O PCP também não quer casar com Costa

Paulo Cunha / Lusa

O presidente do Grupo Parlamentar do PCP, João Oliveira

Esta segunda-feira, o primeiro-ministro rejeitou uma coligação formal com os partidos à sua esquerda. Agora, foi a vez de o líder parlamentar comunista, João Oliveira, deixar claro que o PCP não quer casar com António Costa.

João Oliveira, líder parlamentar do Partido Comunista, foi menos romântico nas palavras que proferiu em resposta às declarações de António Costa, na entrevista que deu na última segunda-feira à noite, à TVI.

“Para nós, a integração do Governo não é uma questão deste ou daquele lugar; é uma questão de saber que política é que o Governo faz, para saber se o PCP poderia ou não integrar um governo”, respondeu o líder da bancada parlamentar comunista, nas jornadas parlamentares do partido, que decorrem em Santarém.

“Para haver condições para que o PCP integre um governo tem de haver, à partida, a definição de uma política que corresponda aos anseios dos trabalhadores, que dê resposta aos problemas estruturais do país e que, rompendo com a política de direita, abra uma perspetiva de desenvolvimento e progresso do nosso país”, continuou.

No fundo, para que o PCP case com o Governo, seria preciso que houvesse um acordo pré-nupcial. No entanto, o Partido Comunista conhece bem demais o PS para saber que os socialistas não cumpririam os compromissos que os comunistas exigem. “Reconhecemos que, com as opções que o PS faz e com os compromissos a que continua amarrado, isso é muito difícil de acontecer.”

Assim, escreve o jornal Público, se a convergência a que conseguiram chegar em 2015 não foi o suficiente para consumar um casamento, não será agora que a cerimónia irá acontecer, quando estão praticamente esgotadas as razões que os juntaram: tirar a direita do poder e repor direitos e rendimentos.

“Eu julgo que essas diferenças e essas divergências vão ficando mais claras ao longo do tempo sempre que, propondo nós soluções para os problemas do país, as opções do PS impedem isso”, proferiu João Oliveira, confirmando o desgaste da relação entre os dois partidos.

“Em matéria de legislação laboral, investimento público, controlo público dos setores estratégicos – são opções que o PS faz que limitam e impedem a resposta aos problemas do país, clarificam posicionamento sobre essas questões”, continuou o líder parlamentar.

Para João Oliveira, o importante é que cada um assuma “as responsabilidades que entende que deve assumir”, que cada um faça “as opções que entende que deve fazer”. “São sobretudo os portugueses que têm de fazer uma apreciação do posicionamento que cada assume e da perspetiva que cada um tem para o país”, concluiu.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. No fundo… também não seria possível. Em que igreja é que estes 3 se iriam casar? Eu não conheço nenhum padre que os case aos 3. O melhor é continuarem a viver em união de facto.

  2. Pois………
    Mas não teve problema em se aliar ao PSD/CDS/BE para chumbar o PEC IV e fazer vir a TROIKA.
    Não nos devemos esquecer que foram os causadores de termos a TROIKA. É verdade que o País estava com problemas financeiros, mas senão fosse o chumbo do PEC IV, teriamos ajuda como tiveram outros países , por exemplo a ESPANHA que não teve TROIKA
    É bom lembrar

    • O país estava com problemas financeiros? Em 2002 já estava no pântano, depois de 7 (sete) anos de “socialismo”. Em 2003 já andava tudo de tanga. Eu bem sei quanto essa canalha de roubou!!!

        • Depois de terem corrido com a procuradora e com o Juiz, é possível que estejam com dificuldades na acusação. Era isso mesmo que a corja queria??

  3. Está tudo a empurrar Rui Rio e Costa para o Centrão !
    Coitadinha da Catarina que já estava a arranjar toilette para ser ministra…

RESPONDER

Figura em pedra com mais de dois mil anos descoberta em Miranda do Douro

O acaso colocou a descoberto em Duas Igrejas, no concelho de Miranda do Douro, uma figura zoomórfica que representa um berrão (porco) e que os arqueólogos datam entre os séculos IV e I a.C., foi …

FBI prende Ghislaine Maxwell, ex-namorada de Jeffrey Epstein

A ex-namorada de Jeffrey Epstein, Ghislaine Maxwell, foi esta quinta-feira detida pelo FBI. A mulher de 58 anos é acusada de ajudar a montar uma rede de tráfico de mulheres. O FBI deteve, esta quinta-feira, Ghislaine …

Polícia italiana apreendeu 14 toneladas de anfetaminas. Droga foi produzida pelo Estado Islâmico

As autoridades italianas apreenderam na quarta-feira 14 toneladas de anfetaminas produzidas na Síria por membros do Estado Islâmico, cujos lucros serviriam para reativar as suas operações. "É um facto que o Daesh [Estado Islâmico] utiliza a …

Câmara de Lisboa defende fim do financiamento público às touradas

A Câmara de Lisboa defendeu hoje a criação de legislação que impeça o financiamento público de espetáculos que "causem sofrimento animal", salientando que as touradas incluem "atos de violência". Numa moção “pelo fim de espetáculos com …

Acordo entre Neeleman e Governo já só depende da confirmação da Azul

O acordo entre David Neeleman e o Governo está prestes a concretizar-se, escreve o Expresso. Aparentemente já só falta a confirmação da Azul para garantir o acordo. Depois de a nacionalização da companhia ter sido dada …

Medina recua e diz que "há convergência total" com Governo no combate à pandemia

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse hoje que “há convergência total” com o Governo no combate à pandemia de covid-19, recusando que as críticas que fez à atuação das autoridades de saúde …

Parlamento vai debater o teletrabalho por iniciativa do PAN

O PAN considera que "o teletrabalho é uma ferramenta que pode ajudar a conciliar a vida profissional e a vida familiar", ainda que apresente fragilidades como a "invasão da vida pessoal". O PAN agendou para sexta-feira …

PSP também queria prémio semelhante ao dos profissionais de saúde

O Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP) manifestou-se esta quinta-feira “desiludido” com “a falta de respeito” que o Governo demonstra em relação à PSP e a outras forças de segurança que estão na “linha da …

Líderes catalães vão poder sair da prisão aos fins de semana

Uma decisão dos estabelecimentos prisionais faz com que os líderes independentistas catalães possam sair da prisão aos fins de semana, passando para um dos regimes de detenção menos restritivos. Em outubro do ano passado, nove líderes …

Mais oito mortos e 328 infetados. Câmara de Lisboa tem 33 casos "ativos"

Há mais oito mortos e 328 casos positivos em Portugal nas últimas 24 horas. A Câmara de Lisboa regista atualmente 33 casos de infeção por covid-19 “ativos”. Portugal regista, esta quinta-feira, mais oito mortos e 328 …