Paris exige multa milionária ao Airbnb por “alugueres selvagens”

Paris entrou na Justiça contra a plataforma de aluguer temporário de casas e quartos Airbnb, exigindo que a empresa pague uma multa de 12,5 milhões de euros por oferecer hospedagem de maneira ilegal na capital francesa.

“Não podemos aceitar que o Airbnb e outros não respeitem a lei. Os nossos agentes de controlo contabilizaram mil anúncios ilegais, cada um passível de uma multa de 12,5 mil euros”, declarou a responsável parisiense, Anne Hidalgo, ao Le Journal du Dimanche este domingo.

Hidalgo explicou que o objetivo da multa, que descreveu como recorde, é “acabar com os alugueres selvagens que descaracterizam alguns bairros de Paris”.

Apesar de dizer não ter nada contra o facto de parisienses alugarem os seus apartamentos por alguns dias no ano para pagarem as contas, a responsável considerou que “o problema são os proprietários de vários imóveis que alugam apartamentos a turistas durante o ano inteiro sem declará-los”, assim como as “plataformas cúmplices” que acolhem tais anúncios.

A capital francesa sustenta-se na lei de habitação aprovada em dezembro de 2018 e conhecida como lei Elan, que estipula sanções contra as plataformas de Internet que publicam anúncios ilegais. A lei limita o aluguer de uma residência a 120 dias por ano e exige que o imóvel tenha um número de registo na capital.

As autoridades parisienses entraram com uma ação na Justiça contra o Airbnb na última sexta-feira, segundo documentos aos quais a agência de notícias AFP teve acesso, confirmando as informações noticiadas pelo Le Journal du Dimanche.

O Airbnb assegurou à AFP já ter tomado medidas adequadas para “ajudar os hóspedes parisienses a alugar o seu alojamento em conformidade com as regras aplicáveis e em conformidade com a regulamentação europeia”.

A empresa considera que os regulamentos implementados em Paris são “ineficazes, desproporcionais e contrários aos regulamentos europeus“, segundo os quais a plataforma não poderia “vigiar de forma contínua” a atividade dos seus usuários.

A companhia disse esperar poder trabalhar com todos os envolvidos em busca de “soluções verdadeiramente adaptadas às cidades francesas e aos seus habitantes”. Hidalgo, por sua vez, afirmou não querer que Paris acabe como Veneza ou Barcelona, “onde a população está contra os visitantes”.

Esta não é a primeira vez que Paris leva o Airbnb à Justiça. A 5 de março deve ser proferida a decisão sobre um processo no qual a cidade pede que a plataforma retire os anúncios que não seguem as regras impostas pela legislação da cidade.

De acordo com dados municipais, 26 mil casas no centro da capital francesa anunciadas no Airbnb há alguns meses desapareceram do mercado de alugueres clássico. Além disso, a população parisiense está a diminuir, especialmente nos bairros mais procurados por turistas, segundo levantamentos do governo.

PARTILHAR

RESPONDER

Bebé nos EUA nasceu sem pele (e ainda não se sabe porquê)

Um bebé no Texas, nos EUA, nasceu sem pele na maior parte do seu corpo. Ja'bari Gray nasceu a 1 de janeiro e pesava apenas 1,4 quilogramas. O menino não tem pele na maior parte do …

Os donos de cães são mais felizes que os donos de gatos

O mundo está dividido em dois: amantes de cães e amantes de gatos. Um estudo acaba de revelar que os donos de cães são mais felizes do que os donos de felinos. Será que os donos …

Estávamos quase a perder um osso do joelho (mas afinal está de volta)

Algumas pessoas têm um osso extra no joelho, conhecido como fabela. Ninguém identificou um propósito para o osso, que até aumenta o risco de artrite. Não era uma surpresa que o osso estivesse a tornar-se cada …

Explosões em hotéis e igrejas no Sri Lanka fazem 200 mortos. Há um português entre as vítimas

Uma série de oito explosões simultâneas em quatro hotéis, um complexo de casas e três igrejas no Sri Lanka deixou pelo menos 207 mortos, entre os quais nove estrangeiros, e 469 pessoas feridas. Um dos …

Os ratos (também) têm sentimentos

Cientistas detetaram “neurónios-espelho” nos ratos. Quando um rato sofre, as células que o seu cérebro ativa são as mesmas do que quando vê um outro rato sofrer. A dor é partilhada e transversal, exatamente como …

Milhares de peregrinos vão a Shingo em busca de Jesus (que, diz a lenda, ali está enterrado)

Jesus não morreu aos 33 anos, mas aos 109. Casou e teve três filhas. Quem foi crucificado em Jerusalém foi o seu irmão. Estas são as crenças de um pequeno grupo de cristãos que vivem …

Os Simpsons fazem 30 anos a celebrar o seu dia internacional

A série sobre uma das famílias mais queridas da televisão mundial "Os Simpsons" vai fazer em dezembro 30 anos desde a sua estreia neste formato, mas as comemorações começam já esta sexta-feira com direito a …

Só as mulheres podem parar o Apocalipse nuclear

O aumento da participação feminina no setor nuclear ajudaria a reduzir a ameaça de um Apocalipse, afirmou recentemente a analista Xanthe Scharf. O conflito nuclear continua a ser a maior ameaça imediata à segurança global. Os …

Esqueleto que caiu de um penhasco pode ter pertencido a uma princesa

Há mais de um século, um tronco esculpido que continha o antigo esqueleto de uma mulher caiu de um penhasco à beira-mar na pequena vila costeira polaca de Bagicz. Agora, os investigadores determinaram que a mulher …

Apanhado no Facetime. Prisão perpétua para português por violação e agressão em Inglaterra

Um português a residir em Inglaterra foi condenado a prisão perpétua por violação e agressão a uma jovem de 19 anos, tendo uma captura de ecrã durante uma chamada de FaceTime sido um elemento chave. Samuel …