Parlamento britânico vai discutir financiamento das férias de Natal de Boris Johnson

Will Oliver / EPA

O Partido Trabalhista apresentou, esta sexta-feira, um pedido formal de inquérito às férias de Natal do primeiro-ministro, e da sua namorada, devido às dúvidas sobre quem pagou.

O deputado trabalhista Jon Trickett alega que existem dúvidas sobre quem pagou, se o primeiro-ministro, Boris Johnson, conhece a origem do donativo e se é verdade que foi o empresário David Ross, porque o próprio negou.

“Este caso é relevante não apenas por causa do preeminente cargo público de Johnson como primeiro-ministro, mas porque, em abril de 2019, teve de se desculpar junto do Comissário Parlamentar de Normas e da Comissão de Normas por não declarar despesas corretamente”, recordou.

No último registo de interesses financeiros dos deputados, o primeiro-ministro registou que o alojamento no complexo de luxo privado de Mustique, durante o período de Natal, com a namorada Carrie Symonds, foi pago por um donativo em espécie avaliado em 15 mil libras (18 mil euros).

As férias aconteceram depois das eleições legislativas de dezembro do ano passado, ganhas com maioria absoluta pelo Partido Conservador.

Boris Johnson nomeou David Ross, um empresário que fez donativos ao Partido Conservador noutras ocasiões, mas hoje, em declaração ao jornal Daily Mail, um representante garantiu não ter pagado nada.

“Boris Johnson não ficou na casa de David Ross. Boris queria ajuda para encontrar onde ficar em Mustique, o David telefonou à empresa que gere as casas e uma pessoa tinha desistido. Boris ficou com essa casa que custava 15 mil libras, mas David Ross não pagou qualquer dinheiro”, explicou.

Um porta-voz do primeiro-ministro afirmou que “todos os requisitos em termos de transparência foram respeitados, tal como foi explicado no registo dos interesses financeiros dos deputados”.

A polémica acontece poucos dias depois de a imprensa britânica ter noticiado que o principal conselheiro de Boris Johnson, Dominic Cummings, ordenou aos assessores para não aceitarem qualquer tipo de brindes ou ofertas, incluindo almoços, bebidas ou até cafés de pessoas de fora, nomeadamente jornalistas.

Esta quinta-feira, o primeiro-ministro começou a fazer uma remodelação do seu Governo, havendo já várias baixas de peso, entre as quais Julian Smith (Irlanda do Norte), Andrea Leadsom (Economia), Theresa Villiers (Ambiente) e Geoffrey Cox (procurador-geral). Na sequência desta decisão, o ministro das Finanças, Sajid Javid, demitiu-se por rejeitar os termos que lhe foram impostos para se manter no Executivo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Ações de Isabel dos Santos na Galp, NOS, Efacec e EuroBic escapam a ordem judicial

As ações de Isabel dos Santos em empresas como Galp, NOS, Efacec e EuroBic não estão abrangidas na ordem judicial relativa ao arresto das suas contas bancárias. O arresto das contas bancárias de Isabel dos Santos …

Covid-19. Presidente chinês diz que há “progresso visível”, mas número de mortos ultrapassa os 2.000

O Presidente da China defendeu esta quarta-feira que as medidas aplicadas pelas autoridades chinesas para travar a propagação do novo coronavírus, estão a alcançar um "progresso visível", num "momento crucial" da crise que paralisou o …

Tomás Correia foi pessoalmente ao Banco de Portugal buscar a nova condenação

Esta segunda-feira, Tomás Correia foi pessoalmente ao Banco de Portugal buscar a nova condenação de que foi alvo, por violação das regras de controlo e branqueamento de capitais. A notícia é avançada esta quarta-feira pelo Público, …

Alunos do ensino profissional vão poder entrar no ensino superior sem exames nacionais

Os estudantes que terminem um curso profissional ou artístico terão melhores condições de acesso ao ensino superior já no próximo ano. O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, anunciou esta quarta-feira que os …

Trump indulta ex-governador que tentou "vender" lugar de Obama no Senado

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, indultou na terça-feira o ex-governador de Illinois Rod Blagojevich, preso por corrupção após ser considerado culpado de tentar "vender" o lugar de Barack Obama no Senado, depois …

"Toca a reunir" no PS para aprovar eutanásia (e 6 médicos admitem que já a praticaram)

O PS está a mobilizar os seus deputados no sentido de garantir que, desta feita, a eutanásia passará no Parlamento. Tudo indica que venha a ser aprovada numa altura em que os médicos estão divididos …

CP está a escapar à multas por falhas nos serviços

A CP - Comboios de Portugal está a escapar às multas por falhas nos serviços, como atrasos e supressões de comboios, porque ainda não entrou em vigor o contrato de serviço público assinado com o …

Alegadas agressões a Taarabt valem processos a Marega e Pepe

A Comissão de Disciplina da FPF abriu processos disciplinares a Moussa Marega e Pepe devido a alegadas agressões sobre Taarabt, no jogo com o Benfica. Os jogadores do FC Porto Moussa Marega e Pepe vão ser …

Costa arrasa proposta "forreta" de orçamento europeu

A proposta de quadro financeiro plurianual para 2021-2027 do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, vai morrer na praia. António Costa diz que os líderes europeus não devem ceder à pressão dos quatro países “forretas”. "Esta …

Malásia suspeita que desaparecimento do voo MH370 foi ataque suicida

O ex-primeiro ministro australiano Tony Abbott disse que altos responsáveis do governo da Malásia suspeitam há muito tempo que o desaparecimento do avião da Malasian Airlines, há quase seis anos, tenha sido um ataque suicida …