/

Pedra sagrada ligada à lenda de Rómulo e Remo encontrada em Roma

(dr) Archaeological Museums of Rome

Um grupo de operários da construção civil fez uma descoberta inesperada ao encontrar uma pedra gigante que definia os limites da cidade sagrada de Roma há quase 2.000 anos.

A pedra – que fazia parte do pomerium romano – tem cerca de dois metros de altura e é feita de calcário fino. Apesar de outras 10 pedras deste tipo terem sido encontradas anteriormente, esta é a primeira encontrada em mais de 100 anos.

Os trabalhadores fizeram a descoberta no mês passado, quando estavam a instalar uma rede de novos esgotos numa praça da cidade de Roma.

Esta é apenas uma das muitas pedras que marcavam o pomerium de Roma – uma faixa sagrada que delimitava a cidade e onde era proibido construir ou cultivar. Também eram proibidas armas. O pomerium da cidade tinha um grande significado cívico e simbólico, e foi estendido várias vezes ao longo da história da Antiga Roma.

De acordo com a antiga lei romana, qualquer elemento que se encontrasse dentro do pomerium fazia parte da cidade de Roma e tudo fora dela era meramente território.

“O ato de fundação da cidade de Roma começa com a construção deste pomerium“, recorda Claudio Parisi Presicce, diretor dos Museus Arqueológicos de Roma, numa entrevista onde anunciou a descoberta.

Peter Wiseman, professor emérito da Universidade de Exeter, no Reino Unido, realça que o pomerium foi estabelecido pela primeira vez por Rómulo – o lendário fundador de Roma – que delineou os muros da cidade por volta do século VIII a.C. numa cerca que foi definida por um boi sagrado.

Segundo a lenda, Rómulo ficou com raiva e matou o seu irmão gémeo Remo quando este pulou a fronteira num ato de gozo pelo trabalho que estava a ser realizado.

“A cerca marcava assim a antiga fronteira da cidade, chamada de pomerium como se fosse pós-moerium – ‘atrás do muro'”, disse Wiseman ao Live Science.

Até que a reconstrução seja concluída, a pedra irá estar em exibição no Museo dell’Ara Pacis.

  ZAP //

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

 

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.