Parlamento aprova mudança de género aos 16 anos

António Cotrim / Lusa

A Assembleia da República aprovou, esta sexta-feira, um diploma que permite a mudança de género a partir dos 16 anos, sem relatório médico.

O diploma aprovado hoje no Parlamento teve os votos favoráveis do PS, BE, PEV e PAN, votos contra do PSD e CDS-PP e abstenção do PCP.

A deputada social-democrata Teresa Leal Coelho, ex-candidata à Câmara de Lisboa, também votou a favor da mudança da lei, violando a disciplina de voto contra no seu partido.A votação foi aplaudida no plenário e por cidadãos presentes nas galerias.

É um momento histórico. O grupo parlamentar do PS assume a responsabilidade de continuar a fazer este caminho na luta de Direitos Humanos”, afirmou a deputada Isabel Moreira, citada pelo Expresso.

“Podíamos ter ido mais longe mas este é um avanço extraordinário“, disse também Sandra Cunha, autora do projeto lei do Bloco, numa alusão às propostas que ficaram para trás, como a mudança antes dos 16 anos e a possibilidade de imigrantes e requerentes de asilo também poderem mudar de género e de nome no cartão do cidadão.

“É uma questão de respeito pela dignidade da vida e das pessoas transexuais”, afirmou, por sua vez, a deputada do Os Verdes, Heloísa Apolónia, também citada pelo semanário.

De acordo com uma contagem feita pela mesa da Assembleia da República, votaram a favor 109 deputados e contra 106, uma vez que, como não foi requerida a votação uninominal, foi contabilizada a totalidade dos parlamentares por bancada, apesar de não estarem presentes a totalidade dos deputados.

O texto final, que resulta de uma proposta do Governo e de projetos do BE e PAN, vai permitir que maiores de 16 anos possam alterar o seu género e nome próprio no registo civil, apenas mediante requerimento e sem necessidade de recorrer a qualquer relatório médico. Entre os 16 e os 18 anos, este procedimento terá de ser autorizado pelos representantes legais.

O diploma proíbe ainda, “salvo em situações de comprovado risco para a saúde”, intervenções cirúrgicas ou farmacológicas que impliquem alterações do corpo ou características sexuais dos bebés e crianças intersexo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Isto vai ser lindo vai…agora quando pensam que a “nora” que teem em casa de olhos azuis…afinal era um “genro”…tantos anos a descontar para segurança social, para muita das vezes para ir ao medico ficar na lista de espera de meses…e o que estes “iluminados” andam a aprovar nos tempos livres sao estas leis…deviam ser obrigados a ter uma lista publica com os nomes de que quer alterar seu “genero”…digo eu!!

  2. Valia mais aprovar um aumento maior nas reformas de miséria do que 4 a 10 euros que pretendem dar em agôsto, e solucionar os problemas da saúde, do que andarem com estas badalhoquices e taradices da trêta…..cambada de inúteis.

  3. Agora que os problemas de género estão resolvidos é hora do cartão da cidadania.
    Os verdadeiros problemas dos Portugueses! É isto que aflige diariamente os Portugueses.

    E se um jovem de 16 anos considerar que nasceu no corpo errado mas que também não se sente uma mulher, mas antes um cavalo. É possível mudar para cavalo? Fica a dúvida.

RESPONDER

Afeganistão: Familiares consideram "insuficientes" pedido de desculpas dos EUA

Familiares dos civis afegãos mortos por "engano" durante um ataque de um avião não tripulado 'drone' norte-americano no final de agosto em Cabul consideraram este sábado "insuficiente" o pedido de desculpas de Washington, numa entrevista …

Descoberta de pegadas fossilizadas em Espanha revela a existência de um "berçário" de elefantes

Pegadas fossilizadas foram encontradas numa praia no sul da Espanha e mostram o que pode ter sido o berçário de uma espécie extinta de elefantes. O local costeiro, situado na região de Huelva, estava normalmente coberto …

Morreu aos 98 anos o historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França

O historiador, sociólogo e crítico de arte José-Augusto França morreu este sábado, aos 98 anos, na casa de saúde de Jarzé, perto da cidade francesa de Angers, disse à Lusa a pintora Emília Nadal, sua …

Ventura: "Não vejo outra possibilidade senão a ministra da Saúde ou pedir desculpa ou ser afastada"

O Chega vai questionar formalmente o Governo pelo “facto de a ministra da Saúde ter utilizado um carro do Estado” para ir a uma ação de campanha no Porto na sexta-feira, anunciou este sábado André …

Ouvir 30 segundos de uma sonata de Mozart pode reduzir ataques de epilepsia

Ouvir a Sonata para Dois Pianos em Ré Maior (K448), de Wolfgang Amadeus Mozart, durante pelo menos 30 segundos, ajuda a reduzir a atividade elétrica cerebral associada à epilepsia resistente a medicação. Os resultados também sugerem …

Astrónomos resolvem mistério cósmico com 900 anos

Um mistério cósmico com 900 anos, em torno das origens de uma famosa supernova observada pela primeira vez na China no ano 1181, foi finalmente resolvido. Uma nova investigação, publicada dia 15 de setembro no The …

Bons hábitos alimentares podem reduzir a probabilidade de contrair covid-19

Um novo estudo indica que as pessoas que comem muitas frutas e vegetais podem ter menos probabilidades de contrair covid-19. Num pesquisa que envolveu 590 mil adultos, os investigadores descobriram que as pessoas que eram adeptas …

Inteligência Artificial está a "alimentar" a violação dos direitos humanos, alerta ONU

Num novo relatório, a Organização das Nações Unidas (ONU) alertou os países que o uso imprudente de Inteligência Artificial (IA) pode estar a pôr em causa o respeito pelos direitos humanos. Michelle Bachelet, Alta Comissária das …

Foi viajar e não voltou. O misterioso desaparecimento de Gabby Petito (e do namorado)

Gabrielle Petito, uma jovem norte-americana de 22 anos, desapareceu misteriosamente. Gabby foi viajar com o namorado, que voltou para casa sozinho e não quis contar o que aconteceu — e agora também está desaparecido. Gabby Petito, …

Aos 101 anos, Ginny é a "Senhora Lagosta" e não planeia reformar-se

Virginia Oliver continua a trabalhar na pesca da lagosta, apesar de já ter 101 anos de idade. 'Ginny' não planeia reformar-se e já se tornou um meme na internet. Virginia 'Ginny' Oliver tem 101 anos e …