PCP quer travar cedência de obras de arte para hotel em Alter do Chão

O PCP anunciou esta quarta-feira que vai entregar na Assembleia da República um projeto de resolução que insta o Governo a reverter a cedência de um conjunto de obras de arte ao hotel Vila Galé em Alter do Chão, Portalegre.

No período de declarações políticas que decorreu na Assembleia da República, a deputada Ana Mesquita classificou o “negócio” de “insólito, insulto, impensável e ilegal”. O PCP insurgiu-se contra “a cedência de obras depositadas num museu público a um grupo hoteleiro privado”, indicando que são “pertencentes ao Estado e incorporadas na reserva do Museu Nacional dos Coches”, e contestando ainda o “conhecido novo elenco da Direção-geral do Património Cultural.

Em causa está a coleção Rainer Daehnhardt, e outras peças que estavam na Coudelaria de Alter do Chão, cuja cedência a secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Ângela Ferreira, autorizou para exposição no futuro hotel.

É num edifício da Coudelaria de Alter do Chão, numa propriedade com cerca de 800 hectares no distrito de Portalegre, que o Vila Galé está a concluir um hotel, ao abrigo do programa público Revive, e cuja inauguração, prevista “até ao último trimestre de 2020”, foi antecipada para o dia 13 de março.

Na semana passada, no dia 19, a secretária de Estado Ângela Ferreira disse à agência Lusa que autorizou a cedência ao grupo Vila Galé, por 25 anos, de cerca de 50 peças da denominada Coleção Rainer Daehnhardt, pertencentes ao Estado, para a instalação de um núcleo museológico no futuro hotel.

Em comunicado divulgado na segunda-feira, o grupo hoteleiro apontou que a cedência visa “valorizar a oferta cultural do interior do país”. Esta quarta-feira, no plenário, a deputada Ana Mesquita advogou que “o património não é nem pode ser moeda de troca em qualquer negociata, o património público é de todos, tem de ser respeitado”.

A deputada comunista anunciou, além de chamar a ministra da Cultura (Graça Fonseca) ao parlamento, que vai apresentar um projeto de resolução “para impedir a concretização da cedência das obras da Coleção Rainer Daehnhardt e garantir a manutenção no Museu dos Coches”, alegando que “o negócio é uma vergonha”.

Nos pedidos de intervenção, Alexandra Vieira, do BE, assinalou que “a cultura e o património têm vindo a ser tratados como terra de ninguém e estão cada vez mais na mira dos interesses imobiliários”, e apontou que o destino das obras “não é seguro”, porque o espaço que vai albergar a coleção “não cumpre os requisitos técnicos”. “A cedência é ilegal“, vincou a deputada bloquista.

Pelo PSD, o deputado Paulo Rios de Oliveira, salientou que PCP e PSD têm andado lado a lado com o objetivo “esclarecer tanta trapalhada”. “Esta questão das obras do estado tem de ser esclarecida”, desafiou o social-democrata.

Luís Capoulas Santos, do PS, acusou a deputada Ana Mesquita de não saber do que estava a falar, assinalando que “aquele património foi adquirido pela Coudelaria de Alter do Chão no período de 1995-2002”.

“Senhora deputada, o que está aqui em causa, e o que gostaria que vossa excelência me dissesse, é se quer que a coleção que foi adquirida pela Coudelaria para ser fruída na Coudelaria no contexto de um projeto de desenvolvimento regional ancorado no cavalo Alter Real, que ali continue a ser exposta, ou que seja exposta em Lisboa”, questionou o socialista.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

As conferências pelo Facebook da primeira-ministra da Nova Zelândia são como "ser aconchegado" por uma mãe

A Nova Zelândia está em quarentena nacional para travar a propagação da pandemia do novo coronavírus, a covid-19. Para chegar aos habitantes, a primeira-ministra, Jacinta Ardern, usa o Facebook. No dia em que foi decretada a …

Universidade do Minho não terá aulas presenciais até ao final do semestre

A Universidade do Minho anunciou esta segunda-feira que não deverá retomar as aulas presenciais neste semestre e que vai alagar o ano letivo até 27 de julhopara responder às dificuldades que possam surgir com a …

Ginásios não podem cobrar mensalidade total. É um dos setores "mais afetados negativamente"

O setor dos ginásios e 'fitness', que abrange mais de meio milhão de clientes em Portugal, será "dos mais afetados negativamente" devido à pandemia de Covid-19, explicou à agência Lusa o especialista em gestão de …

Messi confirma corte salarial de 70% no plantel do FC Barcelona (e deixa críticas à direção)

O internacional argentino Lionel Messi confirmou, através de um comunicado publicado na sua página de Instagram, que o plantel principal do FC Barcelona aceitou uma redução salarial de 70% face à pandemia da covid-19. "Pela …

Lay-off simplificado: 1400 empresas já pediram apoio, pagamentos a 28 de abril

A Segurança Social recebeu até esta segunda-feira cerca de 1.400 pedidos de empresas que pretendem aderir ao ‘lay-off’ simplificado e os primeiros pagamentos serão feitos em 28 de abril, disse a ministra do Trabalho. “Ao dia …

Coronavírus não se transmite por via aérea, volta a avisar OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou novamente no domingo para o facto de o coronavírus, responsável pela doença Covid-19, não se transmitir através do ar. "O coronavírus é sobretudo transmitido através de gotículas geradas quando …

Poluição do ar diminuiu mas o "mal já está feito"

A poluição do ar caiu drasticamente nas cidades do mundo, pelas restrições impostas para fazer face à covid-19, mas "o mal já está feito" para os doentes, alerta a Aliança Europeia de Saúde Pública (EPHA …

Há mais de 12.000 profissionais de saúde infetados em Espanha

Espanha tem 12.298 profissionais de saúde infetados com covid-19, estando a grande maioria - entre 85% e 90% - a ter "muito boa evolução" e a recuperar da doença em casa, revelaram esta segunda-feira fontes …

Infetado com covid-19 detido em Ovar por furar confinamento obrigatório

Um homem foi detido em Ovar por andar a circular na via pública apesar do confinamento obrigatório a que é sujeito por estar infetado com o vírus da Covid-19, revelou esta segunda-feira o comando distrital …

Príncipe Carlos saiu de quarentena. Está "de boa saúde"

O príncipe Carlos saiu esta segunda-feira de quarentena, após sete dias em isolamento por ter contraído covid-19, informou Clarence House, a residência oficial do herdeiro do trono. De acordo com o seu gabinete, o príncipe, de …