemanha, onde testemunhou situações de violência contra os animais utilizados em testes e …

Próxima cimeira do G7 vai ser num resort de Donald Trump

A próxima cimeira do G7 será realizada num dos clubes de golfe do Presidente norte-americano, Donald Trump, na Florida, e o clima não constará da agenda de trabalhos, disse esta quinta-feira o chefe de gabinete …

Russos e ucranianos estão em guerra por causa de sopa

A sopa de beterraba é russa ou ucraniana? Um tweet do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa veio falar em prato nacional e a reação na Ucrânia não tardou a chegar. O tweet é de …