PCP avança com candidatura própria às presidenciais

José Sena Goulão / Lusa

O secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP), Jerónimo de Sousa

Jerónimo de Sousa anunciou, este domingo, que o PCP vai avançar com um candidato próprio às eleições presidenciais de janeiro de 2021.

O secretário-geral do PCP anunciou que o Comité Central do partido decidiu apresentar candidato próprio às eleições presidenciais de 2021 e recusou-se a comentar a manifestação do Chega, alegando que não contribui para esse peditório.

As posições foram transmitidas por Jerónimo de Sousa em conferência de imprensa, durante a qual confirmou a intenção de o PCP apresentar o seu candidato presidencial já em setembro, mesmo antes da realização do congresso do partido, que se realiza no final de novembro, em Loures.

Questionado se poderá concorrer pela terceira vez em eleições presidenciais, Jerónimo de Sousa afastou essa possibilidade, alegando que o seu partido “encontrará mais e melhores soluções para uma batalha tão difícil”.

O perfil do candidato comunista é o de alguém “que parta do cumprimento da Constituição da República e da afirmação dos valores de Abril, e que combata as desigualdades e lute pelos direitos de quem trabalha”. “Tendo em conta esta batalha, vai ser um bom ou uma boa candidata, mas o Comité Central ainda não assumiu o nome do camarada ou da camarada que vai assumir essa grande responsabilidade”, disse.

Em relação ao próximo congresso, nesta reunião foram aprovados “os critérios e o processo para a elaboração da lista do Comité Central a eleger.

Por outro lado, ainda no plano interno, foi apontada “a necessidade da planificação, desde já, da terceira fase de preparação do congresso, a partir de final de setembro, “de modo a assegurar o máximo envolvimento e participação dos membros do partido e garantir a justa e necessária orientação dos comunistas portugueses para enfrentar os exigentes desafios dos tempos complexos que se vivem”.

Na conferência de imprensa, Jerónimo de Sousa foi questionado sobre a manifestação realizada no sábado pelo Chega, em Lisboa, mas disse que não daria “para o peditório de algumas forças que se apresentam por aí agora no terreno”. “Em 1974, era muito mais difícil”, comentou, numa alusão à extrema-direita em Portugal.

O líder comunista repudiou depois o racismo e a xenofobia e considerou que em Portugal “existem claramente episódios racistas”.

“Mas com segurança afirmo que o povo português não é racista na sua maioria. Quanto ao PCP, é preciso que se saiba que antes do 25 de Abril de 1974 ser contra o colonialismo era crime. E só havia um partido que era criminalizado por isso: O PCP. Mantemos esse posicionamento de solidariedade com os povos, contra o colonialismo, contra o racismo e xenofobia”, acrescentou.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal tem o segundo melhor ataque do Euro. E a terceira pior defesa

Fechada a segunda jornada da fase de Grupos do Euro 2020, a seleção nacional tem o segundo melhor ataque da prova, com 5 golos marcados, atrás apenas da Itália. Mas tem também a terceira pior …

Espanha 1-1 Itália | Hino ao desperdício trama La Roja

A Polónia, comandada pelo treinador português Paulo Sousa, empatou hoje a um golo com a Espanha, em Sevilha, em encontro da segunda jornada do Grupo E do Euro2020, mantendo-se ambas sem vitórias. A formação espanhola, que …

Já pode ajudar a NASA a batizar o manequim que vai até à Lua

A agência espacial norte-americana está a pedir ajuda para batizar o "Moonikin", o manequim que vai a bordo da nave Orion, durante a missão lunar Artemis I, ainda este ano. Quando a nave espacial Orion, da …

Portugal em Europeus: as últimas três derrotas foram (todas) contra a Alemanha

Em 90 minutos, Portugal não era derrotado numa fase final de um Europeu desde a estreia no Europeu 2012. Recorde as seleções que bateram Portugal, até agora. "Já não posso ver os franceses à frente". Esta …

Spotify lança Greenroom (e abre concorrência ao Clubhouse)

O Spotify lançou na quarta-feira, dia 16 de junho, uma app de conversas por áudio em direto chamada Greenroom, uma resposta do gigante sueco de streaming de música à popular plataforma Clubhouse. O Greenroom permite que …

"Médicos de árvores" em Singapura ajudam a preservar os seus pacientes gigantes

Arboristas como Eric Ong são responsáveis pelo bem-estar das milhares de árvores em Singapura. O seu trabalho é essencial para a preservação da natureza. A Singapura é uma cidade-estado insular situada ao sul da Malásia, com …

Novo primeiro-ministro de Israel dá 14 dias a Netanyahu para deixar residência oficial

O novo primeiro-ministro de Israel, Naftali Benet, deu duas semanas ao antecessor Benjamin Netanyahu para abandonar a residência oficial do chefe de Governo, em Jerusalém, segundo adianta hoje a imprensa local. Benet terá enviado na sexta-feira …

Ponte inca com mais de 500 anos é reconstruída após cair durante a pandemia

Peruanos da comunidade Huinchiri, localizada na região de Cusco, estão a reconstruir uma ponte inca com 500 anos. Esta foi feita a partir de técnicas tradicionais de tecelagem para criar uma passagem sob o Rio …

Portugal 2-4 Alemanha | Reality check ao plano do engenheiro

A seleção portuguesa de futebol, campeã em título, caiu hoje para o terceiro lugar do Grupo F do Euro2020, ao perder por 4-2 com a Alemanha, em encontro da segunda jornada, disputado no Allianz Arena, …

Pandemia mostrou “falta de proteção das mulheres”

A pandemia de covid-19 mostrou “a vulnerabilidade e a falta de proteção das mulheres e quão pouco as sociedades se preocupam realmente em proteger elementos-chave em matéria de segurança”, considera Edit Schlaffer, diretora-executiva da Women …