Paula Teixeira da Cruz acusa Rui Rio de estalinismo

José Sena Goulão / Lusa

Paula Teixeira da Cruz, ex-ministra da Justiça

A ex-ministra da Justiça Paula Teixeira da Cruz acusa este domingo o líder social-democrata, Rui Rio, de se comportar como um ditador. “Não me inscrevi num partido estalinista, não tenho feitio para isso”, diz ao CM a deputada do PSD.

Em entrevista ao Correio da Manhã, a antiga ministra da Justiça no governo de Pedro Passos Coelho acusa este domingo o líder do PSD, Rui Rio, de se comportar como um ditador. “Não me inscrevi num partido estalinista, não tenho feitio para isso”.

Na mesma entrevista, Paula Teixeira da Cruz acusa o presidente do partido de querer “controlar a justiça e a comunicação social”, e contesta a liderança de Rio, que diz exigir “uma cega e leal obediência à direcção“.

“Nunca poderia colaborar com uma direcção que quer controlar a Justiça e a comunicação social”, diz ao CM a antiga vice-presidente do PSD, que se opõe a propostas do próprio partido que, sustenta, que “vão retirar a independência dos magistrados do Ministério Público, subordinando-os ao poder político”.

Paula Teixeira da Cruz conclui a entrevista ao diário lamentando que o PSD tenha “apenas um presidente, mas não um líder como Passos Coelho, que aceitava as diferenças e não as sancionava”.

A ainda deputada do PSD, que já tinha anunciado que não se iria recandidatar a novo mandato de deputada após as próximas legislativas, vai abandonar o parlamento e regressar a tempo inteiro à sua actividade profissional.

A advogada desde 1992 e antiga docente na Faculdade de Direito da Universidade Livre de Lisboa,de 59 anos, chegou à vice-presidência do PSD em 2005 na Comissão Política liderada por Luís Marques Mendes — da qual se demitiu em 2006. Regressou à vice-presidência entre 2012 e 2014, com Pedro Passos Coelho.

A ex-ministra da Justiça no XIX Governo Constitucional é um dos nomes sonantes do PSD que vai abandonar a bancada social-democrata após as legislativas de 6 de Outubro. No início do ano, o antigo ministro da Justiça e da Defesa José Pedro Aguiar-Branco e o antigo secretário de estado Luís Campos Ferreira abandonaram o grupo parlamentar.

A semana passada, foi a vez de Teresa Morais, anunciar a sua saída. A  antiga ministra da Cultura de Passos Coelho, acusa Rui Rio de estar “a definhar” o partido, tornando-o num partido de “amigos e acólitos subservientes”.

“Eu não quero ter rigorosamente nada em comum com quem está a definhar o meu partido, a excluir em vez de acrescentar, a tornar o PSD ‘maneirinho e homogéneo’. O partido mediano e ideologicamente puro, onde só cabem amigos e acólitos subservientes, não é o meu PSD”, afirmou Teresa Morais no seu perfil no Facebook.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. “vão retirar a independência dos magistrados do Ministério Público, subordinando-os ao poder político”

    Se isto for verdade, é gravíssimo pois, a separação de poderes é uma pedra angular do estado de direito. Isto não tem nada a ver com esquerdas e direitas… Tem a ver com inconstitucionalidade.

RESPONDER

Turistas fizeram café em Veneza. Foram multados em 950 euros e convidados a abandonar a cidade

Dois turistas alemães foram multados por fazerem um café nos degraus da famosa ponte Rialto, em Veneza. Depois, tiveram de deixar a cidade, segundo as autoridades municipais. Os dois turistas de Berlim, com idades entre 32 …

Merkel admite: Greta Thunberg teve influência nas novas medidas alemãs pelo ambiente

A chanceler alemã, Angela Merkel, afirmou nesta sexta-feira que o seu governo decidiu ser mais ambicioso nas medidas contra as alterações climáticas como resposta à mobilização e marchas pelo ambiente de crianças e adolescentes inspirados …

Google paga prémios até centenas de milhares de euros para descobrir bugs

A Google aumentou o valor dos prémios que oferece a quem descobrir bugs nos seus produtos e serviços. Alguns dos prémios podem mesmo chegar aos milhares de euros. Ganhar dinheiro ao descobrir bugs é algo desconhecido …

Identificado suspeito do incêndio no estúdio de animação no Japão. Queixa-se de plágio

Esta quinta-feira, um incêndio no estúdio de animação KyoAni provocou 33 mortos e 35 feridos. Confirmadas as suspeitas de que o desastre resultara de fogo posto e que o autor usara gasolina para propagar as …

Nunca ninguém mandou tanto tempo como Benjamin Netanyahu

Benjamin Netanyahu foi o primeiro chefe de Governo de Israel a nascer no país — em Telavive, a 21 de outubro de 1949, um ano após a criação do Estado.  Foi também o primeiro-ministro mais …

Vulcão Etna acordou e entrou de novo em erupção

O Etna voltou a acordar lançando lava de uma das crateras localizadas na área desértica do topo do vulcão siciliano, de acordo com o Instituto Nacional Italiano de Geofísica e Vulcanologia (INGV). A atividade é intermitente …

Agência Europeia para a Segurança da Aviação alerta para limitações dos Airbus 321neo

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) publicou na passada quarta-feira um estudo sobre um problema nos Airbus 321neo que pode dar origem a uma “redução do controle do avião”. O documento alerta todas as …

Carlos Vinícius por 17 milhões no Benfica. É o terceiro reforço mais caro das águias

O Benfica anunciou hoje como reforço o avançado brasileiro Carlos Vinícius, que assina por cinco temporadas, com o clube "encarnado" a pagar 17 milhões de euros ao Nápoles pela transferência. Os encarnados confirmaram a contratação do …

"Acharam que era empregado de mesa". Deputado Hélder Amaral denuncia racismo no Parlamento Europeu

O deputado do CDS-PP Hélder Amaral revela que foi vítima de racismo no Parlamento Europeu. O único deputado afro-descendente com assento parlamentar refere que "acharam que era empregado de mesa". Esta revelação foi feita por Hélder …

Há mais cinco dias para pagar o IVA (e mais mudanças noutros impostos)

Os deputados aprovaram esta sexta-feira, a proposta do Governo que altera diversos códigos fiscais, entre os quais mais cinco dias para o pagamento do IVA e eliminação de garantia para dívidas mais baixas de …