Pasteleiro que recusou fazer bolo de casamento homossexual volta a tribunal

Jack Phillips avançou com uma ação em tribunal contra o estado, alegando discriminação religiosa. Em causa está o facto de a Comissão de Direitos Civis do Colorado ter deliberado contra o pasteleiro, depois de este ter recusado fazer um bolo para uma advogada transexual.

Em junho do ano passado, Autumn Scardina ligou para a pastelaria Masterpiece Cakeshop em Lakewood, no Colorado, para encomendar um bolo de aniversário azul por fora e cor de rosa no interior. Na altura, a advogada explicou que o bolo visava não apenas celebrar o seu aniversário mas também o aniversário da sua mudança de sexo.

A pastelaria de Jack Phillips, o pasteleiro que recusou fazer um bolo de casamento para um casal homossexual, declinou o pedido com base em argumentos religiosos.

“Phillips recusou criar o bolo azul e rosa porque este visava celebrar mensagens contrárias à sua convicção religiosa que de o sexo – ser mulher ou homem – é atribuído por Deus, é determinado biologicamente, e não por perceções ou sentimentos, e não pode ser escolhido ou alterado.”

Mas, um ano depois, a 28 de junho de 2018, a Comissão de Direitos Civis do Colorado determinou que Phillips discriminou Scardina com base na sua identidade de género. O pasteleiro decidiu responder, esta terça-feira, com uma ação federal contra o estado do Colorado, alegando discriminação religiosa.

A deliberação da Comissão de Direitos Civis do Colorado aconteceu dias depois de o Supremo Tribunal de Justiça ter decidido a favor de Jack Philips, a 4 de junho, quando este se recusou a fazer um bolo de casamento para um casal homossexual.

Evitando abrir um precedente, o Supremo não tratou amplamente o assunto, limitando-se a constatar que o pasteleiro não beneficiou da neutralidade necessária nas instâncias inferiores para expor os seus argumentos.

No fundo, o tribunal considerou que a Comissão de Direitos Civis do Colorado – que, numa fase inicial, deliberou contra o pasteleiro – mostrou uma hostilidade inadmissível contra a religião quando descobriu que Phillips violou a lei antidiscriminação ao recusar-se a prestar um serviço ao casal gay David Mullins e Charlie Craig, em 2012.

Se por um lado a lei estadual impede que as empresas recusem o serviço com base em raça, sexo, estado civil ou orientação sexual; por outro lado o pasteleiro argumentou que a sua fé cristã o impediu de aceder ao pedido. Além disso, os advogados argumentaram que não se trata de um bolo comum, mas de casamento, com uma mensagem subjacente.

Apesar de ter deliberado a favor do pasteleiro, o tribunal reafirmou a proteção dos direitos das pessoas homossexuais. O tribunal concluiu então que a Comissão violou os direitos religiosos de Phillips no âmbito da Primeira Emenda da Constituição, na qual surge consagrada a liberdade de expressão.

No entanto, o tribunal não explicou em que situações podem as empresas estar isentas das leis antidiscriminação. Além disso, evitou ser claro sobre se a criação um bolo um bolo é um ato de expressão protegido pela garantia da liberdade de expressão.

Agora, a luta regressa aos tribunais, desta vez por causa de um bolo de aniversário.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma nova denúncia contra Harvey Weinstein

O produtor de cinema Harvey Weinstein, que enfrenta dois processos por agressão sexual em Nova Iorque, terá uma nova audiência na próxima segunda-feira para ser informado de uma nova denúncia apresentada, informou na quinta-feira o …

Venezuela. Maduro ordena construção de novo satélite de telecomunicações

Nicolás Maduro anunciou que a Venezuela vai ter um novo satélite de telecomunicações, que vão ser feitos investimentos para ativar as redes 4G e 5G nas operadoras estatais e para levar fibra ótica aos venezuelanos. "Ordeno …

Departamento de Justiça dos EUA enviou email com link para site supremacista e antissemita

Uma divisão do Departamento de Justiça norte-americano enviou um email para juízes de imigração com um link para um blogue supremacista branco, repleto de referências antissemitas. A mensagem, enviada pelo gabinete executivo de avaliação de imigração …

Indonésia tenta parar violência na Papua com envio de tropas e corte da Internet

O corte do acesso à Internet na Papua e territórios adjacentes e o envio de pouco mais de um milhar de efetivos do exército são a resposta do Governo indonésio à onda de distúrbios que …

Itália tem até terça-feira para formar novo Governo

O Presidente de Itália disse esta quinta-feira, após consultas com os partidos, que há uma maioria parlamentar disposta a formar um novo Governo, pelo que vai permitir estas negociações e convocará novamente os partidos na …

Câmara de Cascais paga multa de 200 mil euros por construção ilegal na praia

A Câmara Municipal de Cascais foi condenada a pagar 200 mil euros pela construção ilegal de um acesso em betão à praia do Abano. A construção que data a 17 de junho de 2009 foi conduzida …

Ocean Viking vai desembarcar em Malta. Reservas de mantimentos estão a chegar ao fim

As reservas de mantimentos para os 356 ocupantes do navio Ocean Viking só são suficientes para quatro dias, alertou esta sexta-feira a organização Médicos Sem Fronteiras frisando que o navio está há 19 dias no …

"Não se cumpre a lei". Veterinários acusam autoridades de não recolherem animais abandonados

O bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, Jorge Cid, acusou ontem as autoridades de não estarem a cumprir a lei que obriga a recolher os animais abandonados. Em setembro de 2018, passou a ser aplicada no …

"A Leonor é transexual. Ela existe. É a minha filha." Pais ao lado do Governo e contra a direita

A polémica em torno da Lei de Identidade de Género continua, com as críticas da Direita e com uma petição contra a legislação que já vai em mais de 27 mil assinaturas. Associações de pais …

Médicos de fertilidade usaram o seu próprio esperma em centenas de pacientes

Uma longa reportagem do The New York Times dá conta de vários casos de mulheres que recorreram a médicos especialistas em fertilidade à procura de esperma anónimo e acabaram por receber o esperma do próprio …